Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
zz Esporte BR

Big rider Carlos Burle indica a praia do Cardoso, em Laguna (SC), para receber etapa qualificatória do Big Wave Tour.

Carlos Burle, um dos maiores big riders do planeta, esteve recentemente em Santa Catarina para levar uma notícia importante para o surfe catarinense e brasileiro: a sua indicação para que uma etapa classificatória do Big Wave Tour, o Circuito Mundial de Ondas Grandes, aconteça em águas catarinenses.

A ideia surgiu ainda durante o Desafio Mormaii de Ondas Grandes, na praia do Cardoso, em Laguna, no ano passado, e Burle está convicto de que ainda neste ano o evento deva acontecer, só que agora com a chancela da World Surf League (WSL) e incrementação de patrocinadores e premiação.

“A WSL tem interesse em chancelar isso ainda este ano e teremos uma reunião nesta semana para tratar do assunto. Queremos transformar a competição que já ocorreu ano passado em um campeonato de surfe qualificatório para o Circuito Mundial de Ondas Grandes”, comentou Burle.

Por trás da realização do Desafio de Ondas Grandes 2015, em Laguna, estão os exímios big riders Thiago Jacaré, João Baiuka e toda a equipe da Associação de Surf e Tow-in do Farol de Santa Marta (ASTFM), que transformaram o mês de setembro de 2015 num marco histórico para o surfe de ondas grande no Brasil e em Santa Catarina, com a vitória do baiano Lapo Coutinho nas enormes ondas da praia do Cardoso, ao lado do Farol de Santa Marta.

Para Carlos Burle, mesmo não tendo ondas com tamanho expressivo, o Brasil tem um grande número de atletas com performances relevantes e novos talentos que podem ganhar chances melhores a partir de um campeonato como esse. “Mas é importante deixar mais claro ainda, que o brasileiro surfa ondas grandes no mundo inteiro e cada vez mais brasileiros tem buscado esse tipo de surfe. Deixar o Brasil de fora só porque não temos as ondas que o Circuito Mundial trabalha, não entendo que seja justo. Pensamos dessa forma, e diretores da WSL também”, ressalta Burle.

O Circuito Mundial de Ondas Grandes é composto por oito eventos anuais, com 24 atletas por etapa, sendo muitos desses convidados locais ou premiados por filmagens. Atualmente Carlos Burle é o único brasileiro presente. A competição na praia do Cardoso seria ideal para proporcionar uma oportunidade mais próxima de surfistas brasileiros serem inseridos nessa elite mundial.

Posts Relacionados

Do coração do Brasil para o 10º Transcatarina

Bota do Mundo 2018

Próxima edição da Volvo Ocean Race será com barcos da IMOCA

Fraiburgo e Transcatarina: a comemoração da Bodas de Estanho

Pâmella Mel completa 40 pódios

Circuito Catarinense de Stand-up Paddle é neste final de semana

Brasileiro sub-21 de vôlei de praia tem atleta de Balneário Camboriú

Saiba como o Dongfeng Race Team ganhou Volvo Ocean Race mais apertada da história

Estreia no 10º Transcatarina: de navegador para piloto

Paraná recebe as promessas olímpicas da Natação no Brasileiro Junior

Atleta de Balneário Camboriú é convocado pela Seleção Brasileira sub-19

31º BRAZILIAN DE JET SPORTS CHAMPIONSHIP

Catarinense Mateo Reyes vence seletiva mundial em Paris e disputa o torneio de Roland Garros

42k de Floripa – 1ª Maratona Internacional da Cidade de Florianópolis

Paulina Pereira da Silva, conquistou duas medalhas de ouro e uma de prata nos Jogos Paralímpicos Universitários

Atleta de Itajaí é Campeã do Sul-Brasileiro de Fisiculturismo

CASA CORONA CHEGA AO BRASIL

MAPFRE ultrapassa dois barcos nos metros final e vence oitava etapa

ORIC Surfboards desembarca em Saquarema para a 4ª etapa do WSL

Jogador do Avaí com mais finalizações certas na Série B

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: