Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Governador Carlos Moisés determina estudo para viabilizar redução dos preços dos combustíveis

Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

O governador Carlos Moisés da Silva determinou à Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) a realização de um estudo sobre a possibilidade de retirar os combustíveis do sistema de Substituição Tributária (ST). No modelo atual, o recolhimento de tributos é antecipado, realizado no início da cadeia produtiva. Sem a aplicação do regime, a cobrança do ICMS é feita após a venda ao consumidor final.

“Precisamos encontrar formas de reduzir os preços ao consumidor. A sistemática atual penaliza o consumidor, que é a parte mais fraca. Temos as menores alíquotas do país na gasolina, de 25%, e no diesel, de 12%. Tentamos, de todas as formas, minimizar os constantes aumentos da Petrobras”, afirmou o chefe do executivo.

O valor efetivo cobrado de imposto sobre cada litro varia conforme os preços praticados pelos postos de combustíveis, determinados pela Petrobras e pelo mercado, sem ingerência dos governos estaduais e seus gestores.

Mensalmente é realizada uma pesquisa para determinar o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), que é convalidado no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) por todos os estados. Este procedimento é padronizado e independe de quem exerça a gestão nas unidades federativas. No início de outubro, 18 Estados fizeram o reajuste do PMPF, e Santa Catarina havia mantido a mesma base de cálculo de setembro. Contudo, com o aumento na Petrobras da última semana, Santa Catarina reajustou a base de cálculo da gasolina para R$ 5,77, um dos menores do país, mantendo os mesmos 25% de alíquota. No caso do diesel, o PMPF para este mês é R$ 4,62, também um dos menores do Brasil.

A base de cálculo do ICMS do combustível é o seu preço de venda ao consumidor, definido livremente pelos estabelecimentos revendedores conforme critérios próprios. Quando os postos realizam a venda ao consumidor por preço inferior ao PMPF, eles têm direito à restituição do ICMS correspondente à diferença.

Posts Relacionados

Fort Atacadista conquista o ‘Top Of Mind’ como o atacadista mais lembrado de Santa Catarina

Sindilojas Blumenau divulga horários de Natal no comércio

Réveillon está liberado, diz nota da Secretaria de Estado da Saúde de SC

Catarinenses na NASA

Inscrições abertas para oficina do 19º festival internacional Dança em Trânsito em Florianópolis

Sul Brasileiro de fisiculturismo em Gaspar vai reunir maiores nomes do esporte

Estudantes de Florianópolis participam de Olimpíada de universidade da Índia

Grupo Hard adquire empresa de usinagem de Joinville

AAPPM conquista duas medalhas na 14ª Paralímpiadas Escolares Brasileiras

Diário da Cidade

Grupo Pereira inaugura 92a unidade de negócios, em Joinville (SC)

Campanha Papai Noel dos Correios tem cartinhas para adoção em Santa Catarina

Diário da Cidade

Fim de semana de sol e temperatura em elevação em SC

Parceria entre Celesc e Procon possibilita parcelamento de dívidas em até 24 vezes

Programa Brasil Mais auxilia empresário de Brusque a melhorar processos de gestão da sua empresa

Em meio aos desafios econômicos, Black Friday se torna estratégia para fortalecer comércios locais

Diário da Cidade

Responsável pela manutenção de quase 600 mil empregos, microcrédito é um dos principais aportes das MEIs

Oftalmologistas de Blumenau e Joinville seguem os mutirões para prevenir e diagnosticar doença que pode levar à cegueira

Santa Catarina começa a aplicar dose de reforço em adultos maiores de 18 anos neste sábado

Obesidade é um dos fatores de risco para a apneia do sono

Diário da Cidade

Enem: Como se preparar e o que estudar na reta final?

Diário da Cidade