Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

ONG realiza evento para provocar reflexão sobre os benefícios do contato com a natureza para a saúde da população

ONG realiza evento para provocar reflexão sobre os benefícios do contato com a natureza para a saúde da população

Redução da pressão arterial e aumento da imunidade das pessoas estão entre os principais benefícios de se passar um tempo ao ar livre

Você sabe quais são os benefícios para a sua saúde que são gerados pela proteção das florestas? E imagina qual a importância da Mata Atlântica para a saúde dos brasileiros? É com essas perguntas que a Fundação SOS Mata Atlântica pretende provocar uma reflexão entre os participantes do evento Saúde e Mata Atlântica – a importância do meio ambiente para o bem-estar humano, no próximo dia 14, das 10h às 13h, na Unibes Cultural, em São Paulo. O evento é gratuito e as inscrições devem ser feitas no site da organização.

“Muita gente sabe dos impactos causados pela degradação ambiental e como isso afeta a vida das pessoas, e alguns desastres recentes comprovam isso. Mas o que pouca gente sabe é como passar um tempo ao ar livre, principalmente em áreas verdes, traz não apenas benefícios ao bem-estar, como tranquilidade, mas também à saúde. É isso que queremos mostrar e resgatar a relação positiva entre as pessoas e o meio ambiente”, afirma Erika Guimarães, bióloga e especialista em Áreas Protegidas da Fundação SOS Mata Atlântica.

Alguns estudos realizados por pesquisadores da Universidade de Chiba, no Japão, demonstram como o contato com a natureza é fundamental para reduzir o estresse, a pressão arterial e aumentar a imunidade das pessoas, reafirmando que os esforços em conservar a floresta vão além da dimensão ética da proteção da biodiversidade, mas passam também por ganhos econômicos e pelas políticas de saúde pública e coletiva.

No caso da conservação da Mata Atlântica, este impacto pode ser ainda maior. Mais de 145 milhões de brasileiros vivem em regiões que abrigam este bioma – 17 estados onde estão grandes capitais, como Belo Horizonte, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro – e, em muitos destes locais, a Mata Atlântica é o único local que oferece oportunidade de vivência na natureza para a população, principalmente em áreas urbanas.

Para falar sobre isso, a SOS Mata Atlântica convidou importantes especialistas, como Márcia Chame, coordenadora da Plataforma Institucional Biodiversidade e Saúde Silvestre da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), que vai apresentar um panorama sobre a relação entre biodiversidade e saúde, demonstrando que sustentabilidade e a qualidade de vida que almejamos só serão possíveis quando as relações que envolvem a saúde integrarem, no dia a dia e nas políticas públicas, a conservação da biodiversidade. Eliseth Leão, pesquisadora do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, que apresentará o tema “Natureza e Saúde: porque ela nos faz bem”, e Evangelina Wormitag, diretora do Instituto Saúde e Sustentabilidade, destacará o benefício da natureza em cidades.

Além delas, Luciano Lima, coordenador técnico do Observatório de Aves do Instituto Butantan e gestor de Sustentabilidade da Fazenda Bananal, falará sobre seu projeto #VemPassarinhar e sobre como suas experiências na natureza transformaram sua própria história e carreira. Com o tema „Conectar para conservar?” falará sobre os benefícios da observação de aves para a sociedade. Com participação remota, Paulo Saldiva, médico patologista e diretor do Instituto de Estudos Avançados da USP, destacará a relação entre gestão urbana e a saúde. Há muitos anos Saldiva fala sobre as atividades humanas, seu impacto ambiental e à saúde da sociedade.

O painel Saúde e Mata Atlântica faz parte das atividades do Viva a Mata 2019, evento que celebra o Dia da Mata Atlântica (27/05) e a importância desta floresta para a conservação da biodiversidade, ao desenvolvimento socioeconômico do país e para a saúde e bem-estar da população.

O Viva a Mata 2019 conta com o apoio de Bradesco Cartões, Colégio Dante Alighieri, Latam, Unibes Cultural e das secretarias Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente e Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

SAÚDE E MATA ATLÂNTICA – A IMPORTÂNCIA DO MEIO AMBIENTE PARA O BEM-ESTAR HUMANO
Quando: 14 de maio de 2019, das 10h às 13h
Onde: Unibes Cultural – Teatro
Endereço: Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré, São Paulo – SP
Ao lado do metrô Sumaré – opte pelo transporte público
Informações e inscrição: http://www.sosma.org.br/projeto/viva-a-mata/viva-mata-2019/saude-e-mata-atlantica-importancia-meio-ambiente-para-o-bem-estar-humano/
Evento aberto e gratuito
Necessário inscrição prévia

Sobre a Fundação SOS Mata Atlântica
A Fundação SOS Mata Atlântica é uma ONG ambiental brasileira. Atua na promoção de políticas públicas para a conservação da Mata Atlântica por meio do monitoramento do bioma, produção de estudos, projetos demonstrativos, diálogo com setores públicos e privados, aprimoramento da legislação ambiental, comunicação e engajamento da sociedade em prol da recuperação da floresta, da valorização dos parques e reservas, de água limpa e da proteção do mar. Os projetos e campanhas da ONG dependem da ajuda de pessoas e empresas para continuar a existir. Saiba como você pode ajudar em www.sosma.org.br.

Related posts

Prazo para declaração anual do MEI encerra nesta quinta-feira

Condenado, Marcos Valério quer ser delator do mensalão mineiro

diariodacidade

Mulheres aprendem a manusear furadeiras e parafusadeiras

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: