Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Pandemia avança e negócios voltam a ser impactados

Estrategista em Marketing Digital dá dicas para empreendedores manterem seus negócios lucrativos por meio da internet

 

É sabido que a primeira onda da pandemia do novo coronavírus causou um estrago em pequenos, médios e grandes negócios por todo o mundo. Alguns empreendedores se viram em uma situação difícil por conta de todas as restrições, e foi neste momento que muitos fecharam as portas para nunca mais abrir.

 

Por outro lado, vimos que a experiência de quem se adiantou e acompanhou a tendência mundial de ocupar o mercado da internet foi extremamente positiva em meio ao caos da pandemia. Algumas empresas que já vinham investindo em negócios digitais aumentaram muito o faturamento durante a crise. Ao longo do período mais crítico de isolamento social, também cresceu o número de pessoas em busca de aprender novas técnicas e das que tentavam correr atrás do prejuízo, correndo para a internet.

 

– Eu vivi essa experiência na pele, quando foi anunciado o fechamento dos comércios e meus clientes começaram a ligar para cancelar o serviço. Mas, logo em seguida, tivemos um aumento exponencial de interessados que precisavam criar seu posicionamento na internet. Estamos à beira de uma situação semelhante agora e o que se espera é que tenhamos aprendido com o passado e estejamos bem posicionados nas redes desde já – alerta o estrategista em Marketing Digital, Alexandre Simões.

 

Dessa vez, estamos diante de um novo desafio: a doença volta a avançar de forma acelerada, resultando em novas medidas restritivas, por parte dos governos locais, para o trânsito de pessoas e funcionamento de estabelecimentos. Para quem ainda não apostou na internet, ainda está em tempo. Criar uma estratégia de marketing digital, seu e-commerce ou começar a se posicionar na web são fundamentais. Existem muitas ferramentas para auxiliar os negócios, muitas delas são gratuitas e indispensáveis para quem está começando.

 

– Criei uma série de conteúdos, sobretudo, no momento de pandemia, para auxiliar quem está procurando por soluções para os negócios online. Decidi ajudar os pequenos empreendedores a se posicionarem bem na internet oferecendo dicas e compartilhando o conhecimento que adquiri na minha carreira pelas redes sociais, uma das principais ferramentas para Marketing Digital nos dias atuais – relata Simões.

 

Confira alguns tópicos abordados pelo consultor:

 

1- Tanto para quem vende produtos quanto para quem oferece serviços, a grande estratégia é a diversificação. Para estar bem posicionado, é preciso estar em todos os lugares possíveis. Apostar em uma única forma de divulgação é extremamente arriscado. Alertei, no ano passado, sobre a proibição do TikTok nos EUA. Imagina se isso acontece com sua rede social favorita?

 

2- O seu negócio precisa estar no Google Meu Negócio, Instagram, Facebook, YouTube, Linkedin, Twitter e em todos os lugares virtuais possíveis. Logicamente, é importante avaliar qual desses lugares é o melhor para se concentrar e também se tem condições de manter todos os canais bem alimentados;

 

3- Sempre falo das redes sociais como ferramenta de criar estratégias de marketing, pois sei que muitas pessoas não têm condições de injetar dinheiro em divulgação e grande parte das redes são gratuitas. Ou seja, não é preciso investir rios de dinheiro para se posicionar bem na internet. O que é necessário é uma boa estratégia;

 

4- Não espere que esses problemas aconteçam com você. É necessário, neste momento, pensar em estar bem posicionado no mundo digital, pois o raio pode cair duas vezes no mesmo lugar. E quem não estiver preparado pode sofrer graves consequências.

 

Mais da metade da população brasileira utiliza as redes sociais

 

Ao longo do último ano, os acessos à internet bateram recorde no Brasil. Com as pessoas em casa na quarentena, a internet se tornou o meio mais forte de comunicação e de trabalho. O panorama de crescimento de acesso veio junto com o crescimento de uso das redes sociais; quase todo mundo que acessa internet no Brasil está presente nas redes. Diferentemente do que ocorre nos Estados Unidos e na Europa, mais de 50% da população brasileira utiliza as redes sociais, dado que as reforça como lugares privilegiados para fazer campanhas de marketing.

 

Mais informações em www.alexandresimoes.com

Posts Relacionados

Telemedicina: primeira consulta presencial e territorialidade geram divergências para regulamentação

Transformação digital visa contribuir com o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil no Brasil

Seminário debaterá desafios e soluções para o desenvolvimento sustentável da indústria de resíduos sólidos no Brasil

Empresas devem afastar gestantes de atividades presenciais na pandemia; advogado questiona realização de home office

União Europeia credencia o Tecpar para oferecer exame sorológico antirrábico

Diário da Cidade

Com mercado digital esbanjando vagas, Gama Academy lança curso para pagar só depois de contratado

Diário da Cidade

DHL Supply Chain garante distribuição de equipamentos médicos e abastecimento de hospitais durante a pandemia

ABNT sugere indicadores para o desenvolvimento urbano eficiente de Cidades Inteligentes, Resilientes e Sustentáveis

Pastor foge da prisão e vai namorar mulher de companheiro de cela

diariodacidade

Pastor presidente é detido por pornografia infantil

diariodacidade

Presidente da Assembleia de Deus é acusado de lavar dinheiro, diz pastor

diariodacidade

Filho de Crente x Filho de ímpio – APÓSTOLO ARNALDO

diariodacidade

Fórum da deep web reivindica massacre em creche de SC e ameaça: “Não foi o último atentado”

diariodacidade

Pastor que orou para Paulo Gustavo morrer, toma atitude após morte do ator

diariodacidade

Bolsonaro faz a mais clara ameaça de golpe: “se não tiver voto impresso, não vai ter eleição”

diariodacidade

Correios lança sistema que agiliza contratação de serviços de transporte

Diário da Cidade

Imposto de Renda 2021: como declarar criptomoedas sem erros?

Pandemia causa perdas de R$12 bilhões para o setor de transporte público

Confira os estados do Brasil com mais vagas de trabalho temporário

Save Ralph: Veganismo cresce ao redor do mundo em respeito ao meio ambiente e animais