Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
zz Esporte BR

Lineker lamenta não ter nocauteado Font e festeja torcida: “Uma loucura”

A expectativa de nocaute existe sempre queJohn Lineker entra no octógono. O peso-galo, cujo apelido é “Mão de Pedra”, venceu Rob Font no último sábado, pelo UFC 198, em Curitiba, porém, o resultado se deu após três rounds, por decisão unânime dos jurados. A atuação foi aprovada pelo paranaense, no entanto, ele revela que esperava dar o nocaute de presente para o público.

– O que me surpreendeu foi o quanto ele aguenta porrada. Veio para a trocação e aguentou até o fim.. Ele é muito duro e bate forte também, é um adversário muito duro, por isso, fui cauteloso, não fui tanto para a trocação franca. Fico triste por não ter dado o nocaute ao público, estava lutando em casa. São dois caras brigando pela vitória, não dá para fazer sempre do nosso jeito. Eu bati da maneira que sempre faço, vi que ele sentiu os golpes, mas não o liquidei – declarou o ex-campeão do Jungle Fight, em entrevista à imprensa.

Natural de Paranaguá (PR), Lineker vibrou pela oportunidade de atuar, pela primeira vez na carreira, em um estádio de futebol, lotado por 47 mil torcedores. Ele revela que precisou conter a euforia para não prejudicar seu desempenho.

– Foi uma loucura, nunca tinha sentido esse calor, a adrenalina foi a mil. Mantive o foco para fazer uma excelente luta. Se fosse pelo barulho da torcida, com certeza eu teria saído do foco. O público é maravilhoso. No final, chamei a galera para me dar uma energia final para tentar o nocaute. A torcida é demais. A minha esposa e meus amigos estiveram presentes. Foi bom ganhar para eles, para Paranaguá e para o Brasil.

De olho no confronto entre Thomas Almeida e Cody Garbrandt, dia 28 de maio, em Las Vegas, Estados Unidos, Lineker não descarta enfrentar o vencedor do duelo, especialmente se for o americano, contra quem tinha luta marcada dia 21 de fevereiro, em Pittsburgh.

– Ele (Garbrandt) tem compromisso, não sei o que vai acontecer. Espero que o Thomas vença, mas estou aí para lutar, seja com ele (Garbrandt) ou com qualquer outro. Thominhas e Garbrant são dois trocadores, seria um grande combate contra qualquer um dos dois. O Davi chegou na categoria para derrubar os Golias. Quem estiver na minha frente vai cair.

Posts Relacionados

Do coração do Brasil para o 10º Transcatarina

Bota do Mundo 2018

Próxima edição da Volvo Ocean Race será com barcos da IMOCA

Fraiburgo e Transcatarina: a comemoração da Bodas de Estanho

Pâmella Mel completa 40 pódios

Circuito Catarinense de Stand-up Paddle é neste final de semana

Brasileiro sub-21 de vôlei de praia tem atleta de Balneário Camboriú

Saiba como o Dongfeng Race Team ganhou Volvo Ocean Race mais apertada da história

Estreia no 10º Transcatarina: de navegador para piloto

Paraná recebe as promessas olímpicas da Natação no Brasileiro Junior

Atleta de Balneário Camboriú é convocado pela Seleção Brasileira sub-19

31º BRAZILIAN DE JET SPORTS CHAMPIONSHIP

Catarinense Mateo Reyes vence seletiva mundial em Paris e disputa o torneio de Roland Garros

42k de Floripa – 1ª Maratona Internacional da Cidade de Florianópolis

Paulina Pereira da Silva, conquistou duas medalhas de ouro e uma de prata nos Jogos Paralímpicos Universitários

Atleta de Itajaí é Campeã do Sul-Brasileiro de Fisiculturismo

CASA CORONA CHEGA AO BRASIL

MAPFRE ultrapassa dois barcos nos metros final e vence oitava etapa

ORIC Surfboards desembarca em Saquarema para a 4ª etapa do WSL

Jogador do Avaí com mais finalizações certas na Série B

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: