Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Paes afirma que irá reconstruir ciclovia a tempo de Olimpíadas

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, afirmou nesta segunda-feira (25) que irá reconstruir a Ciclovia Tim Maia a tempo das Olimpíadas. Ele disse também que irá identificar e punir os responsáveis pelo desabamento que deixou duas pessoas mortas — Eduardo Marinho Albuquerque, de 54 anos, e Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos.

Para o prefeito, a reconstrução da via deve ser realizada pelo Consórcio Contemat/Concrejato, responsável pela execução do projeto inicial. A informação foi dada pelo RJTV. A ciclovia na Avenida Niemeyer, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, não tem previsão para ser reaberta aos pedestres e ciclistas.

Pessoas se arriscam no trânsito
Por causa da interdição da via, muitas pessoas e ciclistas se arriscavam entre os carros para circular pela região. “Moro ali e sou obrigado a caminhar aqui, não tem jeito”, afirmou um morador do local. Apenas no trecho entre o Morro do Vidigal e o Leblon que é permetida a circulação de pessoas.

Os bombeiros fizeram buscas por possíveis outras vítimas por 48 horas, mas a área continua sendo monitorada. Desde domingo (24), a corporação diminuiu o efetivo para duas equipes: uma no Posto 13 e outra em frente ao acidente, no Morro do Vidigal.

Número de vítimas é incerto
O delegado José Alberto Pires, responsável pela investigação da queda, assistiu neste sábado (23) a imagens da câmera de segurança de um ônibus que passava pelo local do acidente.

Um dos momentos mais fortes do vídeo é quando ao menos duas pessoas são cobertas por uma onda. Após ver as imagens exibidas pelo RJTV, ele afirmou não ter certeza sobre a quantidade de pedestres ou ciclistas atingidos pela água na quinta-feira (21). Ele fez um apelo para que as pessoas procurem a polícia e os bombeiros em caso de possíveis vítimas do desabamento.

Nas imagens, é possível ver que passageiros  também se assustaram com as fortes ondas e se abaixam para buscar proteção. A ciclovia aparece do lado direito e uma onda invade a pista e é nesse momento que o ônibus para. Um pouco adiante, há quatro pessoas na ciclovia. O motorista segue viagem e uma onda mais forte destrói a ciclovia.  Na pista é possível ver uma pessoa parada e dois ciclistas pedalando. Mais à frente, do lado esquerdo duas pessoas seguem no sentido contrário. Às 11h13, elas são cobertas pela água.

A Polícia Civil do Rio abriu inquérito por homicídio culposo (sem intenção de matar) e já fe do acidente. Na próxima semana, serão convocados para prestar depoimento os responsáveis pelo projeto, execução da obra e também fiscalização. O Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-RJ) também abriu investigação para apurar as responsabilidades dos engenheiros na obra.

Posts Relacionados

Brasil vai na contramão com o contínuo aumento no valor dos combustíveis

Dores de Inverno: Professora de fisioterapia da UniSul explica como tratar os desconfortos musculares típicos da estação

Pesquisa revela que mais de 50% das modelos de OnlyFans trabalham sem a família e amigos saberem

Cardiopatia congênita afeta 30 mil crianças por ano no Brasil

Miami se torna sede da Copa do Mundo de 2026

Barcelona FC e ACNUR iniciam parceria com a nova camisa de futebol em apoio às crianças refugiadas

Presidente do UFC define data de retorno da Charles Do Bronx ao octógono

Maioria da população do Sul sente que inflação subiu muito, afetando principalmente consumo de alimentos, revela RADAR FEBRABAN

Dupla sertaneja Maiara e Maraisa é proibida de usar a marca “As Patroas”

Diário da Cidade

Mulheres caem em golpes financeiros mascarados de romance