Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Justiça nega liminar da Havan que queria autorização pra manter loja aberta.

Justiça nega liminar da Havan que queria autorização pra manter loja aberta.

A loja de departamentos Havan entrou na Justiça com um pedido liminar para que as forças de segurança (como a polícia Militar e Civil) fossem impedidas de “atrapalhar” e evitar a abertura da unidade da rede em Videira. A juíza Mônica Fracari, titular da 2ª Vara Civel da comarca da cidade, indeferiu o pedido.
A empresa alega que vende materiais de construção e chocolates – dois nichos de comercialização permitidos pelo governo do Estado. A venda desses produtos justificaria a atividade comercial da unidade. As polícia Civil e Militar haviam determinado o fechamento da loja em 4 de abril, quando a rede decidiu que abriria todas as lojas.
Apesar da atividade econômica da Havan estar cadastrada como comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios, a juíza destaca na decisão que é notório que o estabelecimento trata-se de um loja de departamentos, como o próprio nome empresarial indica.
A juíza, com base em fotos anexadas no processo, verifica que no ramo alimentício a loja vende salgadinhos, doces e chocolates, “produtos não essenciais do ponto de vista existencial e, portanto, não excepcionais pelos decretos estaduais”, escreve.
A decisão também foi tomada porque a loja abriu sem autorização e comercializou itens de vestuários, “o que demonstra que a impetrante busca retomar integralmente sua atividade de varejo, em detrimento de outras empresas que atuam em ramos similares e estão respeitando a determinação para suspensão de suas atividades”, entende a juíza.
A magistrada entende também que autorizar o funcionamento da loja colocaria em risco as medidas de afastamentos determinadas pelo governo, já que poderia servir como precedente para qualquer estabelecimento comercial que, independente do seu ramo principal, passasse a vender ovos de chocolate.
A Havan defendeu que há outras empresas do ramo de hipermercados que estão em plena atividade. Mas, a juíza entende que, além de não ter sido demonstrado quais os produtos comercializados por essas lojas, e nem se realmente estão abertas ao público, a Havan citou dois estabelecimentos que nem estão situados em Santa Catarina, ou seja, não precisam seguir o decreto do governo estadual.
A ação continua em tramitação, com a negativa de liminar, e a empresa poderá se manifestar novamente antes da decisão final da juíza.

 

Posts Relacionados

De Vw Voyage a imóveis no litoral: veja os bens dos candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú.

Diário da Cidade

Agência Nacional de Águas inclui Santa Catarina no projeto Monitor de Secas

História em quadrinhos valoriza cultura italiana do sul do Brasil

Prazo para inscrições no Programa de Pesquisa Universal termina dia 23 de setembro

Recicla Xanxerê coleta mais de 6 toneladas de produtos

Setembro amarelo e o tabu com o tema

Projeto de Dário torna inafiançável crime relacionado a pedofilia

Novo protocolo sanitário define regras para retorno de esporte recreativo em SC

Alesc aceita segundo pedido de impeachment de governador e vice

Movimento MP Mulheres SC lamenta “prática de fazer graça com a violência doméstica”

Grupo Pereira dobra as doações do tradicional Troco Solidário

CartonDruck doa mais de 1,3 milhão de copos descartáveis de papel para hospitais de Santa Catarina

A EFICÁCIA DA GRATIDÃO pela psicóloga Sandra Morais

Lei institui Delegacia Virtual da Mulher em Santa Catarina

Diário da Cidade

Produtor artesanal catarinense vai expandir o mercado para todo o território nacional

Cuidados simples evitam a entrada de escorpiões em casa

Diário da Cidade

Governo do Estado entrega nova frota de ônibus escolares

Governo realiza chamada de 36 engenheiros para a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade

Santa Catarina passa a ter ligação aérea com Miami no transporte de cargas

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em junho

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: