IGK divulga as 30 entidades beneficiadas no 17º Fundo de Apoio a Projetos Sociais

Trinta projetos foram aprovados para o 17º Fundo de Apoio a Projetos Sociais (FAPS) do Instituto Guga Kuerten (IGK). A seletiva foi conduzida pelo comitê avaliador formado por representantes da Aurora Alimentos, Fundação Aury Luiz Bodanese (FALB), Bouton, Genial Investimentos, Grupo Guga Kuerten, C-Tech e Klabin, além da diretoria do IGK. Neste ano as regiões beneficiadas serão o Oeste, Extremo Oeste, Entre Rios e Noroeste do Estado.

As organizações favorecidas poderão contar com rodadas de capacitações técnicas, pedagógicas e recursos financeiros para melhorar o atendimento a pessoas com deficiência. O Fundo de Apoio a Projetos Sociais é um programa que busca apoiar projetos de organizações sociais de Santa Catarina que desenvolvam ações voltadas para a integração da pessoa com deficiência. As entidades receberão os valores em 2019 para uso no ano.

A presidente da Fundação Aury Luiz Bodanese Isabel Cristina Machado e a diretora social Sonara Ramos estiveram em Florianópolis e participaram da escolha. Segundo Isabel, todos os projetos desempenham um importante papel social nas comunidades em que estão inseridas, contribuindo para a inclusão social das pessoas com deficiência em diferentes espaços. “A inclusão é algo previsto em lei e essas entidades atuam para garantir isso oportunizando educação, saúde e qualidade de vida por meio de suas ações”, destacou.

De acordo com Sonara, sem dúvidas o FAPS atenderá as principais demandas das entidades e contribuirá para o desenvolvimento de um trabalho que é fundamental na vida das pessoas atendidas e seus familiares. “Reconhecemos a grandeza de cada uma dessas instituições e o importante papel que desempenham. A FALB e a Aurora Alimentos apoiam e participam de iniciativas que proporcionem a inclusão em todas as suas esferas. Somos todos iguais compartilhando nossas diferenças”, complementou.

CONHEÇA OS ESCOLHIDOS

As instituições selecionadas pelo 17º FAPS foram: Apae de Anchieta que receberá o valor para reconstrução de muro de pedras, a Apae de Caibi para aquisição de equipamentos de fisioterapia, a Apae de Campo Erê para construção do jardim sensorial, a Apae de Chapecó para construção de piso da área externa, a Apae de Coronel Freitas que efetuará complementos da construção das salas e a Apae de Cunha Porã que utilizará o valor para troca de veículo.

Também estão entre os beneficiados a Apae de Descanso que fará reforma e adaptação do banheiro feminino, a Apae de Galvão para reforma e ampliação da área coberta, a Apae de Guaraciaba que fará a construção da rampa de acesso, a Apae de Guarujá do Sul com a aquisição de equipamentos, a Apae de Iporã do Oeste também para aquisição de equipamentos e a Apae de Iraceminha para reforma do cercado e muro.

A Apae de Itapiranga está entre os selecionados e utilizará o valor para reforma do jardim, a Apae de Maravilha para aquisição de materiais para sala de estimulação, a Apae de Modelo para construção do refeitório, a Apae de Mondaí que fará a aquisição de academia ao ar livre, a Apae de Palma Sola que efetuará a compra de playground, a Apae de Palmitos para construção de coberturas de acesso e a Apae de Pinhalzinho que efetuará a aquisição de equipamentos tecnológicos.

Outras entidades beneficiadas são a Apae de Quilombo que fará a construção de salas, a Apae de Romelândia que utilizará o Fundo para aquisição de móveis e equipamentos para cozinha, a Apae de São Carlos que aplicará o valor na construção de jardim sensorial, a Apae de São João do Oeste para aquisição de equipamentos para sala de integração sensorial, a Apae de São José do Cedro que fará compra de equipamentos para sala de estimulação, Apae de São Lourenço do Oeste com a reforma da cobertura do saguão, Apae de São Miguel do Oeste que fará a reestrutura da cozinha educativa e a Apae de Tunápolis para aquisição de equipamentos para sala de integração sensorial.

Além das 27 Apaes, foram beneficiadas a Associação de Deficientes Visuais do Oeste de Santa Catarina (ADEVOSC) de Chapecó com troca de veículo, o Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick (CAPP) de Chapecó que fará a aquisição de materiais para equoterapia e a Fraternidade Cristã de Pessoas com Deficiência (FCD) também de Chapecó que utilizará o recurso para construção de cozinha funcional e adaptada.