Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC z.Destaques

Leitura na infância estimula a compreensão, amplia o vocabulário e o repertório cultural

Pouco mais de 55% da população brasileira possui o hábito da leitura, segundo pesquisa divulgada em maio deste ano pelo Instituto Pró-Livro (IPL). Especialistas comprovam que quem lê possui facilidade em se comunicar, escrever, expande o conhecimento e a interação. Para ampliar o número de leitores, especialistas afirmam que é necessário implantar o hábito ainda na infância. “Sabemos da importância da leitura na vida escolar das crianças, para a compreensão, o enriquecimento do vocabulário e para a expansão do repertório cultural”, afirma a Coordenadora da Educação Infantil e dos primeiros anos do Ensino Fundamental da Escola Barão, Sônia Meri Roders.

Para incentivar a formação novos leitores, os educadores podem utilizar diversas estratégias didáticas para conquistar ainda mais o interesse das crianças. Na Escola Barão de Blumenau (SC), foi construída uma “Casinha da leitura”, um ambiente acolhedor, com cerca de 25 metros quadrados, em madeira rústica e uma variedade de livros de diversos gêneros literários, revistas, gibis, guinness book e outros. O lugar conta com pufes e almofadas para garantir todo o conforto dos frequentadores. Na área externa, há uma varanda, bancos, mesas e guarda-sóis. Toda a estrutura é utilizada como ferramenta para as aulas da Educação Infantil e Ensino Fundamental. “Foi criada para ser um espaço alternativo, um lugar gostoso, de aconchego, para que a leitura aconteça naturalmente, sem compromisso, onde haja trocas e comentários”, explica a professora do Período Integral Barão, Maria Helena Linhares. A educadora afirma que a casinha fez tanto sucesso após a volta às aulas que, além das crianças da Educação Infantil, até os estudantes dos primeiros anos do Ensino Fundamental passaram a utilizar o local com frequência.
A Isadora Oliveira Torquato tem apenas seis anos e visitou a casinha durante as aulas do Período Integral. Ela ficou encantada com a estrutura lúdica e conta que adorou ler o livro ‘Pare na letra P’. “Gosto de ler histórias de pessoas que fazem outras mais felizes”, conta.
Educadores também podem estimular a leitura por meio da contação de histórias e o incentivo para conhecer os livros de perto. Até mesmo os mais novinhos, que ainda não sabem ler, podem ser estimulados a tocar, folhear as páginas e ver as figuras, para se familiarizarem mais com o livro. Outra proposta é comprar gibis e quadrinhos, que auxiliam na inserção ao mundo da leitura ou, como maneira de tornar a prática cotidiana, promover um horário especial, em que se estipula um tempo pré-determinado para que a criança leia uma obra de sua escolha. “Atualmente, nós educadores, temos que ser mais e mais criativos para que o hábito seja consolidado”, acrescenta a professora Sônia.

 

 

 

Escola Barão do Rio Branco
Rua Nereu Ramos, 220 – Centro – Blumenau (SC)
Unidade Velha – Rua Gustavo Budag, 283 – Velha – Blumenau  (SC)
Unidade Victor Konder – Rua Timbó, 200 – Victor Konder – Blumenau (SC)
Mundo Encantado Barão – Rua Nereu Ramos, 847, bairro Jardim Blumenau – Blumenau (SC).

 

Oficina das palavras
Martha Kienast

Posts Relacionados

Vereador pede que Estado antecipe vacinação dos profissionais da Educação

Círculo S/A comemora 83 anos de fundação

Costa Esmeralda recebeu de forma positiva a campanha “Você está de férias, mas o coronavírus não!”

MPF, Polícia Federal, Receita Federal e MP de Contas/SC deflagram 2ª fase da Operação Alcatraz

MPF pede avaliação laboratorial dos glicosímetros vendidos no Brasil

Perda auditiva prejudica o cérebro e pode causar demência

Aurora desembolsa mais de R$ 100 mi para proteger trabalhadores do coronavírus

Verão gera alerta para combate à dengue e pragas, como ratos, baratas e cupins

Anjo Tintas investe R$ 50 milhões em obras de expansão em Santa Catarina

Ano letivo de 2021 traz desafios para professores e alunos

Projeto social de Santa Catarina recebe apoio da Fundação Cargill

UsuCampeão já ajudou mais de 50 mil famílias brasileiras a regularizarem seus imóveis

ONG Bairro da Juventude forma rede de apoio em Criciúma durante a pandemia

Campanha “Você está de férias, mas o Coronavírus não!” busca sensibilizar visitantes da Costa Verde & Mar (SC)

De Vw Voyage a imóveis no litoral: veja os bens dos candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú.

Diário da Cidade

Agência Nacional de Águas inclui Santa Catarina no projeto Monitor de Secas

História em quadrinhos valoriza cultura italiana do sul do Brasil

Prazo para inscrições no Programa de Pesquisa Universal termina dia 23 de setembro

Recicla Xanxerê coleta mais de 6 toneladas de produtos

Setembro amarelo e o tabu com o tema

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: