Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
ENTRETENIMENTO

Obesidade pet pode diminuir expectativa de vida dos animais

No Brasil, cerca de 25% a 40% dos animais estão obesos ou com sobrepeso

Má alimentação, sedentarismo e excesso de petiscos são alguns dos fatores que podem contribuir para o desenvolvimento da obesidade, doença que atinge cerca de 10% da população brasileira, ou seja, aproximadamente 27 milhões de pessoas. Mas não são apenas os humanos que sofrem com o acúmulo de gordura corporal, os pets também podem enfrentar esse tipo de problema. Em humanos e em gatos, a obesidade é fator predisponente ao desenvolvimento de Diabetes Mellitus. No Brasil, cerca de 25% a 40% dos pets estão obesos ou com sobrepeso. Os animais adultos e idosos são os que mais sofrem com essa doença.

“Muitas vezes o dono fica sensibilizado quando o pet fica pedindo comida na hora de alguma refeição como almoço ou jantar e acaba oferecendo algo que não é indicado para ele, que mesmo em pequenas quantidades, pode contribuir para o excesso de peso”, explica Fernanda Cioffetti, médica-veterinária da Botupharma. Algumas substâncias presentes na comida humana não são sintetizadas pelo organismo dos animais, podendo inclusive resultar  em intoxicações.

O ideal é que a alimentação dos pets seja equilibrada e de acordo com o nível de atividade física, idade e porte do animal, sempre seguindo as recomendações de um especialista, que podem inclusive formular uma dieta de acordo com as necessidades individuais de cada animal, como no caso da alimentação natural. “Até os petiscos merecem atenção, pois mesmo que sejam produzidos especificamente para os pets, muitos tutores acabam dando uma quantidade maior do que aquela recomendada”, ressalta Fernanda.

Outro ponto importante no combate à obesidade é o sedentarismo Se os donos dos pets são sedentários, as chances de que eles sofram com esse mesmo problema, se tornam ainda maior. “O ideal é praticar atividades que façam com que os animais se movimentem, como jogar algum brinquedo para eles irem atrás e sempre levá-los para passeio por um tempo que pode variar entre 15 e 30 minutos”, diz a médica-veterinária.

Além da alimentação e do sedentarismo, alguns animais podem ter um ganho maior de peso após a  castração, por ficarem menos ativos.

No entanto, a castração não deve ser vista como algo negativo por conta desse fator, já que é fundamental para o controle populacional e para evitar infecções e tumores. “Aumentando a frequência de atividades físicas e  brincadeiras com o pet e cuidando da alimentação, o problema é minimizado”, destaca Fernanda.

A obesidade ainda pode resultar em outros problemas de saúde que vão além do sobrepeso dos pets como diabetes, problemas de pele, doenças pulmonares, maior risco em anestesias, problemas respiratórios e cardíacos. Além disso, a expectativa de vida dos animais obesos é reduzida, aproximadamente, em dois anos.

Muitos tutores acabam tendo dificuldade em reconhecer se o pet está sofrendo com a obesidade. Alguns sinais podem ajudar na confirmação do diagnóstico, como, por exemplo, se o cão que antes subia no sofá com facilidade tiver dificuldade e pedir para alguém subi-lo, quando o gato não consegue mais lamber o próprio pelo ou ainda quando os animais apresentam dificuldade de locomoção devido ao excesso de peso corporal.

“Por isso é importante que seja feito com frequência avaliações periódicas como o Escore de Condição Corporal (ECC), em que  as características corporais dos animais são avaliadas”, afirma Fernanda. Apesar das visitas ao médico-veterinário serem importantes para tratar a obesidade, os donos precisam seguir algumas orientações para evitar que o pet sofra com o acúmulo de gordura corporal, como priorizar alimentos naturais como frutas e legumes em quantidade controlada e sempre praticar atividades e brincadeiras com eles. Alguns alimentos como uva, cebola e chocolate não devem ser oferecidos aos pets pois são tóxicos. Na dúvida, consulte o médico-veterinário que acompanha seu pet.

Existem alguns produtos e suplementos ideais para os pets que precisam de cuidado e atenção com a alimentação, confira:

Botupharma Fit Dog

Suplemento nutricional desenvolvido para cães com apetite excessivo e que necessitam de restrição calórica para manutenção de peso. Possui na formulação quitosana, que aumenta a sensação de saciedade. Sempre utilize orientação do profissional que acompanha a nutrição do seu pet.

Preço: R$ 123,90

Onde: www.petlove.com.br 

 

 

 

Suplemento Vitamínico Botupharma Pet Food Dog Fit Fibras

Para cães que têm o privilégio de ser alimentado com ingredientes naturais, o Suplemento Vitamínico Food Dog Fit Fibras foi elaborado para complementar dietas caseiras. O produto abrange um conjunto de ingredientes funcionais como Spirulina, Yucca, Cúrcuma, Alecrim e Leveduras que trazem benefícios para a saúde do seu pet.

Preço: R$ 205,50

Onde: www.petlove.com.br

Food Pet Mix

Pode ser utilizado por cães e gatos que se alimentam de alimentação natural ou ração e contém fibras solúveis e insolúveis essenciais para auxiliar na manutenção do peso e melhor funcionamento do organismo do pet. O produto contém muitos nutrientes, dentre eles cálcio, fósforo, extrato de alecrim e semente de Psyllium, que auxilia na formação e eliminação das fezes.

Preço: R$ 54,90

Onde: www.petz.com.br 

Sobre a Botupharma

A Botupharma foi fundada em 2010 a partir da união de médicos veterinários com décadas de experiência em pesquisas científicas relacionadas à biotecnologia animal. Em seu corebusiness, estão pesquisadores renomados trabalhando para desenvolver produtos inovadores. Seu parque fabril atende aos mais rígidos padrões de produção mundiais, garantindo alta qualidade e confiabilidade aos seus produtos.

Posts Relacionados

MULTIFelicidade é a essência da nova campanha institucional do MULTI Open Shopping

Diário da Cidade

De Blumenau, Romulo Carvalho lança EP de estreia e novo clipe

Diário da Cidade

Lulu Santos lança livro para comemorar 40 anos de carreira com venda exclusiva no Magalu

Diário da Cidade

Vitor Kley lança versão acústica de “O Amor Machuca Demais”

Conhecimento, filme de Luciano Lagares com narração de Anielle Franco participa do Festival de Cinema de Camboriú

Obra de arte inédita em forma de presépio celebra o Natal no Brava Mall

Banda catarinense I See You lança o EP “Wake Up, Monster!”

Vino! Inaugura seu mais novo Wine Bar no Square SC em Floripa

Trussardi apresenta a tradição italiana na coleção de Beachwear

Diário da Cidade

Mercado focado em saúde e bem-estar ganha clínica odontológica e estética com tecnologia de ponta em Balneário Camboriú

Banda Municipal apresenta-se nesta quinta-feira no estacionamento da Prefeitura

Circuito de Cicloturismo da Costa Verde & Mar ganha trecho com mais infraestrutura e belezas naturais

Sodiê traz 3 bolos para adoçar as festas de fim de ano

Diário da Cidade

Papai Noel de Canela vai fazer rapel na FG Big Wheel

Wesley Safadão entrega tudo e mais um pouco em turnê pelos Estados Unidos

Diário da Cidade

Apresentações artísticas com músicos da região reforçam clima de Natal no Itajaí Shopping

Fresno e Lulu Santos se unem no clipe de “Já Faz Tanto Tempo”

Diário da Cidade

Indianara Jung promete ‘arrepiar’ na Sexy de dezembro

Fort Atacadista patrocina a campanha ‘Árvore do Bem’

Por que o autismo em meninas é menos comum?