Marina Werneck Vem Pro Mar

31

Marina Werneck Vem Pro Mar

Marina já viajou o mundo todo atrás das melhores ondas e hoje faz uma parada aqui no Vem Pro Mar para contar um pouco da sua trajetória e amor pelo esporte. Conheça um pouco mais sobre essa carioca que está cada vez mais focada na evolução do surf feminino no Brasil.

O que o surf representa pra você?

O surf é minha vida! Pra mim o surf representa liberdade, evolução, inspiração e conexão com a natureza.

Como foram as primeiras remadas e como surgiu o amor pelo esporte?

Minhas primeiras remadas foram aos 3 anos quando eu aprendi a nadar, aos cinco eu já estava surfando na prancha do meu pai, sem dúvida ele e a minha mãe foram os meus maiores influenciadores desde o início.

 

Quem te acompanha nas redes sociais e na tv sabe que você está sempre à procura de boas ondas e muita adrenalina. Quais as melhores surfadas até hoje?

Adoro ondas perfeitas e a adrenalina do surf. As melhores ondas que eu já surfei foram nas viagens para o Tahiti, Indonésia, Austrália e Norte do Peru.

Quais são seus objetivos para 2017, alguma nova surf trip ou novo programa sendo planejado?

Meu principal objetivo é fazer o surfe feminino brasileiro bombar! Para 2017 tenho novos projetos para o meu canal no YouTube, eventos de surf feminino sendo planejados para o verão e algumas surf trips pelo litoral brasileiro e alguns destinos em mente entre América central, Europa e Califórnia. Outra coisa legal que estou lançando esse ano é a minha linha de assinatura com a longarina store, um collab com produtos voltados para mulheres surfistas.

Qual o seu melhor e pior momento dentro do mar?

Pra mim o melhor momento no mar é dentro do tubo haha… E o pior é quando me encontro em alguma situação de risco que foge do meu controle e pode acabar resultando em uma lesão ou um perrengue sério.

 

Como você vê a evolução do surf feminino no Brasil e no mundo?

Vejo o surf feminino evoluindo muito e mais do que nunca com a necessidade de estar cada vez mais unido. Acredito muito no crescimento do surf feminino no Brasil conquistando uma valorização do mercado e expandindo para novos horizontes. O potencial é muito grande! Tenho como minha missão fazer o surf feminino no Brasil explodir e acompanhar o boom que o esporte está vivendo.

 

Agora me fala um pouco sobre o seu programa no canal OFF. Como surgiu a ideia e qual a próxima parada?

A ideia do programa surgiu da vontade de unir talentos do surf feminino para mostrar inspirar o público através do estilo de vida que vivemos e o nosso amor pelo surf. Nossa próxima parada é o México!

 

Ainda falando sobre o programa. Já pensou em fazer uma edição aqui pelo Nordeste?

Com certeza! Nossa primeira temporada foi em Noronha e desde então sempre surge a vontade de explorar novas regiões no litoral do nordeste que é demais!!

 

Freesuf ou competição?

Os dois têm seu valor e focos diferentes. Sempre gostei de competir e vivi muito anos com o foco na performance e nos resultados nas competições, tanto no circuito nacional, como no mundial. Sou quem eu sou hoje por tudo o que conquistei e aprendi nessa época. Mas agora o meu momento é do Freesurf, onde o foco é a diversão e a produção de imagem com a visão de valorizar o universo do surf com tudo o que ele envolve.

 

Qual o segredo para manter a forma e um bom rendimento no esporte?

Uma alimentação saudável, boas horas de sono, muito treino e boas práticas que te mantenham bem física e mentalmente.

 

Pratica mais algum esporte ou só o surf já te completa?

O surf me completa, mas eu adoro praticar esportes. Além do surf os esportes que eu mais pratico é natação e skate.

 

Espaço liberado pra mandar uma mensagem pra galera que curte o surfe e o Vem Pro Mar. Aloha galera do Vem Pro Mar!! Muito surf, conexão com a natureza que precisa do nosso cuidado assim como precisamos dela e good vibes sempre

 

vempromar.com