Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Avião da EgyptAir cai no Mediterrâneo e não se descarta atentado

Um avião da EgyptAir que viajava de Paris ao Cairo caiu nesta quinta-feira perto de uma ilha grega com 66 pessoas a bordo, e as autoridades não descartam um possível ato terrorista.

A EgyptAir confirmou “a descoberta de destroços do voo MS804”, informando no Twitter que foram encontrados “coletes salva-vidas e pedaços de plástico” flutuando no mar perto da ilha grega de Kárpatos. Anteriormente as Forças Armadas gregas haviam anunciado a descoberta de destroços do Airbus A320 perto da ilha grega de Creta.

O voo MS804 desapareceu repentinamente dos radares na madrugada desta quinta-feira sem que o piloto tenha indicado nenhum problema e quando as condições do voo, que se aproximava da costa egípcia, eram excelentes.

Sempre mantendo a prudência, o ministro egípcio da Aviação Civil considerou que esta situação pode “levar a pensar que a probabilidade (…) de um ataque terrorista é mais alta que de uma falha técnica” para explicar seu desaparecimento.

“Mas não quero tirar conclusões precipitadas”, disse Chérif Fathy à AFP.

O presidente francês, François Hollande, declarou pouco antes que “não se descarta, nem se privilegia nenhuma hipótese”, falando de um acidente ou de um atentado terrorista.

A tripulação do Airbus A320 não enviou nenhuma mensagem de emergência, segundo as forças armadas egípcias e a aviação civil grega, o que sugeriria que ocorreu algo repentino.

“Não houve mensagem de emergência”

O voo MS804 levava 56 passageiros, incluindo uma criança e dois bebês, sete tripulantes e três agentes de segurança, indicou a companhia nacional egípcia.

Por nacionalidades, havia 30 egípcios, 15 franceses, dois iraquianos, um britânico, um canadense, um belga, um português, um argelino, um sudanês, um chadiano, um saudita e um kuwaitiano.

O avião decolou do aeroporto francês Paris-Charles de Gaulle pouco depois das 23h00 (18h00 de Brasília) e deveria ter pousado no Cairo às 03h05 (22h05 de Brasília).

A aeronave caiu em frente à costa da ilha de Kárpatos, situada entre Creta e Rodas, “quando estava no espaço aéreo egípcio”, afirmou à AFP uma fonte da aviação civil grega.

Depois de ter caído brutalmente dando dois giros, desapareceu dos radares por volta das 00h30 GMT (03h30 locais, 21h30 de Brasília)

Antes de cair o piloto não apontou nenhum problema aos controladores de tráfego aéreo gregos em sua última conversa. Inclusive estava “de bom humor e agradeceu aos seus interlocutores em grego”, segundo seu chefe, Constantin Litzerakos.

As forças armadas egípcias afirmaram que a tripulação não enviou nenhuma “mensagem de emergência”.

O Airbus caiu a 130 milhas náuticas da ilha de Kárpatos, quando acabava de entrar no espaço aéreo egípcio, segundo as autoridades gregas.

Os meios de comunicação da Grécia indicaram que um barco que navegava na zona teria visto uma bola de fogo no céu, uma informação que não foi confirmada oficialmente.

Novo teste para o Egito

Este desaparecimento ocorre em um contexto difícil no Egito, que enfrenta múltiplos desafios econômicos e de segurança.

O atentado contra um avião de turistas russos em 31 de outubro, que viajava do balneário de Sharm el-Sheikh a Moscou, deixando 224 mortos, contribuiu para a queda do turismo, um setor chave da economia do país.

Este ataque foi reivindicado pelo braço egípcio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que multiplica neste país os atentados e ataques, principalmente contra as forças de segurança.

No dia 29 de março um voo da EgyptAir que ia de Alexandria ao Cairo foi sequestrado e desviado ao Chipre por um homem “psicologicamente instável” que dizia querer se reunir com sua ex-mulher. O sequestrador se entregou depois de seis horas de negociações sem provocar vítimas.

Posts Relacionados

Gama Academy realiza semana gratuita de capacitação para Carreiras Digitais

Diário da Cidade

Saneamento: entre a lei e a realidade, por Luiz Pladevall

Lu, do Magalu, se aproxima dos clientes e registra 8,5 milhões de interações ao mês com inteligência artificial de IBM Watson

Chegada da primavera acende alerta para aumento de casos de catapora

Estudo clínico da vacina AZD1222 é reiniciado no Brasil

ESET alerta sobre roubo de dados bancários de jogadores de Fortnite e outros games online

Vencedores do 2º Desafio COLETIVO de inovação no transporte público serão escolhidos nesta sexta-feira

Diário da Cidade

Pesquisa aponta que 85% dos pais brasileiros não acreditam que escolas estão preparadas para ensino remoto

Coca-Cola FEMSA Brasil transforma seu edital ‘Ideais para um mundo melhor’ em instrumento de apoio ao combate da Covid-19

Agosto Branco: a importância da conscientização do câncer de pulmão

Ambev abre inscrições para Programa de Estágio em todo o Brasil

Empresas do segmento de mobilidade discutem impactos da Covid-19

Volta às aulas exigirá cuidado com emocional de alunos e professores

Correios negocia Acordo Coletivo de Trabalho em meio à pandemia

Uber inclui categoria de táxi no aplicativo para ampliar opções da plataforma

Procurações para Prova de Vida ao INSS agora podem ser feitas online nos Cartórios de Notas

Agência A+ realiza campanha de arrecadação em prol da causa do câncer infantojuvenil

Taurus doa 5 mil testes rápidos de COVID-19 para São Leopoldo

Diário da Cidade

Align Technology Doa 32 mil Protetores Faciais para Hospitais do Brasil

Diário da Cidade

Exposição de casos de assédio em escolas não resolve problema

Diário da Cidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: