Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Entenda o desabastecimento gerado pela crise do coronavírus

Por Sheynna Hakim Rossignol

A pandemia de COVID-19 vem causando uma série de situações até então jamais vivenciadas em todo mundo. O isolamento social adotado para conter a proliferação da doença impôs a necessidade de uma mudança de comportamento que abrangeu não apenas as relações sociais, familiares e de trabalho, mas, especialmente, a atitude de cada um de nós diante das incertezas.

A preocupação quanto a um eventual desabastecimento é uma das questões que mobiliza a população neste momento. Com receio de que determinados produtos se tornem escassos, as pessoas têm colaborado justamente para que isso aconteça ao realizar estoques. Como consequência imediata, temos a alta de preços e a falta de produtos no mercado.

Foi o que ocorreu com o botijão de gás. O Chama é um aplicativo de delivery de botijões de gás de cozinha que existe desde 2016 e no qual exerço a função de Presidente no Brasil. Atuando em oito capitais em um total de mais de 100 municípios pelo país, possuímos o número de 5 milhões de downloads. Deste total, 500 mil foram realizados em um único dia no final de março, quando a ferramenta passou a ter acessos recorde que ocasionaram o congestionamento de nossos servidores.

Conforme pudemos observar, a partir do dia 15 de março – quando muitas pessoas passaram a adotar o confinamento – houve uma mudança nítida no comportamento dos consumidores. Um exemplo: mais de 95% dos pedidos que chegaram ao Chama desde seu lançamento era de apenas uma unidade de botijão, mas isso mudou e passou para no mínimo dois logo que as pessoas começaram a ficar em casa. Para agravar a situação do desabastecimento, a Petrobras havia desacelerado sua produção, já que a crise do coronavírus causou forte queda do consumo da gasolina. Além disso, em São Paulo, uma manutenção realizada no duto de que liga Santos a Mauá também colaborou com a escassez.

Com tantas questões envolvidas dificultando a compra do produto, os preços passaram a subir. Mas ao contrário do que se imagina, isso não ocorreu porque a demanda motivou as revendas a quererem o máximo de lucro possível em um momento tão crítico, mas por que cada uma delas teve seus gastos aumentados para conseguir manter seus estabelecimentos abastecidos e ativos.

Mesmo assim, para proteger o consumidor que viu o preço do gás disparar, o Procon e o Sindicato das Empresas Representantes de Gás Liquefeito de Petróleo da Capital e dos Municípios da Grande São Paulo (Sergás) fecharam um acordo que limita o preço de venda do botijão de gás de cozinha de 13 kg a R$ 70. Este fato também colaborou para o agravamento da dificuldade na compra do produto, pois com isso as revendas deram férias a seus motoristas e passaram a disponibilizar o botijão apenas no local.

No ápice da crise de oferta, revendedores nos relataram que tiveram caminhões cercados por pessoas revoltadas com a falta dos botijões em um momento em que todos estão utilizando mais gás. Importante notar que uma das resoluções da Agência Nacional de Petróleo proíbe o transporte de gás por veículos não autorizados, no entanto, com o desespero proveniente da falta do produto, as pessoas estão colocando botijões dentro de porta-malas, se colocando em risco.

No momento, a situação para as revendas está um tanto mais próxima da normalidade, pois a Petrobras já reiniciou sua produção, o duto está em pleno funcionamento e os estabelecimentos voltaram a receber o produto. No entanto, como a crise originada pelo coronavírus ainda não tem previsão para acabar, não é possível prever se as pessoas mudarão sua conduta. Mesmo agora, com o início da recuperação da oferta, o Chama ainda tem registrado acessos três vezes acima do normal.

Precisamos nos adaptar a uma nova realidade devido à pandemia e, para isso, é preciso entender que talvez o mundo nunca mais volte a ser como era antes. Por mais assustador que esta constatação possa ser, não significa que seja negativa: as pessoas perceberam que podem se manter próximas mesmo através da tecnologia, os métodos de trabalho foram simplificados com o home office e, sobretudo, estamos caminhando para um consenso de que a solidariedade é vital para todos. Isso inclui, inclusive, a adoção de uma conduta individual de consumo consciente, sem estoque de produtos para evitar desabastecimento de produtos de primeira necessidade.

*Sheynna Hakim Rossignol é Presidente do aplicativo Chama no Brasil, marketplace que conecta revendedores de botijões de gás a clientes lançada em dezembro de 2016.

Posts Relacionados

Empresas de ônibus no Brasil e no exterior adotam inovações da Marcopolo para evitarem contaminações por coronavírus

diariodacidade

Pandemia provoca onda de solidariedade e doações atingem cifras recordes

diariodacidade

Infracommerce participa da oitava edição do Webinar Food Connections

diariodacidade

O impacto da Covid-19 no mercado de energia solar

diariodacidade

Confira 21 dúvidas sobre o direito do trabalhador em meio à pandemia

diariodacidade

Cartórios do Brasil atuarão na proteção patrimonial e pessoal de idosos

diariodacidade

Equipamento disponibiliza álcool em gel gratuitamente em locais públicos

diariodacidade

Align Technology Doa 32 mil Protetores Faciais para Hospitais do Brasil

diariodacidade

Raios ultravioleta como potencializadores na esterilização de ambientes contra o Coronavírus

diariodacidade

Cultura Inglesa aposta em ensino por meio de games e atividades culturais durante as férias

diariodacidade

Americanas se torna parceira estratégica do UNICEF e doa 180 mil kits de higiene e limpeza para famílias vulneráveis com idosos

diariodacidade

Na corrida contra lixões, Abetre e MMA lançam plataforma de controle de resíduos

diariodacidade

Mês do Orgulho LGBTQIA+ é marcado por debate nas empresas sobre diversidade e inclusão

diariodacidade

ANS determina cobertura obrigatória de testes rápidos para COVID-9 a planos de saúde

diariodacidade

Capacidade de leitos de UTI em hospital de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, dobra após doação da Taurus

diariodacidade

Telemedicina ajuda a cuidar da saúde mental em meio à pandemia

diariodacidade

AstraZeneca e governo Brasileiro assinam acordo para a distribuição e produção da vacina da Universidade de Oxford no País

diariodacidade

De professora de educação física a competidora Força Bruta

diariodacidade

Fortlev expande conectividade e segurança da rede Wi-Fi com soluções Aruba

diariodacidade

Biogen lança plataforma online sobre atrofia muscular espinhal

diariodacidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: