Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Corpo de pescador desaparecido no RJ é encontrado em praia de SC

Marcelo da Silva Barbosa foi visto pela última vez em embarcação com mais dois amigos.

O corpo de Marcelo da Silva Barbosa foi encontrado preso a uma boia em Florianópolis (SC) — Foto: Redes Sociais/Reprodução

O corpo de um dos três pescadores que desapareceram no Rio de Janeiro foi localizado pelos bombeiros na Praia Mole, em Florianópolis, na quinta-feira (25). Marcelo da Silva Barbosa, de 38 anos, foi sepultado nesta segunda-feira (1º) no Cemitério Xavier, no Rio de Janeiro, informou a Associação de Moradores da Muzema.

De acordo com os bombeiros catarinenses, o corpo de Marcelo foi avistado em alto mar por pescadores, por volta das 7h, e estava preso a uma boia. A equipe de busca e salvamento foi acionada e retirou a vítima da água. Segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP), a identificação foi feita pela arcada dentária e o corpo dele foi liberado no sábado (27).

O corpo de Marcelo foi identificado através de um exame de radiografia odontológico enviado pela família — Foto: Redes Sociais/Reprodução

O corpo de Marcelo foi identificado através de um exame de radiografia odontológico enviado pela família — Foto: Redes Sociais/Reprodução

De acordo com o perito odontolegista do Instituto Médico Legal (IML) de Florianópolis, Paulo Miamoto, o método utilizado para a identificação tem o mesmo grau de precisão das impressões digitais e do DNA. Segundo ele, a família enviou radiografias da arcada dentária de Marcelo e, após 24 horas, a confirmação foi concluída.

“O método foi aplicado neste caso em função de o exame de impressões digitais não ter sido viável, uma vez que o corpo já se encontrava em estado avançado de decomposição, com perda de qualidade das impressões digitais presentes. O exame de arcada dentária é uma alternativa para estas situações”, disse o perito.

Marcelo e mais dois amigos teriam saído da Praia dos Amores para o alto mar e foram vistos pela última vez às 15h de 13 de janeiro. Segundo familiares, eles são moradores das comunidades da Tijuquinha e da Muzema, no Itanhangá.

Por meio de nota, no domingo (28), o Comando do 1º Distrito Naval da Marinha do Brasil confirmou que o corpo encontrado em Santa Catarina é de um dos pescadores desaparecidos a bordo da embarcação “Ressaca I”, no sul do Rio de Janeiro no dia 13 de janeiro.

Na última foto publicada em uma rede social, em dezembro de 2020, Marcelo aparece pescando — Foto: Redes Sociais/Divulgação

Na última foto publicada em uma rede social, em dezembro de 2020, Marcelo aparece pescando — Foto: Redes Sociais/Divulgação

Posts Relacionados

Balneário Camboriú e Camboriú terão nova edição do Selo Social

Idoso de 80 anos vai se recuperar da Covid-19 com atendimento domiciliar

Representante do Ministério das Comunicações apresenta como as Prefeituras catarinenses devem se preparar para a chegada do 5G

Problemas de audição podem causar atraso na fala das crianças

Corrida de rua une adeptos em preparação para maratona e meia maratona

Escola Irlandesa oferece 100 bolsas de intercâmbio no exterior exclusiva para brasileiros

Aprovado projeto que garante acessibilidade em banheiros a ostomizados

Dois aeroportos de Santa Catarina serão concedidos à iniciativa privada

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

Imposto de Renda 2021: quem deve declarar, como e quando

10 atitudes urgentes para adequar o orçamento em tempos de pandemia

Myra 2021 amplia sessões de leitura on-line para alunos da rede pública

Fisioterapeuta do Hospital Marieta dá dicas básicas para recuperação de pacientes pós-internação por Covid-19

Estudo norte-americano aponta que vacina da gripe pode reduzir gravidade da COVID-19 e até ajudar a evitar contaminação

Saúde, bem-estar e autocuidado são temas do projeto MULTI+Saúde

Movimento Transforma Brasil amplia campanha de acolhimento psicológico pela internet

Brasileiro vê economia do País e a própria melhorarem só em 2022

Pagamento do novo auxílio emergencial começa na próxima terça-feira

SENAC oferece cursos gratuitos para jovens de Balneário Camboriú

Loterias desta sexta-feira (26) sorteiam R$14,1 milhões