Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Empreendimento de Florianópolis é exemplo de práticas sustentáveis

MULTI Open Shopping carrega na essência a preocupação em seguir iniciativas que ajudem a construir um mundo melhor

 

As boas práticas de sustentabilidade estão presentes no MULTI Open Shopping muito antes do empreendimento, que se tornou referência para a região Sul da Ilha de Santa Catarina, ser construído. Localizado no Rio Tavares, em Florianópolis, o shopping a céu aberto carrega na sua essência a preocupação em seguir, e colocar em prática, iniciativas que ajudem a construir um mundo melhor. Tanto que é pioneiro na promoção da economia sustentável e no incentivo do consumo de alimentos agroecológicos e da produção familiar.

“Pensamos o MULTI como um local que pudesse promover a qualidade na rotina da vida das pessoas. Aqui você encontra lojas, operações gastronômicas, serviços, clínica médica, cinema e ainda profissionais liberais e diversas empresas nas 155 salas dos offices. No entanto, priorizamos desde o projeto uma série de pontuações e iniciativas sustentáveis que ajudam no cuidado com o meio ambiente em que vivemos”, destaca Sabrine Quarezemin, superintendente do MULTI.

A gestora de marketing do MULTI, Clarissa Carvalho, acrescenta que o open shopping atua na produção de felicidade com sustentabilidade, buscando sempre respeitar os recursos naturais, humanos, econômicos e sociais.

“Nossas atitudes na rotina operacional do condomínio e administração do open shopping buscam contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU)”, enfatiza Clarissa.

O empreendimento focado na busca da construção de um mundo mais sustentável, saudável, bem como numa sociedade justa e inclusiva. E para isso, coloca em prática uma série de iniciativas que ajudam a proporcionar bem-estar e qualidade de vida.

 

Práticas sustentáveis no MULTI:

 

– Estação Própria de Tratamento de Efluentes: inserido num dos principais bairros da Capital catarinense, o MULTI conta com uma Estação Própria de Tratamento de Efluentes. Essa gestão eticamente correta atende todas as exigências legais obrigatórias do plano diretor do município para o tratamento de resíduos.

 

– Coleta da água da chuva:  quatro caixas armazenam a água da chuva. Duas estão localizadas na cobertura e as outras duas, no subsolo. Juntas elas armazenam cerca de 11 mil litros de água, que são utilizadas na limpeza e irrigação dos jardins do empreendimento.

 

– Energia solar: é o único empreendimento a ter um modelo pioneiro na implementação de um sistema de energia solar na Grande Florianópolis. O modelo de zero investimento é fruto de uma parceria com a ElektSolar Innovations, que integra um dos offices, e um fundo de investimentos europeu. Desenvolvido desde 2018, o projeto teve a instalação de 75 módulos fotovoltaicos em abril de 2020 e outros 50 módulos em março de 2021 em cima do Bloco B. Atualmente são 125 módulos fotovoltaicos que geram energia suficiente para abater 75% do consumo de energia elétrica em áreas comuns do condomínio.

 

– Vagas de carros elétricos: estão em funcionamento, no estacionamento coberto no subsolo do empreendimento, quatro vagas para carros elétricos. A energia é proveniente das placas solares instaladas na cobertura do empreendimento.

 

– Bicicletário: o MULTI disponibiliza, desde a inauguração, bicicletários para estimular seus frequentadores a ter um estilo de vida saudável ao transitar de bicicletas.  Inicialmente eram 20 vagas, atualmente são 60, que estão localizadas nos estacionamentos da fachada e dos fundos do empreendimento. No subsolo disponibilizamos vagas cobertas para motos, também utilizadas por modelos de bike elétricas atualmente.

 

– Lixo zero: sem canudos e copos de plástico:  a utilização de canudos alternativos no MULTI começou antes mesmo da inauguração, ocorrida em 23 de março de 2018. O Botânico Colheita Criativa, restaurante que integra o mix gastronômico, abriu em fevereiro de 2018 no formato soft opening e trouxe a ideia do uso de canudos feitos de papel, macarrão, inox ou de vidro. Os demais restaurantes também foram se adequando, a fim de minimizar os resíduos plásticos no open shopping. Atualmente não são oferecidos mais canudos e copos plásticos descartáveis.

 

 – Coleta seletiva: o condomínio ampliou a área de descarte de resíduos de suas operações, seguindo as normas da ISO 14001 com coletores sinalizados e separados por tipo de resíduos. São coletores específicos para vidros, plásticos e papelão, que são destinados para reciclagem.

 

– Coleta de óleo: as operações gastronômicas participam do programa ReÓleo, desenvolvido pela Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF).  O mesmo atua de maneira efetiva na redução do impacto que o óleo de cozinha provoca no meio ambiente e também na conscientização do descarte adequado do óleo saturado vegetal. São coletados recipientes com óleos que servem como base para a produção de sabão.

 

– Coleta de lixo eletrônico: o empreendimento conta com um Ponto de Entrega Voluntário (PEV) para resíduos eletroeletrônicos. A parceria com a empresa Weee.do e ACIF, busca oferecer aos moradores da região um espaço para o descarte de resíduos eletroeletrônicos com segurança e a garantia de uma destinação adequada.

 

– Compostagem: o processo faz parte da postura e comportamento da gestão do MULTI junto a parceiros a fim de dar continuidade a iniciativas que busquem o cuidado ao meio ambiente. A empresa responsável pela coleta seletiva, tratamento e destinação adequada dos resíduos das operações gastronômicas para a compostagem é a Agroecológica Serviços Ambientais. Para o andamento do serviço, cada operação fez o investimento de bombonas de 50 litros de acordo com gravimetria (medição dos resíduos) da operação para a destinação dos resíduos internamente no restaurante até a chegada dos técnicos que pesam os resíduos e fazem a coleta para a destinação adequada. Esse é um custo extra para as operações e que visa, além da adequação à legislação, uma prática sustentável do negócio. A empresa recolhe três vezes por semana os resíduos das operações gastronômicas, além de demandas de pequenos geradores, pela prática da coleta do baldinho.

Posts Relacionados

Imóveis comerciais de alto padrão transformam perfil do mercado de negócios no litoral de Santa Catarina

“Produção Orgânica de Pitaia” é foco de curso em Araranguá

Natacha Kamila lança álbum visual com paisagens catarinenses

Diário da Cidade

Hospital Regional do Oeste credenciado para atender pacientes com AVC

Imóveis comerciais de alto padrão transformam perfil do mercado de negócios no litoral de Santa Catarina

Diário da Cidade

Dos 2.500 empregos a serem gerados pela RNI cerca de 500 é em Santa Catarina

TRT-SC ABRE INSCRIÇÕES PARA SEMANAS DE CONCILIAÇÃO E EXECUÇÃO

Stone abre vagas de emprego em três municípios de Santa Catarina

Fisioterapia tem sido aliada no tratamento de sequelas pós- AVC

Centros de conciliação homologam mais de R$ 93 milhões em acordos trabalhistas no primeiro semestre em SC

Registro de Propriedades em SC é destaque no relatório do Banco Mundial

Grupo do Bay apresenta Fibra Fisio Marathon ao prefeito Ari Vequi

Warm Up Opcon 2021: evento nesta quinta discute a era da voz e estratégias para tirar proveito dela

Diário da Cidade

Inverno e coronavírus: nutricionista indica ações que reforçam a imunidade

Atacadista comemora números expressivos em campanha promocional

Educação oferece 2,4 mil vagas para cursos técnicos gratuitos em SC

Lei proíbe cobrança de taxas abusivas por universidades privadas em Santa Catarina

Udesc sobe 29 posições no ranking e está entre as melhores da América Latina

Sebrae/SC lança o programa Cidade Empreendedora em Porto Belo

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música