Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
ENTRETENIMENTO

Brusque sedia primeira corrida de rua no pós-pandemia

1ª Fibra Fisio Marathon reuniu cerca de 300 atletas de oito estados, incluindo o medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima

 

Brusque se tornou palco da primeira maratona do Brasil liberada neste período ainda de pandemia da Covid-19. A 1ª Fibra Fisio Marathon aconteceu na manhã deste domingo, 29 de agosto, e reuniu cerca de 300 atletas, de oito estados, incluindo o medalhista olímpico, Vanderlei Cordeiro de Lima.

Com largada na Vila Schlosser, a recepção dos atletas foi feita pela Vigilância Sanitária, com a aferição da temperatura e higiene das mãos com álcool gel. Além disso, foi obrigatório o uso de máscaras e o distanciamento entre as pessoas até o início da prova, que ocorreu com a saída dos participantes ‘em ondas’, com três atletas a cada cinco segundos.

A 1ª Fibra Fisio Marathon é uma realização do Centro de Performance e Saúde Grupo do Bay, em parceria com a Fibra Fisio, que é o maior centro de fisioterapia e reabilitação esportiva do Brasil. Patrocinado pela Havan, o evento apresentou quatro modalidades: maratona (42,195km), meia maratona (21,1km), 10km, 5km.

“É a realização de um sonho. Algo que inicialmente foi planejado pequeno, mas que se tornou grande, sobretudo diante da adesão de atletas de todo o país. A boa notícia é que para o próximo ano a maratona já está confirmada e nós vamos fazer de Brusque uma cidade exemplo para o Brasil em corrida de rua”, conta o educador físico do Centro de Performance e Saúde Grupo do Bay, José Armando Vasquez Soto, o Bay.

Responsável pelas planilhas e treinos dos atletas do Grupo, que concluíram 42km e 21km, o educador físico Felipe Ristow, comemorou o sucesso do evento. “É um orgulho trazer esta prova para Brusque, que contou com o engajamento e apoio de toda a cidade. Santa Catarina foi um dos primeiros estados a flexibilizar a prática da corrida de rua e este evento certamente servirá como exemplo para outras maratonas no Brasil”, ressalta.

A fisioterapeuta e sócio-proprietária da Fibra Fisio, Daiane Paza, ressaltou o compromisso do evento em estar garantindo a segurança dos atletas. “Por ser a primeira maratona do Brasil desde o início da pandemia, este maratona chamou a atenção dos atletas. E quem passou pelo evento hoje viu que estamos cumprindo à risca todos os protocolos de segurança”.

O prefeito de Brusque, José Ari Vequi, esteve presente na Vila Schlosser e parabenizou a organização da maratona. “É um evento que vai entrar para a história da nossa cidade, com o desejo de que todos os anos se repita. Foi um bonito espetáculo que acompanhamos nesta manhã”, pontua.

Por fim, o empresário Luciano Hang fez questão de estar na Vila Schlosser antes mesmo do início da primeira largada, às 6h, para saudar todos os participantes. “Ser atleta é se superar todos os dias e Brusque é uma cidade que se supera também todos os dias, através de pessoas que acordam cedo e batalham para chegar em algum lugar”.

Há 17 anos, medalhista olímpico

Foi em 29 de agosto de 2004 que o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima conquistou sua medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia. O episódio foi marcado pelo ataque de um manifestante quando o atleta liderava a prova, já próximo da chegada. Ultrapassado por outros dois corredores, Vanderlei garantiu a medalha de bronze e cruzou a linha de chegada feliz, emocionado, desenhando com as mãos corações pelo ar. Pelo espírito esportivo e exemplo de humildade, Vanderlei se tornou o único atleta latino-americano condecorado com a Medalha Pierre de Coubertin, um reconhecimento de cunho humanitário-esportivo, entregue pelo Comitê Olímpico Internacional.

“É uma sensação indescritível estar em Brusque pela primeira vez, neste dia tão especial, comemorando a conquista da medalha em Atenas, em 2004. Fiquei muito feliz por receber o carinho, o reconhecimento e por dividir esta emoção com todos. É a primeira prova que participo desde o início da pandemia e com total segurança. Se Deus quiser, volto no ano que vem, para abrilhantar o evento, interagir com outros atletas e alavancar a corrida de rua”, comenta Vanderlei, inscrito na meia-maratona.

Outra presença importante na 1ª Fibra Fisio Marathon foi do jornalista, influenciador digital e apresentador do programa Fôlego, Gustavo Maia, que neste momento faz a divulgação do seu livro “Em busca da maratona perfeita”, reunindo as melhores histórias de 70 maratonas concluídas em mais de 30 países. “A pandemia despertou o interesse das pessoas para a corrida de rua e vamos começar a ver o reflexo deste movimento a partir de agora, na realização de provas”, comenta o corredor, que há 14 anos disponibiliza um vídeo por dia em seu canal do Youtube, com conteúdo para atletas iniciantes e avançados. Por conta de uma lesão sofrida recentemente, Gustavo Maia não correu, mas fez uso de uma handbike durante a prova, algo também inédito em sua carreira.

Outro corredor conhecido no Brasil que esteve em Brusque neste domingo foi Sérgio Rocha, jornalista e youtuber, proprietário do canal “Corrida no Ar” e autor do livro “100 coisas que todo corredor deveria saber”. “Estou há dois anos sem correr uma maratona e terminei o percurso ao lado de uma galera legal, em um clima maravilhoso, nem senti o tempo passar. A pandemia ainda não acabou e é preciso parabenizar a organização do evento, pela prova cuidadosa, que seguiu todos os protocolos”, elogia.

Irmãos de corrida

Foram apenas cinco segundos que separaram dois atletas na linha de chegada, cuja amizade iniciada na primeira maratona de Brusque deve seguir pela vida e por outras provas. Quem ocupou o primeiro lugar no pódio dos 42km masculino foi o morador de Guabiruba, Marcio Pasqualini, seguido pelo atleta Joel Rodrigues, de Joinville.

Os dois se conheceram na largada e, quase três horas depois, já se descreviam como “irmãos de corrida”. “O Joel me carregou do segundo quilômetro até o final da prova. Um não desistiu do outro e, graças a Deus, chegamos juntos”, comemora Márcio, 43 anos, que treina todos os dias e mantém dois empregos para o sustento da família e de um filho especial. “Acordo todos os dias às 3h50 para treinar e valeu o esforço. Há três anos pesava 104 quilos e agora estou aqui, sem palavras, ao concluir uma maratona. O trajeto foi espetacular, assim como o staff, a hidratação, só tenho a agradecer”, diz Joel.

A primeira mulher a concluir os 42km, em 3h21h, foi Ana Mara de Campos Scartezini, que veio de Londrina (PR). “Estava me preparando há alguns meses, já sabia que o percurso seria plano e me surpreendi com o tempo, menor do que havia planejado. O clima ajudou muito, estava fresco e sem sol. A hidratação foi ótima, assim como a alegria dos atletas de Brusque, que estão de parabéns”.

Lucas José Petsa, de Curitiba (PR) levou a melhor colocação nos 21km masculino. Há dez anos ele iniciou sua dedicação às corridas e garantiu a oportunidade de participar da primeira maratona de Brusque. “Fiquei muito feliz em estar aqui e também com o resultado. Sabemos que nesta época de pandemia os cuidados têm que ser redobrados e encontramos um evento muito organizado”, acrescentou.

Integrante do Grupo do Bay no programa de meia-maratona, a brusquense Iane Teresinha Lepeck Wanka vibrou com a conclusão deste grande desafio, aos 53 anos. “Segui todas as orientações de preparação e treinei durante cinco meses. O sentimento é de gratidão por todas as pessoas que me incentivaram neste projeto. Sinto uma felicidade imensa por ter conseguido”, revela.

Elenice da Silva Rodrigues foi a campeã nos 10km feminino. Atleta há cinco anos, há seis meses ela veio morar em Brusque e encontrou no Grupo do Bay ainda mais ânimo para correr. “É um sentimento muito bom participar dessa maratona, uma sensação de liberdade e superação dos limites. A família me incentivou muito, sem contar o Grupo do Bay, que me acolheu muito bem. Foi a primeira vez que corri 10km e estou muito feliz e grata. Obrigada por esse evento maravilhoso e agora vou começar a treinar para os 21km”, comentou.

Caique Kelvin Mariano Gonçalves foi o primeiro a chegar na modalidade de 5km masculino. “Treinamos bastante antes da prova, para chegar aqui e ter uma boa colocação. É muita emoção cruzar a linha de chegada e ver que os esforços valeram à pena”, comenta ele que há cerca de sete anos corre.

Prestigiado por atletas e amantes da corrida de rua, a 1ª Fibra Fisio Marathon encerrou por volta das 11h30, com a confirmação da segunda edição do evento em 2022.

Classificação Geral

-5km feminino

1º lugar: Manuela Nascimento Schaefer

2º lugar: Mariza de Fatima Vicentini

3º lugar: Evelise Hort Rodrigues

4º lugar: Jaqueline Aparecida Pereira Flores

5º lugar: Jaqueline Eger Fischer

-5km masculino

1º lugar: Caique Kelvin Mariano Gonçalves

2º lugar: Thiago Zen

3º lugar: Jonas Schurhaus

4º lugar: Ralph Stolt

5º lugar: Alessandre Bueno Gusso

-10km feminino

1º lugar: Elenice da Silva Rodrigues

2º lugar: Thalita Bento Alves

3º lugar: Deise Vorgerau

4º lugar: Grasiela Cognacco

5º lugar: Phamela Cristina Hinhel

-10km masculino

1º lugar: Tiago Mendes Cardoso

2º lugar: Helio Francisco de Oliveira

3º lugar: Thiago Cristian Alves de Melo

4º lugar: Cristiano do Nascimento

5º lugar: Leonardo Castilhos Telles

-21km feminino:

1º lugar: Maria Aparecida Fereira da Silva

2º lugar: Clarice Schmitz Kuhns

3º lugar: Gleisiane de Sousa Moreira

4º lugar: Romi Cristofolini Guedes

5º lugar: Fernanda Carvalho Ferreira

-21km masculino:

1º lugar: Lucas José Petsa

2º lugar: Nilson Rodrigo de Jesus da Rocha

3º lugar: Daniel Rodrigo Maluf

4º lugar: Silvio Schlichiting

5º lugar: Emilio Almeida de Moraes

-42km feminino:

1º lugar: Ana Mara de Campos Scartezini

2º lugar: Elizete de Souza Geanesine Féliz

3º lugar: Angelica Bonomini

4º lugar: Viviane Melissa Portella Lang

5º lugar: Alessandra Trevisan

-42km masculino:

1º lugar: Márcio Pasqualini

2º lugar: Joel Rodrigues

3º lugar: Wilian de Moraes Cardoso

4º lugar: José Eduardo Mota Garcia

5º lugar: Everton Renato Ceccao

Posts Relacionados

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

Diário da Cidade

Restaurantes adotam cardápio digital para otimizar o atendimento

Confira as delícias para celebrar o Dia Nacional da Banana, em 22 de setembro

Rafa Kalimann desabafa: “A mulher é colocada à prova muito mais. É testada muito mais”

Cãominhada será dia 12 de outubro

Livro que ensina a criar seu próprio negócio no mercado digital entra na lista dos mais vendidos

Diário da Cidade

Gêmeas Melissa e Nicole lançam quinto livro da carreira

Raça Negra & Convidados confirmam live no Teatro Bradesco

Garten recebe musical gratuito “A Bela e a Fera” nesta quarta

Diário da Cidade

Capa da Sexy de setembro faz subir a temperatura em Campos do Jordão

“Praça da Pérola” leva os encantos do fundo do mar ao público infantil do Itajaí Shopping

Setembro chega com lançamento de novo trabalho da banda catarinense Stella Folks

Rafa Kalimann – “Preciso ter cuidado e responsabilidade ao me posicionar. Estou influenciando mais de 20 milhões de pessoas”

Artista Plástica Asta dos Reis expõe “Cromoformas” no Garten Shopping

Diário da Cidade

Dia do Cliente: o Rei do Mate anuncia promoção especial para celebrar a data (15/09)

Diário da Cidade

Roteiro de Observação de Aves será lançado na Costa Verde & Mar

Diário da Cidade

Beiramar Shopping promove exposição de motos de colecionadores

Diário da Cidade

Vai Ter Samba neste sábado com Belo, Ferrugem, Akatu e Revelação no Mega Space

Diário da Cidade

Brahma Pela Volta: Marca cria movimento de incentivo à segunda dose da vacina contra a covid-19

Grupo Velocity expande franquia e inaugura sua primeira unidade em Balneário Camboriú