Município iniciou diagnóstico da situação física das Unidades de Saúde

Uma das principais demandas apresentadas durante o Gabinete Itinerante é a situação física das unidades de saúde de Balneário Camboriú. Solicitações de reparos, manutenção e reforma estão entre os pedidos da população e dos servidores que atuam nas Unidades Básicas e Especializadas. Por isso, o Município iniciou um levantamento técnico detalhado da situação física destes prédios públicos para, em breve, iniciar as reformas.

“Além da situação física das unidades de saúde, outras demandas levantadas durante o Gabinete Itinerante buscamos solucionar. Dentre elas a ampliação da oferta de atendimento, o que já iniciamos com o programa ‘Mais Saúde para Você’ onde os moradores dos bairros das Nações e Vila Real já podem utilizar as unidades básicas de saúde até as dez da noite, facilitando a vida dos trabalhadores. Aos poucos as demais unidades também atenderão das 7h às 22h”, falou o prefeito, Fabrício Oliveira.

O trabalho está sendo executado pela empresa Dinamika Engenharia e Consultoria LTDA, vencedora de licitação. A equipe está realizando o levantamento in loco para a identificação das “patologias” existentes nas construções e irá elaborar a documentação técnica correspondente às necessidades de reparo. Chamado de “As Built”, o levantamento situacional atualizado das edificações (desde instalações elétricas à hidráulicas e estruturais) é um registro completo das alterações ou incrementos necessários para manter a qualidade no atendimento à população e servirá como documento norteador para as futuras reformas.

Os primeiros locais a serem avaliados foram o Posto de Atenção Infantil (PAI), Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI), Unidade de Saúde dos Municípios, Ambulatório de Especialidades e Unidade de Saúde das Nações (CAS).

“No PAI, o que encontramos são problemas graves na estrutura do telhado, que causam infiltrações. As demais patologias estão relacionadas ao desgaste devido ao tempo de uso da estrutura, que completa dez anos” adiantou a engenheira civil, Janice Imhof. “Já no NAI, encontramos alguns locais com infiltrações no telhado, sinais de desgaste na estrutura e rebaixamento do piso em alguns locais da construção, o que ocasionou fissuras em algumas paredes”, inteirou Janice.

“O propósito do Gabinete Itinerante é ser resolutivo. Esse levantamento é para que a possamos, o mais breve possível, realizar a abertura do processo de manutenção e reforma das Unidades de Saúde, e fazer um trabalho de excelência, baseado em uma documentação técnica do que é preciso fazer em cada unidade, o que também vai facilitar a abertura de licitação para esse trabalho”, finalizou a secretária de Saúde, Andressa Hadad.

________________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Saúde
(47) 3261-6200