Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
ENTRETENIMENTO

Correios celebra 150 anos do Chorinho com lançamento de selo e Roda de Choro Virtual

Os Correios lançaram ontem (23), Dia Nacional do Choro, a “Emissão Postal Comemorativa 150 anos do Chorinho”. O bloco postal comemorativo tem a forma de dois instrumentos muito característicos deste importante gênero musical brasileiro: o bandolim e o pandeiro – além de ter em sua composição a lua em um céu estrelado atrás dos Arcos da Lapa, berço da boemia carioca e onde o chorinho fez sua morada.

A tarifa de cada selo é R$ 2,05, referente ao 1º porte da carta, totalizando R$ 12,30 o valor da folha. A emissão tem tiragem de 60 mil blocos. As peças já estão disponíveis nas principais agências de todo o país e, também, na loja virtual dos Correios. Mais informações sobre o selo também no Blog da Filatelia.

Roda de Choro Virtual – Ainda para marcar os 150 anos do Chorinho, uma corrente do bem está sendo formada: os Correios convidam a todos a participar de uma grande “Roda de Choro Virtual”. A iniciativa objetiva homenagear grandes nomes que fazem parte dessa história, que ficou consagrada com Pixinguinha. Artistas como Hamilton de Holanda e seu irmão, Fernando Cesar, além de grandes escolas de música, tais como o Clube do Choro e a Casa do Choro, já fazem parte dessa roda.

Para participar da iniciativa é simples:

  1. Escolha sua música de Chorinho preferida;
  2. Grave um vídeo com a sua apresentação musical;
  3. Publique nas redes sociais. Você pode fazer isso de três formas:

Post: Publique seu vídeo gravado como post e marque as hashtags #filatelia, #correiosoficial,  #chorinho e #150anosdoChorinho;

Stories: No seu vídeo gravado marque @correiosoficial, para compartilharmos e criarmos a grande roda;

Live: Se possível, divulgue antes da live um post e marque as hashtags #filatelia, #correiosoficial, #chorinho e #150anosdoChorinho.

A Roda de Choro sempre foi essencial para a preservação e a renovação deste importante gênero da música popular brasileira. Neste ambiente de aprendizagem coletiva, os chorões criam seu repertório, compartilhando uma linguagem que é, ao mesmo tempo, musical e social. Embora na década de 60 e metade da década de 70 tenha ficado afastado dos meios de comunicação, o Choro teve a roda como importante espaço de interação entre músicos, fazendo com que surgisse uma nova geração que contribuiria substancialmente para essa linguagem musical.

Dentre os compositores pioneiros que ajudaram a dar características e consolidar o Chorinho como gênero musical, estão o maestro e pianista Henrique Alves de Mesquita; a maestrina e pianista Chiquinha Gonzaga; o maestro, professor e regente Anacleto de Medeiros, e o pianista Ernesto Nazareth.

Posts Relacionados

Shopping Itaguaçu apresenta campanha com foco em inovação

Depois da Tempestade: o desespero do término e a importância do amor próprio

Victor Bonini assina contrato com Grupo Editorial Coerência para novo livro

Cervejaria Dádiva marca mês de setembro com novidades

Vendas de livros crescem durante pandemia e autores sentem diferença

Acibalc realiza painel online para debater o novo método de pagamento do Banco Central

Cinco autores de fantasia nacional para você conhecer ainda nessa quarentena

Bibi lança calçado com ação antiviral que protege contra o coronavírus

Diário da Cidade

Beneficiários do Auxílio Emergencial têm acesso ao Corujinha Social

Diário da Cidade

Em setembro, gaúcho tem ingresso diferenciado no Fun Museu

Telma Brites assina contrato para lançar nova edição da trilogia Gaia

Diário da Cidade

A vida no campo e o amor pela pintura compõem novo livro de Natalia Moreno

Diário da Cidade

Circuito de Cicloturismo da Costa Verde & Mar receberá novidades quando a situação de emergência for superada

Cerveja Beck’s vai transformar a icônica tenda do Green Valley em peças de moda exclusivas

Patrícia Vittorini fecha contrato para lançar seu terceiro livro

Diário da Cidade

Fun Museu lança experiência em realidade aumentada

Roda gigante de Balneário Camboriú já tem nome: FG BIG WHEEL

Catarinense Escola Superior de Cerveja e Malte exporta conhecimento cervejeiro para o quinto país e chega a Portugal

Diário da Cidade

Escritora levanta reflexões sobre divergências ideológicas em seu primeiro livro de distopia

Cervejaria Dádiva adere ao projeto Black is Beautiful e produz receita colaborativa com o EAP idealizada nos EUA em prol da igualdade racial

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: