Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

3M diz que ainda não sabe se ordem de Trump para interromper exportação de máscaras afetará filial no Brasil

A empresa 3M afirmou ao G1 nesta segunda-feira (6) que ainda não tem como afirmar se o Brasil será afetado pela ordem do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para que a companhia pare de exportar máscaras do tipo N95, usadas na proteção contra o coronavírus, ao Canadá e à América Latina.

A assessoria de imprensa da 3M no Brasil, havia informado inicialmente que as máscaras N95 consumidas no Brasil não são importadas dos EUA, mas fabricadas em uma unidade da empresa em Itapetininga, e que, portanto, a venda no mercado nacional não seria afetada.

Depois, porém entrou em contato explicando que as máscaras, embora manufaturadas no Brasil, são produzidas com insumos importados de cinco países. “Por conta da importação dessa matéria-prima, a 3M ainda não pode afirmar se será impactada ou não com o decreto americano”, explicou a assessoria.

Sem exportações

Na semana passada, Trump invocou a Lei de Produção de Defesa para obrigar a 3M a produzir e vender máscaras N95 para os Estados Unidos na quantidade que o governo julgar necessárias. A lei, dos anos 1950, permite o direcionamento da produção das empresas privadas e foi criada na época porque os americanos temiam problemas de abastecimento durante a Guerra da Coreia.

Trump pediu ainda que a 3M parasse de exportar o produto para o Canadá e a América Latina.

A companhia respondeu que a medida teria implicações humanitárias significativas e que poderia trazer retaliações de outros países.

Sem se sensibilizar, no sábado o presidente dos EUA voltou a defender a retenção de toda a produção em seu país: “Precisamos das máscaras. Não queremos outros conseguindo máscaras. É por isso que estamos acionando várias vezes a Lei de Produção de Defesa. Você pode até chamar de retaliação porque é isso mesmo. É uma retaliação. Se as empresas não derem o que precisamos para o nosso povo, nós seremos muito duros.”

Em resposta a 3M afirmou que ampliou sua produção e que está fabricando o maior número possível de máscaras N95 nas últimas semanas e meses.

Em um comunicado divulgado no domingo, a empresa disse que “A 3M continuará a maximizar a quantidade de máscaras que podemos produzir para os heroicos profissionais da saúde nos EUA e no mundo, como fizemos desde janeiro, quando a crise global começou”.

Nesta segunda (6) a 3M ainda anunciou que vai importar 166 milhões de mascaras nos próximos 3 meses nos EUA, principalmente de sua fábrica na China, para ajudar a corresponder à demanda do mercado americano.

Canadá

Nesta segunda-feira (6), em uma coletiva de imprensa, o premiê de Ontário, Doug Ford, disse que três milhões de máscaras que seriam enviadas à província canadense foram interceptadas por agentes dos EUA na fábrica da 3M em Dakota do Sul.

“Sabemos que os EUA não estão permitindo suprimentos na fronteira”, afirmou Ford.

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/04/06/ordem-de-trump-para-interromper-exportacao-de-mascaras-contra-coronavirus-nao-afeta-brasil-diz-3m.ghtml

Posts Relacionados

Infracommerce participa da oitava edição do Webinar Food Connections

diariodacidade

O impacto da Covid-19 no mercado de energia solar

diariodacidade

Confira 21 dúvidas sobre o direito do trabalhador em meio à pandemia

diariodacidade

Cartórios do Brasil atuarão na proteção patrimonial e pessoal de idosos

diariodacidade

Equipamento disponibiliza álcool em gel gratuitamente em locais públicos

diariodacidade

Align Technology Doa 32 mil Protetores Faciais para Hospitais do Brasil

diariodacidade

Raios ultravioleta como potencializadores na esterilização de ambientes contra o Coronavírus

diariodacidade

Cultura Inglesa aposta em ensino por meio de games e atividades culturais durante as férias

diariodacidade

Americanas se torna parceira estratégica do UNICEF e doa 180 mil kits de higiene e limpeza para famílias vulneráveis com idosos

diariodacidade

Na corrida contra lixões, Abetre e MMA lançam plataforma de controle de resíduos

diariodacidade

Mês do Orgulho LGBTQIA+ é marcado por debate nas empresas sobre diversidade e inclusão

diariodacidade

ANS determina cobertura obrigatória de testes rápidos para COVID-9 a planos de saúde

diariodacidade

Capacidade de leitos de UTI em hospital de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, dobra após doação da Taurus

diariodacidade

Telemedicina ajuda a cuidar da saúde mental em meio à pandemia

diariodacidade

AstraZeneca e governo Brasileiro assinam acordo para a distribuição e produção da vacina da Universidade de Oxford no País

diariodacidade

De professora de educação física a competidora Força Bruta

diariodacidade

Fortlev expande conectividade e segurança da rede Wi-Fi com soluções Aruba

diariodacidade

Biogen lança plataforma online sobre atrofia muscular espinhal

diariodacidade

Jovens cientistas criam primeira feira de ciências brasileira inteiramente virtual

diariodacidade

Novo marco legal do saneamento básico no país é aprovado no Senado

diariodacidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: