Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES Noticia BR

Estadão põe em dúvida exames de Bolsonaro

Estadão’ põe em dúvida exames de Bolsonaro

Estadão coloca “em letra de forma” o que grande parte dos brasileiros pensa: é estranha a forma dos resultados dos exames apresentados por Jair Bolsonaro ao STF:

Um dos três exames de covid-19 apresentados pelo presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF) não possui CPF, RG, data de nascimento nem qualquer outra informação que vincule o laudo médico ao chefe do Executivo ou a qualquer outra pessoa. No papel da Fiocruz, atribuído pela Advocacia-Geral da União (AGU) a Bolsonaro, aparece apenas uma identificação de nome: “paciente 5”. O mesmo não ocorre nos outros dois laudos, feitos pelo laboratório Sabin.
Nos dois exames do Sabin, constam codinomes (Airton Guedes e Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz), mas esses documentos informam dados pessoais do presidente da República – a data de nascimento, RG e CPF são do próprio Bolsonaro.
Segundo a Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, a legislação “impõe a correta identificação do paciente no momento da coleta de amostra biológica e da entrega do laudo, inclusive com a apresentação de documento de identidade civil”. A resolução 302/2005 da Anvisa exige que o laboratório clínico e o posto de coleta laboratorial solicitem ao paciente documento que comprove a sua identificação. O cadastro do paciente deve incluir número de registro de identificação do paciente gerado pelo laboratório, o nome dele; idade, sexo e procedência, entre outras informações.

É, claro, uma completa tolice, do ponto de vista objetivo. Nenhum governante, daqui ou de fora, perdeu um grama de popularidade quando se revelou contaminado pelo novo coronavírus.

Bolsonaro não seria pior ou melhor se o resultado do teste fosse positivo, como boa parte das pessoas acredita que tenha sido depois daquela “comitiva do vírus” aos Estados Unidos, quando foi bajular Donald Trump.

Mas ele usa tudo, inclusive a verdade mais simplória, para fazer-se de vítima de um perseguição de qualquer uma que defina como inimigo: a imprensa, o judiciário, a opinião pública.

Bolsonaro, o algoz, adora o papel de vítima.

 

Posts Relacionados

Edson Piriquito anuncia Ademar Schneider como vice-candidato em Balneário Camboriú

Diário da Cidade

Acidente fatal causa lentidão na BR-101 em Balneário Camboriú

Chegada da primavera acende alerta para aumento de casos de catapora

Propagandas políticas deverão conter audiodescrição e interpretação de Libras

Setembro Amarelo: a importância de falar sobre a prevenção do suicídio

Novos prefeitos precisarão acelerar o saneamento

Balneário Camboriú registrou 17 novos casos de Covid-19

Câmara de Balneário Camboriú retoma atendimento ao público externo

Estudo clínico da vacina AZD1222 é reiniciado no Brasil

Edson Piriquito é definido como Pré-Candidato a Prefeito em Balneário Camboriú

ESET alerta sobre roubo de dados bancários de jogadores de Fortnite e outros games online

MDB Balneário Camboriú realizará convenção no próximo dia 12/09 e lançará Edson Piriquito

Saúde da Mulher: câncer no colo do útero

Transferência de Messi pode ser mais cara do que as quatro maiores da história somadas

Diário da Cidade

Vencedores do 2º Desafio COLETIVO de inovação no transporte público serão escolhidos nesta sexta-feira

Diário da Cidade

IFC busca voluntários para acolhimento de futuros cães-guia

INSS notifica beneficiários por cartas físicas e digitais enviadas pelos Correios

Interditado o cultivo de moluscos de Laranjeiras e Barra em Balneário Camboriú

Pesquisa aponta que 85% dos pais brasileiros não acreditam que escolas estão preparadas para ensino remoto

Udesc segue entre melhores universidades no ranking global da Times Higher Education

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: