Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Itajai Navegantes

Em audiência pública no Senado Federal, representantes locais defendem a manutenção da autoridade portuária no Porto de Itajaí

A Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado Federal debateu nesta terça-feira (26) a proposta de privatização do Porto de Itajaí. Representantes locais que participaram da audiência se mostraram contrários à mudança na autoridade portuária. O presidente da Câmara de Vereadores de Itajaí, Marcelo Werner (PSC), participou do debate.

“Estamos aqui em Brasília trabalhando para que o município de Itajaí não tenha prejuízo nesse novo modelo portuário.  Queremos que o Porto continue sendo gerido pela administração pública, mas que os berços sejam privatizados para que a iniciativa privada possa investir e tornar o nosso Porto ainda mais competitivo”, ressalta Werner.

Após a audiência, ficou acordado que o município de Itajaí apresente, em até dez dias, um relatório com a sinalização do que o município entende que deve continuar com a gestão pública para que assim as lideranças políticas possam buscar novas audiências, tanto com o ministro dos portos como com presidente da República.

Autor do requerimento para o debate, o senador Esperidião Amin (PP-SC) disse que há clareza quanto ao fato de que a administração do porto de Itajaí já tem caráter privado. Ele afirmou, no entanto, em entrevista à Agência Senado, que a intenção dos representantes locais é manter um agente público como regulador do complexo quando da renovação de contrato de parceria prevista para o próximo ano.

“Uma autoridade portuária enxuta, com força, é o que a gente pretende. O modelo catarinense é um caso de sucesso, mesmo sem ferrovia interligando os portos, o que é um sonho desde 1870, mesmo sem essa facilidade e sem a via portuária concluída. O que queremos é aprimorar. Nós queremos focar em como a autoridade portuária pode ser pública, representando interesses do grande complexo, com capacidade regular” ponderou o senador.

Também participam o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, o vereador Beto Cunha (PSDB), o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Itajaí, Thiago Morastoni, o superintendente do Porto de Itajaí, Fabio da Veiga, e o prefeito de Navegantes, Libardoni Lauro Claudino Fronza.prefeito de Navegantes, Libardoni Lauro Claudino Fronza.

Posts Relacionados

Concurso cultural “Nossa Água, Nossa Vida” premia escolas de Penha

SENAR/SC promove 20 cursos gratuitos no vale do Itajaí em dezembro

Diário da Cidade

FAE Business School em Itajaí (SC) vai realizar curso na área de negócios em novembro e dezembro

Audiência pública vai discutir proposta de adequação do Código Urbanístico

Técnico de handebol Drean Farencena Dutra é homenageado na Câmara de Itajaí

Agência do Sebrae Itajaí passa a atender em novo endereço

Especialista em macrófita do ISI Biomassa-MS visita captações de água na cidade de Penha

Procuradoria da Mulher de Navegantes participa do 1º Encontro Estadual na Alesc

Caixinhas de som podem ser proibidas nas praias de Itajaí

Alínea Reserva Itajaí é o novo condomínio na cidade que mais cresce em Santa Catarina

Águas de Penha apresenta programa de incentivo à igualdade racial à comunidade

Porto de Itajaí é contemplado com o Prêmio Via Viva 2021

Edital de Convocação de Assembleia Geral Ordinária para Eleições

Sessão extraordinária desta sexta (22) terá em pauta doação de terreno para construção da sede da AMA

Mastologista do Hospital Marieta reforça estudo recente que aponta queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Voluntários da Câmara participaram do Pedágio da Rede Feminina de Combate ao Câncer

“Políticas Públicas para as Mulheres” será tema de Audiência Pública na quinta-feira (28)

Hospital Marieta testa tecnologia cirúrgica com vídeo em 3D

Legislativo e RFCC chamam atenção para o Outubro Rosa e Pedágio Solidário

Semasa lança portal com informações sobre as obras de esgoto