Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Homem furta produtos de loja de materiais de construção para vender na OLX

Vicente Carlos de Arruda Júnior, 31 anos, foi preso na noite da última sexta-feira (29). Ele é acusado de furtar produtos de uma loja de materiais de construção, na qual trabalha, para vender na OLX – site de anúncios de revenda de produtos. O rapaz, que mora no bairro Belita Costa Marques, em Cuiabá, chegou a fugir da polícia e fingir que estava armado. Depois, ele se entregou.

De acordo com o Boletim de Ocorrências (nº 2016.144286), um dos representantes da empresa furtada foi até a Polícia Militar para denunciar a situação. Segundo ele, os furtos vem ocorrendo há alguns dias e, por acaso, ele visualizou no aplicativo da OLX, o suspeito vendendo os mesmo produtos que haviam sumido da loja.

O suspeito trabalhava no setor de almoxarifado da empresa e oferecia no site da OLX as tintas furtadas, sendo que elas eram vendidas exclusivamente para esta loja. Ao chegar na residência do suspeito, os policiais questionaram a respeito do caso. O rapaz, sem motivo, começou a se afastar e fez menção que estivesse armado.

Depois, Vicente conseguiu fugir pulando o muro da residência. Mais tarde, familiares conseguiram falar com o suspeito e ele resolveu se entregar. Além das tintas, foram encontrados também fios elétricos e uma caixa de pastilha. Questionado, ele apontou que o material estaria com a validade vencida.

Posts Relacionados

O que é a Síndrome da Cabana?

Dor de cabeça pode ter relação com a coluna, entenda

Fort Atacadista inaugura 58ª loja com investimento de R$ 120 milhões

Do topo ao fundo: 11 times que já estiveram em alta, mas estão sem divisão nacional em 2024

Embora e-commerce tenha perdido tráfego em dezembro, segmento turístico continua aquecido

Primeiro dia da 6ª Conferência Distrital de Cultura reúne agentes culturais para apresentação de demandas da classe

Revisão da vida toda: STF reinicia deliberações em uma nova etapa de análises

Capacitismo: atletas colegas de Vinicius Rodrigues explicam como evitar o preconceito que atinge pessoas com deficiência

Tecnologia na gestão escolar: quais as vantagens para a administração de instituições de ensino

O que é necessário para empreender em 2024?