Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Aldeia de Canelinha tem único projeto catarinense contemplado em edital da Fiocruz para combate ao coronavírus

A Tekoá Tava’í, aldeia indígena guarani localizada em Canelinha, município da Grande Florianópolis, teve o único projeto de Santa Catarina aprovado em uma chamada pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) destinada a seleção de ações emergenciais para combate da pandemia do novo coronavírus junto a comunidades vulneráveis.

No projeto, estão previstas uma série de medidas a fim de evitar o contágio pela Covid-19 na comunidade, bem como iniciativas que visam promover a autonomia alimentar e econômica dos indígenas que integram a aldeia.

O projeto foi inscrito no edital pela aldeia em parceria com a Associação Artística Pequeninus, formada por artistas que atua na cidade.

Ele prevê o desenvolvimento de ações em três eixos: incentivo a medidas de afastamento social dos indígenas, com o repasse de itens básicos de higiene pessoal e coletiva; ações de comunicação interna e externa, que fortaleçam a troca de informações entre os membros da aldeia e iniciativas de arrecadação de mantimentos; além do fortalecimento de práticas de agricultura tradicional guarani, que favoreçam o movimento para uma autonomia alimentar da comunidade.

O projeto, que tem caráter emergencial, será desenvolvido entre junho e agosto, com o objetivo de evitar ao máximo os impactos da pandemia entre os indígenas. Apesar da urgência das ações, elas visam a continuidade dos seus resultados. É por isso, portanto, que haverá formação de membros da aldeia para o fortalecimento das ações de comunicação e atividades agrícolas.

“Esse projeto chegou na aldeia quando mais a gente estava precisando. Hoje está difícil de conseguir o que a gente precisa, porque a pandemia agravou o que já é complicado. É muito importante essa amizade, as pessoas que estão juntas nos apoiar nesse momento. Como liderança, é um alívio para mim”, salienta o cacique da aldeia, Kuaray Papá.

Posts Relacionados

Advogadas comandam, em março, a associação dos advogados criminalistas em SC

Diário da Cidade

Primeiro aplicativo exclusivo para UTI é desenvolvido por médica brasileira da linha de frente do Coronavírus

Diário da Cidade

Galderma apresenta campanha ‘Beleza tem História’ e destaca as múltiplas formas de ser mulher

Diário da Cidade

Balneário Shopping recebe público feminino com concerto especial e outras surpresas no Dia Internacional da Mulher

Fundação Pró-Rim realiza ações no Dia Mundial do Rim 2021 de forma online

Diário da Cidade

A força feminina na construção civil

Diário da Cidade

Unicred União faz doação para Rede Feminina

Diário da Cidade

Saiba quais serviços não podem funcionar neste segundo final de semana de lockdown em SC

Mulher de 62 anos morre de coronavírus em Camboriú

Dia Internacional da Mulher: temos motivos para comemorar?

Balneário Camboriú confirma 87 positivos e 1 óbito por Covid em 24 horas

Camboriú registra 2 mortes por Covid nesta quarta-feira (03)

BC Vagas: 87 vagas de emprego abertas em Balneário Camboriú e região

Santa Catarina recebeu mais 91,2 mil doses da vacina Coronavac

IFC Camboriú está com as inscrições abertas para curso gratuito de Cuidador do idosos

Inscrição e atualização no CPF podem ser feitas nos Correios

Balneário Camboriú confirma 153 positivos e 3 óbitos por Covid em 24 horas

Santa Catarina tem mais de quatro mil vagas de emprego no Sine

Trânsito na Alvin Bauer será fechado nesta quarta-feira

Não há mais vagas de UTI para Covid em Balneário Camboriú

Diário da Cidade
%d blogueiros gostam disto: