Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Câmara aprova projeto que obriga Município a divulgar lista de pessoas imunizadas contra Covid-19

Proposta está sob análise do Prefeito, que poderá vetar ou sancionar o projeto no prazo de 15 dias úteis

Os vereadores da Câmara Municipal de Tijucas aprovaram o Projeto de Lei nº 08/2021, de autoria do vereador Cláudio Eduardo de Souza (PDT) – o Cláudio do Jornal – que obriga o Município a divulgar a lista de pessoas imunizadas contra Covid-19. Aprovada por unanimidade no dia 15 de março, a proposta foi encaminhada ao Prefeito na terça-feira (16), que decide agora se sanciona ou veta o projeto. O prazo para manifestação é de 15 dias úteis.

De acordo com a redação do projeto, o Município de Tijucas fica obrigado a publicar, na internet, a relação de pessoas que já receberam doses da vacina contra o coronavírus. Além do nome de cada vacinado, a lista deverá conter o bairro do morador; número do cartão de saúde (com apenas cinco dígitos); data de nascimento; estabelecimento de saúde em que foi aplicada a vacina; data da vacinação; grupo prioritário ao qual pertence e nome da vacina empregada.

O conteúdo deve ser disponibilizado em portal próprio para isso, ou no site oficial do Município, por meio de link de acesso à relação de pessoas vacinadas. O projeto ainda prevê que os dados devem ser atualizados diariamente, ficando disponíveis pelo tempo em que perdurar a situação de emergência em saúde pública no país.

Para garantir a transparência das informações sem invadir o direito à privacidade dos vacinados, a proposta também prevê mitigações na exposição dos dados. Na hipótese de a pessoa vacinada pertencer a grupo prioritário em razão da existência de comorbidade, por exemplo, a condição de saúde não deve ser divulgada, preservando assim o direito à privacidade de cada pessoa. Nesses casos, a informação contará apenas com a expressão “grupo de comorbidades”, como forma de demonstrar que o cidadão pertencia a um grupo prioritário.

Ao comentar o projeto, o vereador Cláudio do Jornal (PDT) disse que o processo de vacinação ficará mais claro para a população. “Aquelas perguntas que ouvimos sempre, se alguém tiver dúvida, vai estar lá o nome da pessoa vacinada, vamos poder esclarecer qualquer situação. Isso vai parar com aqueles comentários de que ‘fulano conseguiu [a vacina] para sicrano’. Tudo feito com transparência”, disse.

O parlamentar ainda ressaltou que a aprovação da medida é uma demonstração de transparência por parte dos 13 parlamentares. “Estamos dando esse passo para dizer: estamos aqui para defender o que é justo e para defender a transparência, porque quem não deve, não teme. Então, já agradeço aos vereadores, que deram hoje um grande exemplo de que estamos aqui para fazer diferente em nossa legislatura”, comentou o vereador Cláudio do Jornal (PDT).

Segundo levantamento do vereador, Tijucas possui em caixa R$ 1.402.000,00 em recursos provenientes da União com destinação exclusiva para combate ao coronavírus. Para o parlamentar, esse dinheiro deveria ser investido na compra vacinas para imunização de todos os moradores.

“Agora não é o momento de falarmos em lockdown. Nada de fechar, a vacinação é o essencial. É por isso que temos que lutar agora”, defendeu. Em Carta de Intenções enviada à FECAM, Tijucas manifestou intenção de adquirir 3 mil doses da vacina Sputinik V, número considerado baixo pelo parlamentar, tendo em vista a população total do Município.


Prazo para sanção ou veto

Segundo a Lei Orgânica de Tijucas, recebido o projeto, o Prefeito terá prazo de 15 dias úteis para se manifestar sobre teor da proposta. Nesse caso, poderá sancionar – ou seja, transformar o projeto em lei – ou vetar o projeto, barrando totalmente ou parcialmente a medida. Caso isso ocorra, a proposta retorna ao Poder Legislativo para uma nova análise, momento em que os vereadores devem decidir se mantêm ou se derrubam o veto.

No entanto, passados o prazo sem que o Prefeito tenha se manifestado de qualquer forma, o projeto será considerado sancionado automaticamente. Com o recebimento do projeto no dia 16 de março, o Poder Executivo tem até o dia 06 de abril para se posicionar.

 

Ministério Público é favorável à proposta

Encontra-se em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC) o Projeto de Lei nº 0040.9/2021, do deputado Felipe Estevão (PSL), que visa estabelecer a obrigatoriedade de publicação, na internet, da relação atualizada de pessoas que já receberam doses da vacina contra a covid-19. A proposta serviu de base para o projeto aprovado em Tijucas.

Em nível estadual, o Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Fernando da Silva Comin, e o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina (OAB/SC), Rafael de Assis Horn, enviaram um ofício conjunto ao Presidente da ALESC, Deputado Mauro de Nadal, manifestando apoio ao projeto.

Para o MPSC e a OAB/SC, o projeto é uma oportunidade para que o Estado de Santa Catarina novamente protagonize a construção de um paradigma de transparência no serviço público, desta vez em face dos desafios impostos pela necessidade de imunização célere e ordenada de grandes contingentes populacionais e dada a perspectiva de insuficiência de doses que projeto no médio prazo.

O ofício conjunto ressalta, ainda, que o projeto de lei estabelece salvaguardas importantes aos direitos à intimidade e à privacidade, como a ocultação parcial dos algarismos do CPF dos vacinados e a vedação a que sejam especificadas as condições de saúde dos integrantes do grupo prioritário definido por comorbidades. Dessa forma, equilibram-se transparência e privacidade, no intento maior de atendimento ao interesse público.


Por Rafael Spricigo

Jornalista da Câmara Municipal de Tijucas

Com informações da ALESC, MPSC e OAB/SC

Posts Relacionados

Santa Catarina recebeu mais 152.550 novas doses de vacina contra a Covid-19

Polícia Civil conclui inquérito sobre as mortes em creche de Saudades, no Oeste de SC

Com escritório em Blumenau, Ambev abre mais de 300 vagas para trabalhar com Tecnologia e Inovação

La Niña chega ao fim, mas pode voltar na primavera

Passageira que foi insultada por motorista de aplicativo será indenizada em Balneário Camboriú

Homem é preso com mais de 2.000 comprimidos de anabolizantes em Balneário Camboriú

PA da Barra será reaberto na segunda-feira (17)

Vereador Cláudio do Jornal questiona planos do município para o cemitério de Tijucas

AmpeBr realiza Campanha de Vacinação de 2021 contra a Gripe

Projeto de Lei que cria o “Junho Vermelho” é aprovado por unanimidade

Diário da Cidade

Sete reservatórios de água de Camboriú passam por nova limpeza com a ajuda de mergulhadores

Diário da Cidade

Exposição fotográfica no Balneário Shopping dá visibilidade a mulheres que trabalham na limpeza urbana da cidade

Dinheiro não traz felicidade, mas a falta dele pode acarretar em depressão

Grupo Mulheres ACATE vai mapear o perfil feminino do ecossistema de tecnologia catarinense

BNE promove webinar gratuito para candidatos em busca de oportunidades

Diário da Cidade

Empresa de Palmitos reinventa negócio para se manter no mercado

Diário da Cidade

Inscrições abertas para oficina gratuita de tecnologia para meninas entre 13 e 19 anos

Semana do MEI 2021 auxiliará pequenos negócios catarinenses que desejam ter sucesso na venda de seus produtos e serviços

BC amplia faixa de vacinação de pessoas com comorbidades para 55+

Pastor foge da prisão e vai namorar mulher de companheiro de cela

diariodacidade