Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
BC E CAMB

Campanha “Dar esmola mantém ele na rua” foi lançada nesta terça-feira

Campanha “Dar esmola mantém ele na rua” foi lançada nesta terça-feira

A Prefeitura de Balneário Camboriú apresentou na noite desta terça-feira (13) para população e entidades da Sociedade Civil, a campanha “Dar esmola mantém ele na rua”. O programa tem o intuito de ampliar o trabalho do Resgate Social, estimulando que a população ligue para o 156 em vez de dar esmola, dando oportunidades às pessoas em situação de rua. Cerca de 150 pessoas participaram da reunião.

Entre as ações previstas estão a oportunidade de cursos profissionalizantes e o aumento para duas equipes de abordagem social e uma de resgate. Além disso, a partir do dia 19 de novembro será implantado um Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), na Rua 2000. O local terá vínculo com o Sistema Nacional de Emprego para o cadastro de vagas de emprego. Serão realizadas campanhas de conscientização para que a população não dê esmolas e alimentos, mas liguem para o 156. Para a divulgação da campanha serão feitas peças de campanha com outdoors, spots em rádios, flyers, placas em semáforo, posts em Redes Sociais e mídias espontâneas.

O prefeito Fabrício Oliveira explica que a campanha de conscientização envolverá a comunidade local, que teve a oportunidade de questionar e opinar após a apresentação das ações do Programa. “A sociedade às vezes pensa que dar esmola ajuda a pessoa em situação de rua, na verdade auxilia a manter na rua. O que nós queremos é dar oportunidade, por isso desenvolvemos um trabalho para dar suporte e encaminhamento a essas pessoas. Precisamos conscientizar que as pessoas devem ligar no 156, para o Resgate Social”, disse ele.

“Temos pessoas especializadas e uma Casa de Passagem que dá alimentação, banho e abrigo para estas pessoas. De lá damos encaminhamento para um Centro de Reabilitação de dependentes químicos ou cidade de origem caso necessário”, pontuou a secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social, Christina Barrichello.

Devido ao crescente número de pessoas em situação de rua, a Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, desenvolveu uma pesquisa que levantou o número de andarilhos e quais suas motivações para se manter ali. “Ouvimos os que estão em situação de rua, ONG´S, assistência social e entidades da sociedade civil. A proposta é ter ações efetivas, dando dignidade e oportunidade, pois morar na rua não é feito para ser humano e solidariedade é dar encaminhamento para os órgãos públicos corretos para que essa pessoa possa ser reabilitada, possa voltar para sua família, retornar ao mercado de trabalho”, pontuou a secretária.

Na pesquisa ficou constatado que existem 240 pessoas em situação de rua no município, sendo 42 delas naturais de Balneário Camboriú. Entre as principais motivações estão o alcoolismo ou uso de drogas representando 35,5% dos casos, 29,8% por perda de emprego, 29,1% conflitos familiares e 5,6% estão na rua por problemas mentais. Foi constatado que grande parte reside na região sul e possui ensino fundamental incompleto. Balneário Camboriú, possui 0,56 moradores de rua, a cada mil, um número baixo comparado a grandes cidades do mundo como Nova Iorque que possui 4,5 a cada mil e Rio de Janeiro que possui 1,2 a cada mil.

O Resgate Social realiza 80 abordagens diárias e três operações semanais com a Polícia Militar e a Guarda Municipal. Em agosto foram realizados 612 atendimentos, setembro 1034 acolhimentos e em outubro 1100. No total foram cedidas 219 passagens de ônibus para as pessoas voltarem para sua cidade.

Reuniões, de caráter consultivo, para apresentar a proposta foram realizadas com o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), Observatório Social e Ministério Público durante a semana passada.

Em caso de presenciar uma pessoa em situação de rua, ligue para o Resgate Social no 156.

_________________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social
(47) 3363-2745

Related posts

Consulado do Flamengo em Balneário Camboriú organiza ação de inverno solidário

Handebol de Balneário Camboriú disputa Liga SC nesse fim de semana

Regulariza BC foi prorrogado até 15 de agosto e não terá atendimento nesta quinta e sexta-feira

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: