Barra Velha busca manter recorde de maior árvore de garrafas pet do Brasil pelo segundo ano consecutivo

Estrutura mede mais de 16 metros de altura

A Prefeitura Municipal de Barra Velha busca manter o recorde da cidade com a maior árvore de garrafas pet do Brasil. Em 2017, Barra Velha entrou para o Rank Brasil com uma estrutura de 15,2 metros de altura. Neste ano, a árvore de Natal tem mais de 16 metros.

O segundo título de maior árvore pet pode ser conquistado nesta sexta-feira, dia 30 de novembro, na abertura oficial do projeto Natal Mágico. O evento inicia às 20h com a primeira Cantata Natalina e a chegada do Papai Noel na Praça Lauro Carneiro de Loyola, no Centro. Na ocasião, a equipe do Rank Brasil vai avaliar a altura da estrutura e, caso seja a maior do país, vai homologar o recorde.

O Natal Mágico, projeto de decoração natalina à base de garrafas pet, utilizou mais de 60 mil garrafas neste ano, além de reutilizar o material do ano passado. A decoração contempla a Praça Central e trecho da Avenida Paraná com itens como caixas de presente, velas, árvores, bonecos de neve, estrelas, bengalas e tem a árvore gigante como atração principal. A expectativa é receber mais de 5 mil pessoas na abertura. Vale lembrar que a decoração ficará exposta para receber visitantes até o final de janeiro do ano que vem.

O processo de produção do Natal Mágico foi realizado manualmente e contou com mão de obra voluntária de mais de 100 pessoas divididas entre servidores públicos, membros da terceira idade e moradores da comunidade em geral. O primeiro passo foi a arrecadação das garrafas pet com meses de antecedência. Em seguida, as garrafas foram lavadas e cortadas de acordo com o molde de cada item decorativo.  Após a criação do objeto, os voluntários pintaram e montaram toda a estrutura.

Inspiração

         A ideia de criar um projeto decorativo sustentável em Barra Velha surgiu em 2017 por meio da primeira dama Soneiva Cruz. Ano passado, Soneiva visitou Rio Negrinho, cidade que realiza a decoração com pets há seis anos. A primeira dama conheceu o coordenador do projeto, Celso Antônio Ribeiro, e propôs realizar o Natal Mágico em Barra Velha. “Nosso maior desejo era de criar um projeto que envolvesse a comunidade e que não agredisse o meio ambiente. Quando visitei Rio Negrinho me encantei pelo projeto e trouxe a ideia para Barra Velha. Hoje, na segunda edição do Natal Mágico, estamos muito satisfeitos com o resultado. Espero que toda a comunidade e principalmente as crianças fiquem encantados com o que preparamos”, comenta Soneiva.