Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Balneário Camboriú e Camboriú

Condomínio no Bairro Pioneiros é multado por extravasamento de esgoto

Um condomínio localizado na Rua Miguel Matte, no Bairro Pioneiros, foi autuado nesta segunda-feira (04), pelo Programa Se Liga na Rede da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA) por extravasamento de esgoto na rua. A denúncia de esgoto irregular foi feita no balcão de atendimento da EMASA por uma moradora do condomínio. Nesta terça-feira (05), uma nova denúncia foi feita e o imóvel foi intimado pelos departamentos de Vigilância Sanitária e fiscalização do Meio Ambiente, com prazo para regularizar a situação.

O imóvel teve a suspensão da coleta de esgoto pela EMASA no dia 17 de outubro, por inadimplência e a cobrança está ajuizada em fase de execução.

Após a denúncia na segunda-feira (04), a equipe do Se Liga na Rede esteve ao local e durante a fiscalização foi identificado por teste de corante que a Caixa de Inspeção (CI) interna estava extravasando, infiltrando no muro e escorrendo a céu aberto pela Rua Valmor Boaventura. “Como não havia ponto para lacre foi emitido o auto de infração com multa de 10 UFM por unidade autônoma e prazo de cinco dias para regularização”, disse a fiscal Sanitarista, Beatriz Nunes, destacando que esse esgoto cai na drenagem pluvial com destino final o Rio Marambaia.

No momento da vistoria na segunda-feira (04), o zelador acionou o caminhão contratado pelo Condomínio que fez a sucção e o esgoto parou de extravasar pela rua. Mas, nesta terça-feira (05), uma moradora voltou ao atendimento da Emasa para fazer uma nova denúncia de esgoto irregular. “Segundo ela, dentro do condomínio existem vários bueiros e o esgoto está caído lá e indo direto na rede de drenagem e no rio”.

A equipe do Se Liga na Rede retornou ao local e acionou a fiscalização do Meio Ambiente e Vigilância Sanitária para nova vistoria e confirmaram que continuava extravasando esgoto irregular. “O subsíndico recebeu a intimação da Vigilância com prazo de três dias para regularizar e do Meio Ambiente com cinco dias. Também foi até a delegacia para o registro de um Boletim de Ocorrência por se tratar de crime ambiental”, completou a fiscal, mencionando que todo processo será enviado ao Ministério Público.

Related posts

Mais de 950 alunos do 9° ano da Rede Municipal se formam nesta semana

Secretaria de Educação de Camboriú divulga edital para transferência de CEIs

Se Liga na Rede identifica imóvel com ligação irregular na Avenida Palestina

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: