Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Balneário Camboriú e Camboriú

Balneário Camboriú inaugura ponto de entrega voluntária de resíduos; confira os materiais que local recebe

A Prefeitura de Balneário Camboriú inaugurou o Ponto de Entrega Voluntária de Pequenos Volumes (PEV) e o Centro de Valorização de Materiais (CVM), neste sábado (8). Os dois espaços reforçam o compromisso do município com a sustentabilidade e o meio ambiente da cidade.

A cerimônia de inauguração dos espaços ocorreu pela manhã, na sede do PEV, no Bairro da Barra, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Ao longo da cerimônia, a Secretaria do Meio Ambiente distribuiu mudas de árvores nativas e de chás produzidos pelo Departamento de Fitoterapia. Além disso, uma tenda do Recicla BC (programa de coleta de recicláveis de Balneário Camboriú), desenvolveu ações de educação ambiental.

“Hoje, nós cravamos que uma cidade só pode crescer à medida que tem sustentabilidade. Praticamos a sustentabilidade em Balneário Camboriú com ações como a inauguração desses dois espaços de extrema importância para a nossa cidade”, afirma o Prefeito Fabrício Oliveira.

Durante este sábado também foi realizado o transplante de uma figueira, que tem entre 120 e 150 anos. A árvore foi transplantada de um terreno entre as ruas José Francisco Vitor e Emanoel Rebelo dos Santos para uma nova área, na frente do PEV. O transplante ocorreu em razão da abertura de uma rua para ampliação do calçadão da Praça do Pescador, o local será um novo espaço turístico para contemplação da natureza e das raízes históricas do bairro da Barra.

Ponto de Entrega Voluntária de Pequenos Volumes (PEV)

Unidade para onde são destinados resíduos específicos, o PEV do Bairro da Barra é o segundo de Balneário Camboriú. O primeiro foi inaugurado em fevereiro de 2020 e está localizado ao lado da Secretaria de Obras (Avenida Santa Catarina, nº 801, no Bairro dos Estados). Para o PEV, podem ser encaminhados resíduos da construção civil, de podas, recicláveis em geral, móveis (confira abaixo a relação completa dos materiais). O PEV abrirá de segunda a sábado, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h50, mesmos dias e horários da unidade do Bairro dos Estados.

Confira os materiais que o PEV recebe:

– Resíduos da construção civil (RCC) – entulho de pequenas reformas até 0,5m³: tijolos; telhas; revestimentos cerâmicos (azulejos, porcelanatos); resíduos de argamassa de assentamento/rejunte/revestimento; resíduos de concretagem; aparas metálicas; fiação e elementos de instalação elétrica; sobras de madeira; vidro; tubulações e peças hidráulicas; perfis de alumínio; resíduos de movimentação de terra.
– Resíduos de poda – até 0,5 m³: aparas de podas de jardim; vegetação de pequeno porte; resíduos de corte de gramíneas; folhagens de grande porte (tal como as de coqueiros e palmeiras).
– Resíduos Volumosos em geral (não perigosos) – até 0,5m³ ou uma unidade por pessoa: guarda-roupas e armários (desmontados); mobília em geral (estantes, mesas, cadeiras, sofás, camas e colchões, etc.); equipamentos de ar-condicionado; e eletrodomésticos da linha branca (fogões, geladeiras, freezers, lavadoras, equipamentos de refrigeração e etc.).
– Eletrodomésticos em geral de pequeno porte (coletados também pela coleta seletiva): secador de cabelo; ventilador; utensílios de cozinha (liquidificador, sanduicheira, processadores de alimentos e etc.); ferro de passar.
– Resíduos recicláveis em geral: vidro; papel/papelão; metais e plástico.

No PEV não são recebidos: pilhas e baterias; pneus; medicamentos vencidos; latas e restos de tinta; lâmpadas fluorescentes; embalagens de agrotóxicos ou óleos lubrificantes.

Há um funcionário da empresa Ambiental nos PEVs, responsável por verificar se os resíduos trazidos pelos munícipes se enquadram nos tipos e quantidades aceitas, bem como orientar quanto aos locais corretos para disposição dos resíduos.

Centro de Valorização de Materiais (CVM)

Localizado no Bairro Canhanduba, em Itajaí, limítrofe ao aterro sanitário, o CVM ocupa uma área de aproximadamente seis mil metros quadrados. É um espaço destinado à separação correta dos resíduos recicláveis, garantindo a valorização dos materiais e a correta destinação para a reinserção deles na cadeia produtiva. A implantação da estrutura colabora para o aumento do percentual de resíduos recicláveis coletados no município, via coleta seletiva regular.

Foto: Divulgação / PMBC

Posts Relacionados

Balneário Camboriú é premiada com projeto de promoção de destino em congresso nacional de turismo

Sindisol abre inscrições para curso de manipuladores de alimentos em Balneário Camboriú e região

IFC Camboriú abre oferta pública para venda de aves

Novo Ponto de Atendimento Virtual da Receita Federal é inaugurado em Camboriú

Barra FC vence Hercílio Luz fora de casa

IFC Camboriú abre inscrições para cursos gratuitos de Segurança do Trabalho e Transações Imobiliárias

SIME de Balneário Camboriú conta mais de 300 vagas de emprego

Balneário Shopping realiza feira de adoção de Pet, em parceria com a ONG Defesa Animal

Prefeitura de Camboriú irá inaugurar praça em homenagem aos oleiros do município

Morre em Balneário Camboriú, aos 73 Anos, Wandeko Pipoca, o Primeiro Bozo do Brasil