Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Coronavírus em SC: PGE atua em mais de 80 ações judiciais para garantir cumprimento de decretos do Estado

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Nos últimos 30 dias, desde que o Estado de Santa Catarina passou a adotar medidas restritivas e de isolamento social para conter a disseminação da Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuou em mais de 80 ações judiciais sobre o assunto. Os processos tratam de questões relacionadas às normativas do Poder Executivo, como os decretos do governador Carlos Moisés e as portarias da Secretaria de Estado da Saúde.

“As medidas do Governo de Santa Catarina prevendo restrições à atividade econômica e à circulação de pessoas têm o objetivo de prevenir e conter o contágio do novo coronavírus como uma política pública sanitária e epidemiológica. E é função da PGE prestar a orientação e fazer a defesa dessas decisões para que o Estado tenha segurança jurídica”, reforça o procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza.

O coordenador do Núcleo dos Tribunais da PGE, o procurador do Estado Felipe Wildi Varela, explica que a atuação da Procuradoria nas ações relacionadas ao coronavírus não se restringe apenas a defender as normas impostas pelo Estado, mas também esclarecer o direito das pessoas físicas e jurídicas que ingressam com as ações, o que tem gerado resultados positivos para todas as partes envolvidas.

“A nossa atuação tem sido peculiar nesse período da pandemia do coronavírus. Mais do que defender os decretos e as normas questionadas por quem ajuíza as ações, a PGE tem se pautado pelo real espírito de justiça. Nós prestamos esclarecimentos sobre o que pode e o que não pode e, em muitas situações, nós informamos que os interessados têm, sim, o direito de manter a atividade econômica”, observa Varela.

Os processos recebidos pela PGE nesse período questionam a legalidade e a constitucionalidade das normas expedidas pelo Governo do Estado e também buscam o reconhecimento ou o enquadramento nas situações descritas como serviços essenciais para que a atividade econômica possa ser mantida. São ações nas mais diferentes áreas como alimentação, hotelaria, serviços de saúde, indústria, material de construção, importação e distribuição, navegação e comércio em geral.

“É uma questão de equilíbrio entre o interesse da coletividade, que é a garantia da Saúde, e a necessidade de manter os serviços essenciais sem desconsiderar as atividades de apoio correlatas”, diz o procurador. Ele observa que a atuação da Procuradoria vem surtindo bons resultados ao se levar em consideração o número de ações extintas e indeferidas pela Justiça catarinense, que tem demonstrado, de modo geral, apoio às normas de restrição impostas pelo Poder Executivo.

Posts Relacionados

Edson Piriquito anuncia Ademar Schneider como vice-candidato em Balneário Camboriú

Diário da Cidade

Acidente fatal causa lentidão na BR-101 em Balneário Camboriú

Propagandas políticas deverão conter audiodescrição e interpretação de Libras

Setembro Amarelo: a importância de falar sobre a prevenção do suicídio

Novos prefeitos precisarão acelerar o saneamento

Balneário Camboriú registrou 17 novos casos de Covid-19

Câmara de Balneário Camboriú retoma atendimento ao público externo

Edson Piriquito é definido como Pré-Candidato a Prefeito em Balneário Camboriú

MDB Balneário Camboriú realizará convenção no próximo dia 12/09 e lançará Edson Piriquito

Saúde da Mulher: câncer no colo do útero

Transferência de Messi pode ser mais cara do que as quatro maiores da história somadas

Diário da Cidade

IFC busca voluntários para acolhimento de futuros cães-guia

INSS notifica beneficiários por cartas físicas e digitais enviadas pelos Correios

Interditado o cultivo de moluscos de Laranjeiras e Barra em Balneário Camboriú

Udesc segue entre melhores universidades no ranking global da Times Higher Education

Mesmo com empréstimo de 30 milhões “requalificação” não passou no Nova Esperança

59 vagas de emprego abertas em Balneário Camboriú e região

Homem de 54 anos é a 67ª vítima do coronavírus em Balneário Camboriú

Confira o boletim epidemiológico de Camboriú

Cerveja Corona cria iniciativa para apoiar financeiramente o turismo local

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: