Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

24 DE MAIO – Dia Mundial da Pessoa com Esquizofrenia

Especialista esclarece cinco mitos relacionados à esquizofrenia, transtorno ainda é rodeado de preconceitos, o que dificulta o diagnóstico e a adesão ao tratamento

A esquizofrenia é uma condição crônica ainda muito estigmatizada. Levantamento feito com cuidadores revelou que 71% dos pacientes com o transtorno já sofreram preconceito, sendo que a falta de entendimento vem por parte da própria família (mencionada por 57% desses entrevistados), de conhecidos (45%) e de amigos (42%). Para 59% dos cuidadores ainda é preciso quebrar vários estigmas que as pessoas têm em relação à condição. Os dados são resultado de pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos a pedido da Janssen, farmacêutica da Johnson & Johnson, que ouviu 150 cuidadores de 9 cidades brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis, Porto Alegre e Brasília), com o objetivo de entender a realidade de quem convive com os pacientes desse transtorno nos âmbitos social, econômico e profissional.

No dia 24 de maio é celebrado o Dia Mundial da Pessoa com Esquizofrenia, transtorno que atinge 1,6 milhões de brasileiros. Para reduzir os estigmas relacionados à patologia, o Dr. Cristiano Noto, médico psiquiatra da Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), lista os cinco principais mitos relacionados ao tema:

1. Todo paciente com esquizofrenia é violento?
“Quando em crise, pessoas com esquizofrenia podem ter momentos de agressividade, mas em geral, não são violentas. O que ocorre mais frequentemente é pacientes com o transtorno, quando não estão seguindo um tratamento adequado, se colocarem em situações de vulnerabilidade e acabarem sendo vítimas da violência urbana”, explica o especialista. De acordo com a pesquisa realizada com cuidadores, 85% dos entrevistados disseram não se sentirem ameaçados pelos pacientes.

2. Pessoas com esquizofrenia nunca serão independentes, poderão constituir família ou ter filhos.
“Esse é um dos grandes mitos relacionados ao transtorno”, explica o Dr. Noto. “Pessoas com essa condição, desde que diagnosticadas e tratadas corretamente, podem levar uma vida socialmente ativa, trabalhar, estudar, casar, ter filhos e serem independentes como qualquer outra pessoa. A questão é que em alguns casos, por preconceito ou falta de conhecimento, as pessoas acabam não buscando ajuda profissional, o que pode dificultar o diagnóstico e comprometer o tratamento”, alerta o profissional.

3. Os tratamentos disponíveis para esquizofrenia deixam a pessoa sedada.
“Esse é outro mito que precisa ser desmitificado”, explica o Dr. Cristiano. “Se o paciente for tratado corretamente, pode levar uma vida socialmente ativa, muitas vezes sem necessidade de cuidados de terceiros”. Nos últimos anos, houve grande avanço no tratamento da esquizofrenia e hoje, existem medicamentos no mercado capazes de controlar crises na fase aguda e prevenir possíveis recaídas, com efeitos colaterais mínimos.

4. A evolução da esquizofrenia é sempre negativa.
“Mito. O avanço do quadro precisa ser devidamente acompanhado por um profissional e corretamente tratado. Quanto antes isso for feito, maior a chance de uma boa evolução. No entanto, a falta de adesão ao tratamento é o maior desafio para a recuperação de pacientes com esquizofrenia porque, quando não tratada corretamente, ocasiona recaídas que agravam o quadro”, explica o médico. Mais da metade dos próprios cuidadores ouvidos na pesquisa (76%) acredita que todos os pacientes precisam usar medicamentos para controlar o transtorno. Apesar disso, é estimado que entre 40 a 71%[i],[ii],[iii]. Para facilitar a adesão às terapias, em alguns casos, são recomendados medicamentos de ação prolongada, capazes de controlar o quadro com aplicações mensais ou até mesmo trimestrais.

5. Não existe relação entre esquizofrenia e suicídio.
“Pelo contrário, 1/3 dos pacientes tenta o suicídio ao longo da vida e cerca de 5 a 10% das pessoas com esquizofrenia morre por essa causa[iv],[v]. Isso acontece muitas vezes em função de sintomas depressivos, que também são mais comuns entre as pessoas com esquizofrenia. Por isso é importante procurar assistência profissional e tratar corretamente o transtorno”, finaliza o psiquiatra.

Sobre a esquizofrenia
A esquizofrenia afeta cerca de 1% da população mundial e é considerada, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, a terceira doença que mais afeta a qualidade de vida entre a população de 15 a 45 anos de idade[vi].

A patologia geralmente tem início entre o fim da adolescência e o começo da vida adulta e consiste em um transtorno mental complexo caracterizado por distorções no pensamento, percepção, emoções, linguagem, comportamento e consciência do “eu”. Os sintomas podem incluir alucinações (ouvir, ver ou sentir coisas que não existem) e delírios (falsas crenças mantidas mesmo quando há provas que mostram o contrário)[vii].

Para saber mais, viste: www.oucamnossasvozes.com

Compromisso Janssen com a Neurociência
A Neurociência está diretamente ligada à história da Janssen. Nos anos 50, o fundador da companhia, Paul Janssen, foi quem criou o primeiro antipsicótico que permitia o tratamento de pacientes em casa. Antes dessa descoberta, os tratamentos contra a psicose existentes eram associados a significativos efeitos colaterais.

Sobre a Janssen

Na Janssen, estamos criando um futuro no qual as doenças são parte do passado. Somos a empresa farmacêutica da Johnson & Johnson, trabalhando incansavelmente para fazer com que esse futuro seja uma realidade para pacientes de todos os lugares. Combatendo as doenças com ciência, melhorando o acesso com engenhosidade e curando a falta de esperança com paixão. Focamos nas áreas da medicina em que podemos fazer a maior diferença: Oncologia e Hematologia; Imunologia; Neurociência; Doenças Infecciosas e Vacinas; Hipertensão Pulmonar; e Cardiovascular e Metabolismo. Para saber mais, acesse www.janssen.com/brasil. Siga a Janssen Brasil no Facebook e no LinkedIn, e também a página de Carreiras J&J Brasil no Instagram, Facebook e LinkedIn.

Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. é uma das Empresas Farmacêuticas da Johnson & Johnson.

Posts Relacionados

Empresas de ônibus no Brasil e no exterior adotam inovações da Marcopolo para evitarem contaminações por coronavírus

diariodacidade

Pandemia provoca onda de solidariedade e doações atingem cifras recordes

diariodacidade

Infracommerce participa da oitava edição do Webinar Food Connections

diariodacidade

O impacto da Covid-19 no mercado de energia solar

diariodacidade

Confira 21 dúvidas sobre o direito do trabalhador em meio à pandemia

diariodacidade

Cartórios do Brasil atuarão na proteção patrimonial e pessoal de idosos

diariodacidade

Equipamento disponibiliza álcool em gel gratuitamente em locais públicos

diariodacidade

Align Technology Doa 32 mil Protetores Faciais para Hospitais do Brasil

diariodacidade

Raios ultravioleta como potencializadores na esterilização de ambientes contra o Coronavírus

diariodacidade

Cultura Inglesa aposta em ensino por meio de games e atividades culturais durante as férias

diariodacidade

Americanas se torna parceira estratégica do UNICEF e doa 180 mil kits de higiene e limpeza para famílias vulneráveis com idosos

diariodacidade

Na corrida contra lixões, Abetre e MMA lançam plataforma de controle de resíduos

diariodacidade

Mês do Orgulho LGBTQIA+ é marcado por debate nas empresas sobre diversidade e inclusão

diariodacidade

ANS determina cobertura obrigatória de testes rápidos para COVID-9 a planos de saúde

diariodacidade

Capacidade de leitos de UTI em hospital de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, dobra após doação da Taurus

diariodacidade

Telemedicina ajuda a cuidar da saúde mental em meio à pandemia

diariodacidade

AstraZeneca e governo Brasileiro assinam acordo para a distribuição e produção da vacina da Universidade de Oxford no País

diariodacidade

De professora de educação física a competidora Força Bruta

diariodacidade

Fortlev expande conectividade e segurança da rede Wi-Fi com soluções Aruba

diariodacidade

Biogen lança plataforma online sobre atrofia muscular espinhal

diariodacidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: