Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

CPDA do Costao do Santinho Resort recebe certificação do serviço de inspeção municipal (SIM) de Florianópolis

O Centro de Processamento de Alimentos (CPDA) do Costao do Santinho Resort recebeu o Selo de Inspeção Municipal nº 074 para unidade de recebimento e manipulação de pescado. A cerimônia de certificação foi realizada no final da manhã desta quarta-feira (5), com as presenças do prefeito de Florianópolis, Topázio Silveira Neto, do empresário Fernando Marcondes de Mattos, fundador do Costao, além dos copresidentes, Leonardo Freitas e Cleiton Tabalipa, e da diretora Comercial e de Marketing, Daniela Rocco.

A cerimônia também foi prestigiada pela secretária de Turismo, Esporte e Cultura, Zena Becker; pelo secretário executivo de Desenvolvimento Econômico Ciência e Tecnologia, Juliano Richter Pires; e pelo subsecretário de Pesca, Maricultura e Agricultura, Laurentino Benedito Neves; além de fiscais do serviço de inspeção e os responsáveis técnicos do CPDA, Ari Cattani e Gabriela Auth. Após a cerimônia, todos acompanharam a linha de processamento do CPDA, devidamente protegidos por toucas e propés descartáveis, conforme rege a legislação sanitária.

Recentemente construído, o CPDA atendeu às normas do Serviço de Inspeção Municipal de Florianópolis (SIM-Fpolis), estando apto a receber as mais diversas espécies diretamente do pescador para manipular e ofertar nos restaurantes do resort. “Queremos fazer um agradecimento ao trabalho realizado pela prefeitura de Florianópolis, que tem essa visão de proporcionar esse momento. A certificação foi idealizada há anos pelo doutor Fernando e, com ela, vamos movimentar a comunidade e servir um produto ainda mais fresco”, declarou o copresidente, Leonardo Freitas.

Anualmente, o Costao do Santinho Resort contabiliza um consumo de 330 toneladas de pescado nos restaurantes do empreendimento, tendo como parceiros os pescadores de diversas localidades da Ilha, como Barra da Lagoa, Moçambique, Santinho, Ingleses, Lagoinha, entre outros. “O mérito está na equipe técnica das secretarias, que vem trabalhando e vencendo barreiras, fazendo um serviço de inspeção municipal com credibilidade. A certificação, além de trazer uma qualidade maior para o consumidor, beneficia muito o nosso pescador”, declarou Topázio.

SAIBA MAIS SOBRE O SIM-FPOLIS

A Lei Municipal nº 10.728, de 26 de junho de 2020, foi criada e regulamentada pelo município de Florianópolis por meio do Decreto nº 24.444, de 22 de novembro de 2022, no sentido de permitir, mediante cumprimento de regras sanitárias pré-definidas, que os restaurantes possam obter pescado diretamente dos pescadores artesanais e aquicultores. A legislação tem como objetivo promover o consumo de pescados da região, respeitar a sazonalidade das espécies, valorizar o pescador artesanal, encurtar a cadeia produtiva (“do mar à mesa”) e garantir a segurança alimentar, dentre outros benefícios que a norma fomenta.

Fotos crédito: Costao/Divulgação

Posts Relacionados

Costao do Santinho Resort conquista selo de aprovação do Prêmio Melhores Destinos 2023/2024

Multimodal no Brasil: desafios e oportunidades estarão em debate no Logistique Summit 2024

Região Sul e cidades abaixo de 10ºC: Você sabe como preparar a sua casa?

Inscrições para o maior concurso da história da Educação de Santa Catarina iniciam nesta terça

Julho Amarelo: mês é destinado ao reforço de ações de vigilância e prevenção das hepatites virais

Chapecó recebe a 8ª edição da maior feira gratuita de móveis de SC

Tratamento de Águas, Qualidade do Ar e suas tendências relacionadas ao ESG para o setor AVACR será o tema abordado de evento em Santa Catarina

Cidades do Vale do Itajaí oferecem benefícios fiscais relacionados à construção civil

Anúncio da bandeira tarifária amarela reforça a importância da energia solar no Brasil

ExpoMAR terá programação especial voltada às mulheres dos setores da economia azul