Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Defesa civil passa a fazer parte do currículo do ensino fundamental

Foto: Divulgação/Defesa Civil

De forma inédita no Brasil, Santa Catarina passa a incluir oficialmente a temática de proteção e defesa civil no currículo das escolas públicas e privadas. A inclusão foi instituída por decreto assinado pelo governador Carlos Moisés da Silva e pelo chefe da Defesa Civil do Estado, David Busarello, e torna obrigatória a participação de instituições de ensino fundamental no Programa Defesa Civil na Escola. A alteração no currículo vai alcançar cerca de 100 mil alunos matriculados nos 6º e 7º anos.

O estado de Santa Catarina fica localizado no maior corredor meteorológico da América do Sul, o que causa a recorrência de eventos extremos. A iniciativa busca ampliar a percepção de risco desde o período escolar, promovendo a mudança de cultura na área de proteção e defesa civil, com o foco de preservar vidas e reduzir os prejuízos.

O Programa, criado pela Defesa Civil de Santa Catarina, coloca a temática ao alcance da vida escolar, capacitando professores e alunos para a redução de risco e de desastres, permitindo a participação, de forma compartilhada e eficaz, junto à comunidade e a Defesa Civil de cada município. Segundo David Busarello, as atividades desenvolvidas também focam a ampliação da percepção de risco. “Formando cidadãos conscientes e preparados para enfrentar os eventos meteorológicos que ocorrem no estado, estamos construindo uma sociedade mais consciente e resiliente. Acima de tudo, buscamos formar multiplicadores, tanto os professores nas escolas, quanto os alunos junto às famílias”, disse.

As primeiras atividades do Programa, como projeto-piloto, ocorreram em 2013 nos municípios de Criciúma, Xanxerê e Rio do Sul. A partir daí, ganhou corpo e se expandiu para diversos municípios. De 2013 a 2018, foram atendidos 6.986 alunos e 1.699 professores. A partir de 2017, foi realizada a primeira capacitação de professores a partir da cooperação técnica com o Instituto Federal Catarinense, Campus Camboriú. Em 2019, o projeto se transformou em Programa e foi firmado Termo de Cooperação Técnica com a Secretaria de Estado da Educação. Com a entrada do tema no currículo, foram atendidos 974 educandos.

No ano de 2020, o Programa teve um grande salto com a participação de 59 escolas e a capacitação de 266 professores, o que resultou no atendimento de 1.770 alunos. A iniciativa continuou sendo impulsionada pela Defesa Civil estadual e, no último ano, a plataforma de educação a distância foi ampliada. Atualmente, estão sendo capacitados 1.327 profissionais da educação em todo o estado. A perspectiva é de que sejam atendidos 12.350 estudantes de 166 escolas da rede pública, em 105 municípios catarinenses.

Anteriormente, as escolas entravam no Programa por meio de adesão espontânea; com o Decreto todas as escolas de Santa Catarina, públicas e privadas, deverão oferecer a matéria no 6º ou no 7º ano. As unidades escolares terão até 2024 para se adequarem à iniciativa.

Posts Relacionados

No Dia Mundial da Limpeza, neste sábado (18), Fort Atacadista patrocina mutirão de limpeza em Balneário Camboriú

Fort Atacadista sorteia 22 carros 0km neste sábado (18)

Ri Happy oferece vagas de empregos temporárias em Balneário Camboriú

Camboriú fará parte do roteiro de observação de aves da Costa Verde e Mar

BC amplia para 83+ o reforço da vacina contra Covid-19 nesta sexta-feira

BC amplia para 15+ a vacinação contra Covid-19 em adolescentes nesta quinta-feira

Professoras da Rede Municipal lançam livro sobre experiências na alfabetização

Atletismo de Balneário Camboriú recebe homenagem por desempenho internacional

Diminuição de casos graves de Covid-19 permite redução de leitos de UTI

Educação de Balneário Camboriú divulga 31° Chamada do Fila Única

Censo Populacional dos Animais termina dia 27 de setembro

Handebol de Balneário Camboriú vence Etapa Sul da Liga Nacional Cadete

Estão proibidos novos empreendimentos que façam sombra na Praia Brava, em Itajaí (SC)

Campanha da FEMAMA convoca população a aumentar possibilidades de tratamento de câncer de mama no SUS

Ansiedade atinge 9,3% da população brasileira e traz prejuízos também para crianças e adolescentes

Próteses auditivas discretas e tecnológicas ajudam a derrubar o preconceito contra a surdez

Médico Perito explica detalhes sobre a aposentadoria por invalidez

Conscientização e fiscalização: palavras-chave para diminuir a mortalidade de animais marinhos

Loja da Águas de Camboriú tem novo horário de atendimento ao público

Prefeitura de Camboriú abre inscrições para contratação temporária de operário braçal