Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Coronavírus em SC: PGE atua em mais de 80 ações judiciais para garantir cumprimento de decretos do Estado

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Nos últimos 30 dias, desde que o Estado de Santa Catarina passou a adotar medidas restritivas e de isolamento social para conter a disseminação da Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuou em mais de 80 ações judiciais sobre o assunto. Os processos tratam de questões relacionadas às normativas do Poder Executivo, como os decretos do governador Carlos Moisés e as portarias da Secretaria de Estado da Saúde.

“As medidas do Governo de Santa Catarina prevendo restrições à atividade econômica e à circulação de pessoas têm o objetivo de prevenir e conter o contágio do novo coronavírus como uma política pública sanitária e epidemiológica. E é função da PGE prestar a orientação e fazer a defesa dessas decisões para que o Estado tenha segurança jurídica”, reforça o procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza.

O coordenador do Núcleo dos Tribunais da PGE, o procurador do Estado Felipe Wildi Varela, explica que a atuação da Procuradoria nas ações relacionadas ao coronavírus não se restringe apenas a defender as normas impostas pelo Estado, mas também esclarecer o direito das pessoas físicas e jurídicas que ingressam com as ações, o que tem gerado resultados positivos para todas as partes envolvidas.

“A nossa atuação tem sido peculiar nesse período da pandemia do coronavírus. Mais do que defender os decretos e as normas questionadas por quem ajuíza as ações, a PGE tem se pautado pelo real espírito de justiça. Nós prestamos esclarecimentos sobre o que pode e o que não pode e, em muitas situações, nós informamos que os interessados têm, sim, o direito de manter a atividade econômica”, observa Varela.

Os processos recebidos pela PGE nesse período questionam a legalidade e a constitucionalidade das normas expedidas pelo Governo do Estado e também buscam o reconhecimento ou o enquadramento nas situações descritas como serviços essenciais para que a atividade econômica possa ser mantida. São ações nas mais diferentes áreas como alimentação, hotelaria, serviços de saúde, indústria, material de construção, importação e distribuição, navegação e comércio em geral.

“É uma questão de equilíbrio entre o interesse da coletividade, que é a garantia da Saúde, e a necessidade de manter os serviços essenciais sem desconsiderar as atividades de apoio correlatas”, diz o procurador. Ele observa que a atuação da Procuradoria vem surtindo bons resultados ao se levar em consideração o número de ações extintas e indeferidas pela Justiça catarinense, que tem demonstrado, de modo geral, apoio às normas de restrição impostas pelo Poder Executivo.

Posts Relacionados

Hospital Marieta inicia vacinação de profissionais da linha de frente nas UTIs Covid

Mercado Livre lança programa para formar jovens do entorno de sua operação em Gov. Celso Ramos (SC)

Hospital Marieta recebe novo equipamento angiógrafo

Primeiro a tomar a vacina em SC pede que população se imunize “em nome do amor”

INSS: o que muda para quem quer se aposentar em 2021

Casal chapecoense atinge teto de faturamento do MEI em nove meses

Motorista embriagado causa acidente na Estrada da Rainha

Diário da Cidade

Academia Municipal do Pontal Norte estabelece novas regras de funcionamento

Coollabore Art Park une criatividade, inovação e arte de rua em projeto inédito em Itajaí

Stone leva Camboriú à Times Square

Procedimento inédito para tratamento de câncer é realizado no estado

Diário da Cidade

Tinta, tela e pincel: conheça André Baía e a técnica que ajuda cegos a enxergarem através da arte.

Ciclone provoca vento forte no fim de semana

Câmera ao vivo Praça Almirante Tamandaré Balneário Camboriú – Live cam

Diário da Cidade

Canal do Porto de Itajaí Ao Vivo!

Roda Gigante Balneário Camboriú Big Wheel Câmera ao vivo

Diário da Cidade

Justiça de SC decide que não há vínculo de emprego da Uber com motoristas

Federação Catarinense de Municípios faz parceria com Butantan para adquirir a vacina Coronavac

PMSC lança campanha de Natal para arrecadar brinquedos ou alimentos para entidades beneficentes

Denúncias de violações contra mulheres, crianças, idosos e pessoas com deficiência crescem quase 33% em 2020

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: