Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
ENTRETENIMENTO

Dicas de como evitar golpes digitais em transações bancárias

Para não cair em golpes virtuais é preciso estar atento à segurança digital, recomenda especialista

 

A pandemia do novo coronavírus nos aproximou ainda mais do mundo virtual: as transações que podem ser realizadas pela internet vêm facilitando o dia a dia de muitos brasileiros, mas é preciso ter cuidado com os golpes virtuais. O aumento das operações digitais aparece acompanhado de constantes casos de invasão a dispositivos tecnológicos. Ligações, mensagens e fraudes costumam ser usadas como ferramentas para burlar a segurança digital.

De acordo com Emmanoel Monteiro, professor e coordenador dos cursos de tecnologia da Faculdade Estácio de Natal, “a maioria das instituições bancárias já investe em seus aplicativos para torná-los seguros aos usuários, resta ao cidadão seguir algumas recomendações para se proteger dos possíveis golpes”. É importante, alerta ele, ficar informado sobre como essas armadilhas acontecem.

Esses golpes estão cada dia mais inovadores. Por meio deles, bandidos criam aplicativos que simulam app’s oficiais, como por exemplo o do auxílio emergencial; se passam por funcionários de bancos; acessam celulares e, com isso, descobrem senhas, endereços e dados que deveriam estar protegidos. Um golpe muito comum é o recebimento de uma ligação e, em seguida, a solicitação do código gerado pelo WhatsApp. Com os números em mão, os golpistas clonam a conta do app do serviço de mensagens e enviam pedidos de depósitos e transferências a amigos da vítima.

O especialista em tecnologia afirma ainda que a segurança em aplicações bancárias via aplicativos deve seguir recomendações simples, porém eficazes: “manter o sistema do dispositivo atualizado; evitar acessar apps bancários por rede pública aberta (wifi desconhecido); habilitar a verificação em duas etapas, isso aumenta a segurança; monitorar as contas com frequência para identificar transações suspeitas; ter uma senha segura, ou seja, sem informações que possam ser identificadas no seu perfil pessoal como data de aniversário, número do CPF ou número de identidade”, aponta Monteiro.

Posts Relacionados

3 autoras de romance para ler ainda este ano

Diário da Cidade

Músico catarinense Gui Franzói lança single e inicia novo momento na carreira

Escritora lança série de vídeos no Youtube sobre a literatura africana

Cerveja Corona lança linha exclusiva de produtos em colaboração com marca de Garopaba

Shopping Itaguaçu apresenta campanha com foco em inovação

Depois da Tempestade: o desespero do término e a importância do amor próprio

Victor Bonini assina contrato com Grupo Editorial Coerência para novo livro

Cervejaria Dádiva marca mês de setembro com novidades

Vendas de livros crescem durante pandemia e autores sentem diferença

Acibalc realiza painel online para debater o novo método de pagamento do Banco Central

Cinco autores de fantasia nacional para você conhecer ainda nessa quarentena

Bibi lança calçado com ação antiviral que protege contra o coronavírus

Diário da Cidade

Beneficiários do Auxílio Emergencial têm acesso ao Corujinha Social

Diário da Cidade

Em setembro, gaúcho tem ingresso diferenciado no Fun Museu

Telma Brites assina contrato para lançar nova edição da trilogia Gaia

Diário da Cidade

A vida no campo e o amor pela pintura compõem novo livro de Natalia Moreno

Diário da Cidade

Circuito de Cicloturismo da Costa Verde & Mar receberá novidades quando a situação de emergência for superada

Cerveja Beck’s vai transformar a icônica tenda do Green Valley em peças de moda exclusivas

Patrícia Vittorini fecha contrato para lançar seu terceiro livro

Diário da Cidade

Fun Museu lança experiência em realidade aumentada

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: