Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

ASM Matadeiro conquista o bicampeonato seguido do Santa Catarina Interassociações

Pelo segundo ano consecutivo a ASM Matadeiro venceu o Santa Catarina Interassociações, edição 2023. Essa foi a terceira vez que a equipe do sul da ilha conquistou o título de melhor associação de surf de Santa Catarina.

Esta edição do Santa Catarina Interassociações 2023 ficará marcada pela superação das equipes nas difíceis condições do mar durante os dois dias de disputas em Itapoá(SC). As ondas não chegaram a meio metrinho nas séries, dificultando o trabalho dos atletas e da direção de prova que manteve o evento até sua conclusão.

Considerada a Olimpíada do Surf Catarinense, o Santa Catarina Interassociações é um dos eventos mais tradicionais do estado. É realizado desde a década de 90 e já consagrou diversas associações filiadas a Fecasurf (Federação Catarinense de Surf) como campeãs estaduais por equipe.

                                                             Sábado(25) – Primeiro dia de competição

A Cerimônia das Areias abriu a competição com as 11 associações que disputaram o título deste ano depositando as areias de suas respectivas praias num recipiente, que foi jogado simbolicamente no mar de Itapoá(SC) pela equipe anfitriã.

Após uma reunião com os chefes de cada equipe, a direção de prova decidiu colocar na água a garotada da categoria Sub-10 Masculino, além da Longboard e mais para o final do dia a Surf Adaptados.

As baterias foram disputadas no sistema “fast heat”(baterias com a duração de 10 minutos, onde cada surfista poderia surfar três ondas, com as duas melhores de cada sendo computadas). A direção de prova deixou a competição ‘em espera’ devido as difíceis condições com a subida da maré perto do meio dia.

As baterias voltaram para o mar às 16:00 horas com uma pequena reação das ondas para a definição das finais das categorias Sub-10 Masculino, Longboard e Surf Adaptado.

A primeira final definida foi a categoria Longboard, com a vitória do local Daniel Mika, defendendo a AIS (Associação Itapoaense de Surf). Prevaleceu seu conhecimento do pico nas minúsculas ondas de Itapoá(SC).

Em seguida  foi a vez da equipe da ASM (Associação de Surf do Matadeiro), atual campeã do Interassociações, comemorar o título da Sub-10 Masculina, com Guilherme Goulart. O garoto fechou este primeiro dia como o principal pontuador da sua equipe, marcando 12 pontos no total e sendo a maior do dia entre todas as associações.

A última final do sábado foi com a Surf Adaptados. Fidel Teixeira, representando a ASC (Campeche) festejou o título com seu time, deixando a disputa mais emocionante para o último dia de evento.“Isso mostra a força que estamos ganhando dentro do esporte. Já podemos pensar na criação de um circuito catarinense exclusivo para o surf adaptado”, declarou Fidel Teixeira do Campeche.

                                                                      Domingo decisivo em Itapoá(SC)

As condições do mar permaneceram similares às do dia anterior, com uma leve reação para a conclusão das oito categorias restantes. Após uma reunião entre a direção  de prova e todos os chefes de equipes, ficou decidido por votação de 6 a 4 a favor de continuar o evento para a definição dos campeões. “Esse campeonato é sensacional, e acima de qualquer disputa, é uma grande confraternização do surf catarinense”, declarou Otoney Xavier, chefe de equipe do Campeche.

A primeira final decidida neste domingo foi a Sub-14 Masculino, com o título de Michel Demétrio da ASC(Campeche). Ele achou uma boa marola para esquerda de frontside que lhe valeu 5 pontos.

Na Feminino Sub-14 o título foi para o norte do estado com a vitória de Valentina Zanoni que defendeu a bandeira da ASPI (Associação de Surf das Praia de Itajaí). Valentina fez a maior nota da competição em apenas uma onda surfada na decisão (8.75 pontos).

Na final seguinte, categoria Sub-12 Masculino, foi a vez de Rian Pietro conquistar a segunda vitória da equipe do Matadeiro na competição, com direito a uma onda de 5.50 pontos bem executada até a beira.

Na sequencia a Associação Bombinhas de Surf  festejou seu primeiro título na prova, com a vitória de Rafael Kenzo Saito na Sub-14. Kenzo também esteve à vontade nas difíceis situações deste domingo, e ainda conseguiu uma onda de 5.75 na decisão.

A Feminino Open veio em seguida com a representante do Navegantes Surf Club Anny Leite subindo ao degrau mais alto do pódio.

Lucas Costa (ASI Imbituba) somou 7 pontos em suas duas ondas computadas para garantir a primeira colocação da equipe do sul do estado na final da categoria Sub-18 Masculino.

O conhecimento do pico foi crucial para o título da AIS- Itapoá através do local Caetano Vargas, que superou todas as adversidades do mar para vencer a Master com propriedade. Foi a segunda vitória da equipe anfitriã no evento.

A categoria Pro/AM fechou as disputas desta edição do Santa Catarina Interassociações 2023 no extremo norte catarinense. Gustavo Ramos arrematou a primeira vitória para a ASP (Prainha) logo na primeira onda da bateria, com uma excelente direita aliando velocidade e fluidez. Ele fez uma das maiores notas do evento (8.50) na última bateria do dia e garantiu o título para seu time.

                                                             Equipes campeãs e premiação em dinheiro

As três primeiras colocadas do Santa Catarina Interassociações 2023 receberam premiação em dinheiro. A ASM (Matadeiro), campeã desta edição,  recebeu  R$2.000,00 (Dois mil Reais) pelo título. A segunda colocada ASI (Imbituba) levou  R$1.500,00 (Mil e quinhentos reais), enquanto que a terceira colocada no quadro geral, ASP (Prainha- São Chico) recebeu R$1.000,00 (mil Reais).

Já os atletas que chegarem às finais de cada categoria, receberão medalhas de Ouro(Campeão), Prata(Vice-Campeão), Bronze(Terceiro lugar) e Cobre(Quarto lugar).

Para o presidente da Fecasurf Renato Melo, a edição 2023 do Santa Catarina Interassociações foi finalizada na raça pelo staff técnico, que não mediu esforços para concluir o objetivo. “Foi um final de semana incrível apesar das difíceis condições do mar. Essa é a finalidade do Interassociações, unir o surf catarinense e mostrar sua força. Esperamos que no ano que vem seja ainda melhor, e com mais equipes participando dessa grande festa do surf de Santa Catarina” encerrou Melo.

Responsabilidade Socioambiental durante a etapa.

A Olimpíada do Surf Catarinense, além de realizar todo o controle ambiental do evento, passará por Itapoá e deixará legados na área socioambiental, contribuindo socioeconomicamente diante da valorização e divulgação do potencial ecoturístico do município.

Itapoá(SC) busca garantir a preservação de importantes ecossistemas e patrimônios naturais nos seus limites territoriais. Conta ainda com proprietários privados que também criam Unidades de Conservações privadas (UC) na região. Atualmente Itapoá possui uma rede com quatro (UCs) em seu território. São elas:

– Parque Natural Municipal Carijós;
– Área de Proteção Ambiental – APA dos Guaiamuns;
– Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN Volta Velha;
– Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN Fazenda Palmital.

A Secretaria de Meio Ambiente de Itapoá (SEMAI) está captando imagens e editando um vídeo para divulgar este patrimônio ecoturístico do município durante a transmissão ao vivo do evento e nas redes sociais da FECASURF.

Também estará presente no evento divulgando estas UCs e distribuindo mudas de árvores nativas para a população. O Parque Natural Municipal Carijós também receberá uma ação de plantio para compensar emissões de gases de efeito estufa relacionados ao evento.

A FECASURF em parceria com a SEMAI e com a Associação Itapoense de Surf (AIS) plantou 16 mudas de árvores nativas no Parque na sexta-feira ( dia anterior ao evento. Representando a AIS, participaram da ação membros do time que compete no InterAssociações e os surfistas profissionais de Itapoá Caetano Vargas e Hedieferson Junior.

O evento cumprirá o regulamento constante na Instrução Normativa (IN) sobre Meio Ambiente do Livro de Regras da FECASURF 2023, conquistando assim o Selo Evento Sustentável da Fecasurf. Ele atesta as boas práticas do evento em relação à sustentabilidade e ao cumprimento das regras da IN 2023.

A aplicação do Selo em Itapoá ainda contribuirá para a qualificação da AIS perante ações de sustentabilidade nos seus eventos locais. Em relação aos Resíduos Sólidos do evento, a FECASURF fechou uma parceria com a SURBI (Serviços Urbanos de Meio Ambiente Itapoá), que auxiliará na coleta seletiva e na disposição adequada destes resíduos.

Além das mudas plantadas, a SEMAI ainda instalou um stand junto ao evento, onde levou 200 mudas de árvores nativas para doar para a população. A APREMAI também se fez presente, contribuindo com a sensibilização socioambiental dos presentes.

                                                              Santa Catarina Interassociações 2023

Apresentação: Prefeitura Municipal de Itapoá(SC)

Patrocínio:  Secretaria de Esporte e Lazer de Itapoá, Conveniência e Mercado Modesto, Paulino’s Surf Shop, Itel Fibra Telecon, Foral, Oranski Marketing Digital, Porto Itapoá, Vila Águamar, Inove Odontologia e Silverbay.

Realização: AIS (Associação Itapoaense de Surf) e Fecasurf.

Resultados

Pro/AM
1º- Gustavo Ramos(ASP)
2º- Tyron Gonzales(ABS)
3º- Lucas Haag (ASM)
4º- Ramiro Rubim(ASC)

Sub-18 Masc.
1º- Lucas Costa(ASI)
2º- Esdras Morais(ASM)
3º- Yuri Campos (ASPR)
4º- Felypinho(AIS)

Sub-16 Masc.
1º- Rafael Kenzo Saito(ABS)
2º- Pablo Lira(ASG)
3º- Miguel Vella (ASP)
4º- Natan Rosa(ASI)

Sub-14 Masc.
1º- Michel Demétrio(ASC)
2º- Miguel Amaral(AIS)
3º- Yuri Gabryel(ASM)
4º- Kauan Saito(ABS)

Sub-12 Masc.
1º- Rian Pietro(ASM)
2º- Luca Messenger(ASC)
3º- Lucas Miguel (ASPB)
4º- Davi Junior(ASPR)

Sub-10 Masculino
1º- Guilherme Goulart(ASM)
2º- Bruce Junior(ASP)
3º- Cauâ Miguel(ASI)
4º- Gustavo Frutuoso(ASPI)

Master
1º- Caetano Vargas(AIS)
2º- Fernando Alves(ASPR)
3º- Daniel Kuerten(ASM)
4º- Riomar Rodrigues(ASI)

Feminino Open
1º- Anny Leite(NSC Navegantes)
2º- Andreza Barcelos(ASI)
3º- Susã Leal (ASP)
4º- Maya Carpinelli(ASG)

Feminino Sub-14
1º- Valentina Zanoni(ASPI)
2º- Lulu Vivan(ABS)
3º- Maya Reis Bianchini (ASG)
4º- Luiza Rosa Teixeira(ASI)

Longboard
1º- Daniel Mika(AIS)
2º- Alex Leite(ASM)
3º- Thiago Tisse(SCNavegantes)
4º-  Marcelo Foguinho(ASG)

Adaptado
1º- Fidel Teixeira(ASC)
2º- Energia(ASG)
3º- Miguel Junior(ASI)
4º- Adriano Pereira(ASP)

Ranking final por equipes do Santa Catarina Interassociações 2023

1º- ASM(Matadeiro) –      121 pts.
2º- ASI (Imbituba)-             103 pts.
3º- ASP (Prainha)-               99 pts
4º- ABS (Bombinhas)-         99 pts.
5º- AIS(Itapoá) –                   96 pts.
6º- ASG(Garopaba) –            94 pts
7º- ASPI(Itajaí) –                   87 pts.
8º- ASPR(Rosa)-                  86 pts.
9º- SCN (Navegantes) –        86 pts.
10º- ASC (Campeche)-         68 pts.
11º- ASPB (Brava)-               15 pts.

Foto: Márcio David

Posts Relacionados

Jaraguá sedia congresso de estética e beleza

Grupo HARD investe R$17 milhões em sua segunda unidade industrial e de distribuição

Senar/SC oferece mais de 400 capacitações gratuitas em março

Turismo Rural no Oeste destaca belezas naturais durante o 25º Itaipu Rural Show

Credifoz conquista marco histórico de 100 mil cooperados

Sinais de alerta com a saúde mental das crianças

CDL se une a Gazz Company, maior rede de gestão da área, e lança programa voltado para donos de bares e restaurantes de Joinville

Programa Terra Boa 2024 será lançado na próxima quarta-feira, no 25º Itaipu Rural Show

IFC Blumenau tem vagas para curso gratuito de EJA em Eletricista Industrial

A importância do Legal Design e Visual Law no ambiente jurídico