Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Equipamento disponibiliza álcool em gel gratuitamente em locais públicos

Em Santa Catarina, Chapecó já conta com equipamento disponível para uso – crédito Divulgação Icehot, Alex Oliveira

Chapecó é a primeira cidade do estado de Santa Catarina a oferecer o dispositivo à comunidade
Na corrente de boas ideias capazes de ajudar a conter a pandemia do novo coronavírus, uma startup combinou criatividade e inovação para oferecer uma importante contribuição social. O resultado foi o ‘Icegel’, peça de mobiliário urbano que permite às pessoas higienizarem as mãos de forma prática, segura e gratuita em locais públicos.
O equipamento tem sistema de acionamento por um pedal. Basta pressioná-lo e uma porção do desinfetante é disponibilizada para esterilização, sem qualquer contato manual com o dispositivo. Cada totem disponibiliza 1 litro de álcool em gel por dia, suficiente para 1,5 mil aplicações. Em uma semana – período de autonomia do equipamento antes do reabastecimento – são 10,5 mil acionamentos, higienizando as mãos de um volume significante de pessoas.
“Criarmos essa solução para ajudar a atender as recomendações das autoridades sanitárias que preconizam a higiene das mãos como forma de prevenir o contágio pelo novo coronavírus. Nosso objetivo é dar mais segurança e proteção às pessoas que estão fora de casa devido aos compromissos do dia a dia. Com a colaboração de todos, será possível manter esse benefício até o final da pandemia”, ressaltam os idealizadores da iniciativa, Alex Oliveira e Samuel Panta, sócios da startup Icehot, criadora do Icegel.
Em Santa Catarina, o Icegel já está instalado na cidade de Chapecó, em três pontos: no Centro, no bairro Efapi e no terminal de ônibus). A CDL de Chapecó é parceira da startup na implantação do dispositivo no município.
Facilitando o habito de higienizar as mãos
A startup estendeu a boa ideia para outra solução que ajuda as pessoas a manterem a higiene das mãos em qualquer situação e criou, também, o FácilGel. O dispenser disponibiliza pequenas porções do desinfetante para que a pessoa possa fazer a esterilização das mãos. Seu acionamento, por um pedal, evita qualquer contato manual com o aparelho, diferencial que é mais uma garantia de proteção contra o vírus.
“As aplicações do FácilGel são inúmeras: em indústrias, para facilitar a higienização de colaboradores em espaços comuns, em estabelecimentos comerciais como lojas e restaurantes, e em qualquer ponto onde haja circulação de pessoas. É uma forma prática e inteligente de atender ao cumprimento de uma norma que beneficia a todos”, explicam os idealizadores Alex Oliveira e Samuel Panta.
Idealizado no formato vertical, o dispenser tem aproximadamente um metro de altura e dez centímetros de largura, dimensões que permitem a instalação em qualquer local. Sua estrutura de base e pedal são feitas em inox e ACM importado e, também, plástico extravirgem, quatro vezes mais resistente que o PVC – aumentando a durabilidade (com seis meses de garantia por parte do fabricante) e facilitando a mobilidade. Não é necessária conexão com pontos de energia elétrica para o funcionamento do equipamento. O sistema tem capacidade para atender até cinco mil aplicações por carga – sua capacidade permite armazenar três litros de álcool em gel.
Já disponível para encomenda, as empresas interessadas podem aproveitar a oferta de lançamento e adquirir o FácilGel por R$ 299,00 a unidade. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail vendas@facilgel.com.br ou no site www.facilgel.com.br.

Pandemia fez empresa inovar

Tanto Icegel quanto o Fácilgel são criações da startup gaúcha Icehot. Seu ingresso no mercado data de 2018, quando apresentou uma solução igualmente inovadora: um equipamento que disponibiliza gratuitamente água quente e gelada em locais públicos, com praticidade e assepsia. Sucesso no Rio Grande do Sul, a peça de mobiliário urbano logo se multiplicou por cerca de 20 cidades no estado, e também ganhou versão móvel, ideal para atender a eventos.
“Estávamos com uma expectativa muita boa para 2020, fabricamos mais de 20 equipamentos para instalar no primeiro semestre, totalizando mais de 400 mil em investimento. Porém, com o início da pandemia, recebemos solicitações para postergar as instalações. Diante da situação, buscamos uma solução que seguisse nosso propósito de oferecer mais saúde e qualidade de vida às pessoas. Foi então que surgiu o Icegel e, depois, o Fácigel. Agora, estamos em busca de mais empresas dispostas a patrocinar a iniciativa para que possamos implantar novos equipamentos em breve”, pontuam os idealizadores. Mais informações no site www.icehot.net.br.

Posts Relacionados

O oligopólio dos ônibus e sua guerra de fake news

A Cultura do Cancelamento: autor alerta para o perigo dos rótulos na internet e o inconsciente coletivo

Especialistas apontam operadoras de celular com melhor custo-benefício no Sul

Franquia de casa de repouso é investimento aquecido pela pandemia e aumento da população de idosos

Diário da Cidade

Rip Curl confirma ‘Grom Search apresentado por Praia da Grama’

Diário da Cidade

54% dos brasileiros devem levar marmita para o trabalho, aponta pesquisa

Sustentabilidade da pecuária no Nordeste exige cercas eficientes e duráveis

STARTUP CURITIBANA INOVA E REALIZA O SONHO DE BRASILEIROS QUE DESEJAM VIAJAR PARA O EXTERIOR

Preço da gasolina sobe pela quarta vez somente neste ano

Construindo Letras: Projeto de alfabetização beneficia colaboradores de canteiros de obras

COPPEAD lança em fevereiro/21 a edição do MBA Executivo online e ao vivo

Acordo integra Disque 100 a cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos

Ônibus não é táxi. Buser não é Uber.

Poliedro oferece aulão on-line gratuito de redação para a Fuvest e aponta o que esperar da 2ª fase

Renovigi lança sistema de energia solar off-grid inovador

Diário da Cidade

Demanda no setor de serviços cresce 63% no Brasil em 2020, aponta pesquisa

Diário da Cidade

DHL assume gestão logística do aftermarket de peças da Volvo Cars no Brasil

Diário da Cidade

Manaus sedia primeira fase de pesquisa sobre uso de proxalutamida contra a Covid

Novozymes doa 100 computadores para crianças e adolescentes

Ministério quer aprimorar o acesso aos direitos humanos de imigrantes venezuelanos

Diário da Cidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: