Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Empresa desenvolve equipamento para coleta de lixo reciclável

Empresa curitibana está desenvolvendo um equipamento com capacidade de separar automaticamente o resíduo reciclável, por meio da inteligência artificial e visão computacional.
A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) apoia um projeto na área de sustentabilidade que promete inovar a coleta seletiva de resíduos recicláveis. A proposta é da empresa curitibana Ciclefy Engenharia, que está desenvolvendo um equipamento com capacidade de separar automaticamente o resíduo reciclável, por meio da inteligência artificial e visão computacional.
De acordo com Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o índice nacional de reciclagem no Brasil é de apenas 3%. Os dados constam no mais recente Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, com dados coletados em 2018 e analisados em 2019.
Jorge Callado, diretor-presidente do Tecpar, afirma que o instituto tem apoiado a inovação no Paraná, se posicionando como parceiro de empresas e empreendedores que têm projetos voltados ao uso da ciência e tecnologia para o desenvolvimento sustentável.
“Uma das áreas mais promissoras que temos apoiado é a de tecnologia sustentável, capaz de oferecer benefícios à sociedade e contribuir para a economia circular, que propõe uma nova maneira de consumo, integrando aspectos sociais, econômicos e ambientais”, ressalta Jorge Callado.
SELECIONADA – Segundo o gerente do Setor de Parques e Incubadoras Tecnológicas, Gilberto Passos Lima, a Ciclefy participou de todo o processo seletivo previsto no edital, que consiste em etapas como a avaliação por uma banca de especialistas das áreas técnica, financeira e comercial.
O projeto apresentou uma solução ambiental para separação de resíduos e a utilização da inteligência artificial para automatizar esse processo. Durante as primeiras fases do programa de incubação será validada a solução nos clientes, identificando gargalos tecnológicos como design, por exemplo.
O apoio da incubadora do Tecpar irá se dar também para conhecimento de mercado, identificando formas de alavancar o empreendimento e torná-lo bem-sucedido.
INCUBADA – A Ciclefy atua na gestão de resíduos, com foco em condomínios. Vicenzo Freeze Agustini, CEO da empresa, conta que a ideia do equipamento surgiu ao perceber a necessidade de otimizar a coleta de recicláveis.
Segundo ele, o equipamento poderá resolver o problema do alto custo da coleta de resíduos, aliado a um serviço com baixa customização. O público-alvo são condomínios, órgãos públicos e empresas que aplicam ou precisam recuperar as suas embalagens do meio ambiente.
“O mercado de recuperação de embalagens ainda é algo novo e vem sendo desenvolvido conforme a legislação se torna mais exigente. Este equipamento vai permitir maior aproveitamento na recuperação de embalagens, especialmente de instituições de grande porte que têm metas de logística reversa a cumprir”, afirma o CEO da Ciclefy.
Na logística reversa, o fluxo segue o caminho desde o ponto de consumo até sua origem. O objetivo é preservar a natureza com a destinação ambientalmente correta de resíduos, reinserindo-os em novos ciclos produtivos.
COMO FUNCIONA – O equipamento conta com um aparato circular e câmera de reconhecimento que gira em torno do objeto depositado na lixeira. Este processo permite coletar imagens da embalagem. De posse das imagens, o sistema identifica o tipo de resíduo depositado e, através da automação, separa por tipo. O sistema de reconhecimento autônomo é capaz de reconhecer cinco tipos de resíduos: plástico, lata, papel/papelão e embalagem cartonada (tipo tetrapak).
Atualmente o protótipo, que utiliza tecnologia nacional, está na fase de aperfeiçoamento no sistema de identificação. A previsão é que esteja finalizado até junho de 2021.
LEGISLAÇÃO – Para tornar mais sustentáveis os processos de aquisição de produtos no Paraná, em fevereiro deste ano o governador Carlos Massa Ratinho Júnior sancionou a lei 20.132/19 que determina que os fornecedores devem fazer o recolhimento e destinação dos produtos pós-consumo, introduzindo a logística reversa nas compras feitas pelo Estado.

Posts Relacionados

BR Distribuidora e Lojas Americanas anunciam joint venture no segmento de conveniência

Diário da Cidade

O oligopólio dos ônibus e sua guerra de fake news

A Cultura do Cancelamento: autor alerta para o perigo dos rótulos na internet e o inconsciente coletivo

Especialistas apontam operadoras de celular com melhor custo-benefício no Sul

Franquia de casa de repouso é investimento aquecido pela pandemia e aumento da população de idosos

Diário da Cidade

Rip Curl confirma ‘Grom Search apresentado por Praia da Grama’

Diário da Cidade

54% dos brasileiros devem levar marmita para o trabalho, aponta pesquisa

Sustentabilidade da pecuária no Nordeste exige cercas eficientes e duráveis

STARTUP CURITIBANA INOVA E REALIZA O SONHO DE BRASILEIROS QUE DESEJAM VIAJAR PARA O EXTERIOR

Preço da gasolina sobe pela quarta vez somente neste ano

Construindo Letras: Projeto de alfabetização beneficia colaboradores de canteiros de obras

COPPEAD lança em fevereiro/21 a edição do MBA Executivo online e ao vivo

Acordo integra Disque 100 a cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos

Ônibus não é táxi. Buser não é Uber.

Poliedro oferece aulão on-line gratuito de redação para a Fuvest e aponta o que esperar da 2ª fase

Renovigi lança sistema de energia solar off-grid inovador

Diário da Cidade

Demanda no setor de serviços cresce 63% no Brasil em 2020, aponta pesquisa

Diário da Cidade

DHL assume gestão logística do aftermarket de peças da Volvo Cars no Brasil

Diário da Cidade

Manaus sedia primeira fase de pesquisa sobre uso de proxalutamida contra a Covid

Novozymes doa 100 computadores para crianças e adolescentes

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: