Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Itajai Navegantes

FIESC, SESI e SENAI apresentam soluções e estreitam relações com prefeituras do Vale do Itajaí Mirim

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), SENAI e SESI da região de Brusque promoveram, na manhã desta quarta-feira (15) um encontro de aproximação entre instituições e prefeituras municipais de Brusque, Nova Trento, Guabiruba e Botuverá, além das secretarias de Educação. O objetivo da reunião foi de debater o cenário empresarial e industrial da região, e buscar soluções para demandas que surgem das empresas relacionadas principalmente aos profissionais especializados.

Para se ter uma ideia, entre janeiro e novembro de 2023 foram criadas 101.062 vagas com carteira assinada em Santa Catarina, o quinto lugar em geração de empregos no Brasil conforme dados divulgados pelo Governo Federal, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O setor da indústria foi um dos que mais gerou vagas, com 16.486 oportunidades.

Há alguns anos, contudo, têm-se notado a falta de mão-de-obra em diversos segmentos de trabalho e, conforme Silvana Meneghini, diretora do SENAI e SESI, este problema ultrapassa o estado e chega a ser uma demanda nacional.

“Nossa intenção com este encontro é que, em conjunto, consigamos alcançar soluções para este problema de falta de profissionais especializados. SESI e SENAI como instituições de ensino, juntos com o poder público municipal, podem construir alternativas que promovam o despertar deste jovem para o mundo do trabalho,  bem como desenvolvermos alternativas de requalificação para aquelas pessoas que já estão no mercado,  porém buscam uma evolução profissional”, completa ela.

Durante a reunião, o SENAI apresentou cursos que podem despertar o interesse dos jovens ainda em fase escolar, como de Aprendizagem Industrial e Gestão Financeira, por exemplo.

A intenção, conforme esclarece Silvana, é de que os estudantes tenham contato desde cedo com novas profissões e, assim, possam fazer escolhas profissionais que agradem seu gosto pessoal e que também sejam ofertadas em larga escala na região.

De acordo com o prefeito de Brusque, André Vecchi, o município tem “uma lista constantemente aberta no SINE com vagas aguardando o preenchimento, mas sem mão de obra qualificada, pessoas sem formação”, explica. Por esta razão o incentivo à educação se torna tão importante dentro das escolas e comunidades.

O desafio é apresentar oportunidades para que jovens, e pessoas que busquem novas áreas de atuação e um recomeço na carreira, tenham interesse pelas ofertas industriais. De acordo com o vice-presidente da FIESC na regional de Brusque, Edemar Fischer, apresentar essas carreiras no início da educação pode ser uma alternativa.

“Somos cobrados pela escassez de mão de obra qualificada e notamos que este não é um problema isolado. Por isso alguns cursos, ainda que breves, já dão uma noção para o estudante que está na escola e pode despertar o interesse para o ramo industrial”, completa ele.

Posts Relacionados

Jovem de 22 anos é executado a tiros no bairro Itaipava em Itajaí

Maior evento náutico do Sul do Brasil acontece de 4 a 7 de julho em Itajaí

II Fórum Catarinense do Setor Portuário promoverá Integração e Desenvolvimento Econômico

Vereadores de Penha conhecem estrutura da regional da AEGEA em Santa Catarina

Verticalização e valorização econômica impulsionam construção civil de Itajaí

Angeloni promove cursos gratuitos de gastronomia durante o mês de junho

Regata Clássica de Remo celebra aniversário de Itajaí no próximo sábado (15)

Revitalização da rua Hercílio Luz é entregue à comunidade em Itajaí

Escolas municipais de Navegantes recebem laboratórios de ciências

Águas de Penha atende reivindicações da comunidade do Gravatá