Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
ENTRETENIMENTO

Como os idosos devem lidar com o isolamento

Especialista dá dicas de como manter a saúde mental

A pandemia de Covid-19 impôs uma nova rotina às pessoas. Prevenção e isolamento são duas das palavras mais usadas há meses. E no caso dos idosos, os cuidados devem ser redobrados. Muitos que mantinham uma rotina intensa de atividades voltadas para a prevenção de doenças neurodegenerativas e psicossomáticas, como o Alzheimer, por exemplo, agora se deparam com outro desafio: como manter a mente ativa nesse período de confinamento e privação das relações sociais.

Pensando nisso, Nadia Benitez, psicopedagoga, especialista em neuropedagogia e CEO da rede de cursos Ginástica do Cérebro, referência nacional em estimulação cognitiva, preparou exercícios lúdicos para exercitar a mente em casa e superar o isolamento social. Confira:

1- Crie uma rotina: a rotina faz com que o idoso fique menos ansioso. É na rotina que você encontra metas e objetivos. Defina atividades e horários;

2- Adaptar exercícios: para os idosos acostumados a fazer caminhadas e exercícios ao ar livre, adapte estes exercícios para conseguir fazer dentro de casa. É o momento de usar e abusar da criatividade;

3- Livros, filmes e jogos: são boas distrações, ajudam a passar o tempo e ainda estimulam o cérebro. É importante que o tema destas atividades sejam alegres e positivos;

4- Manter contato: quarentena não é abandono. É importante manter contato com os idosos por meio de ligações, chamadas de vídeo, envio de fotos e vídeos, por exemplo;

5- Ambiente digital: trazer esse mundo da tecnologia para benefício dos idosos. Apresente o Youtube, as ferramentas de pesquisa, de chamadas de vídeo, jogos, etc. Um idoso pode, por exemplo, conhecer um museu. Diversos museus do mundo todo oferecem visitas virtuais;

6- Jogos de tabuleiro: para idosos não familiarizados com a tecnologia, vale apresentar jogos de tabuleiro. É possível criar momentos de descontração e ainda estimular o cérebro;

7- Oferecer apoio: idosos podem ser dependentes emocionalmente. É de suma importância manter o contato e oferecer apoio. Oferecer-se para ir ao mercado, à farmácia, por exemplo. Prestar suporte nesse momento de tensão.

Quer saber mais dicas e de forma gratuita? Acesse https://conteudo.ginasticadocerebro.com.br/apostilaexercitamente e conheça diversas atividades que podem ser feitas em casa!

Mais informações em www.ginasticadocerebro.com.br

Posts Relacionados

Shopping Itaguaçu apresenta campanha com foco em inovação

Depois da Tempestade: o desespero do término e a importância do amor próprio

Victor Bonini assina contrato com Grupo Editorial Coerência para novo livro

Cervejaria Dádiva marca mês de setembro com novidades

Vendas de livros crescem durante pandemia e autores sentem diferença

Acibalc realiza painel online para debater o novo método de pagamento do Banco Central

Cinco autores de fantasia nacional para você conhecer ainda nessa quarentena

Bibi lança calçado com ação antiviral que protege contra o coronavírus

Diário da Cidade

Beneficiários do Auxílio Emergencial têm acesso ao Corujinha Social

Diário da Cidade

Em setembro, gaúcho tem ingresso diferenciado no Fun Museu

Telma Brites assina contrato para lançar nova edição da trilogia Gaia

Diário da Cidade

A vida no campo e o amor pela pintura compõem novo livro de Natalia Moreno

Diário da Cidade

Circuito de Cicloturismo da Costa Verde & Mar receberá novidades quando a situação de emergência for superada

Cerveja Beck’s vai transformar a icônica tenda do Green Valley em peças de moda exclusivas

Patrícia Vittorini fecha contrato para lançar seu terceiro livro

Diário da Cidade

Fun Museu lança experiência em realidade aumentada

Roda gigante de Balneário Camboriú já tem nome: FG BIG WHEEL

Catarinense Escola Superior de Cerveja e Malte exporta conhecimento cervejeiro para o quinto país e chega a Portugal

Diário da Cidade

Escritora levanta reflexões sobre divergências ideológicas em seu primeiro livro de distopia

Cervejaria Dádiva adere ao projeto Black is Beautiful e produz receita colaborativa com o EAP idealizada nos EUA em prol da igualdade racial

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: