Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
ENTRETENIMENTO

Pet na praia: saiba quando é permitido e quais são os cuidados necessários

Entenda os principais cuidados que devem ser tomados previamente antes de levar seu cachorro para a praia

Com o verão e as festas de fim de ano se aproximando, chegou a época ideal do ano para pegar uma praia e aproveitar os dias quentes em clima de férias. É natural que quem tenha pet queira levar seus mascotes consigo nesses passeios, especialmente os cachorros, que se dão melhor nesse tipo de ambiente. É perfeitamente possível ser acompanhado pelos nossos bichinhos, mas antes é importante se atentar a algumas questões que devem ser consideradas previamente.

Para começar, é sempre válido pesquisar sobre a praia que estará visitando. Ainda que seja raro, existem alguns destinos que não aceitam pets em seu território, na maioria se tratando de praias particulares. A boa notícia é que grande parte das regiões litorâneas dá liberdade para os visitantes levarem quantos cachorros desejarem, então quem priorizar praias públicas provavelmente não terá problemas.

Confira quais são os cuidados necessários ao levar seu cãozinho para a praia:

Itens essenciais

É sempre importante colocar uma coleira de identificação no cachorro, pois nunca se sabe quando ele pode acabar se perdendo. Para garantir que seja encontrado rapidamente, coloque o nome do tutor com número de telefone para contato, pois assim qualquer pessoa que encontrá-lo poderá se comunicar de imediato.

Além disso, é essencial levar comida e principalmente água para o pet. Nesses dias mais quentes, a hidratação também é de extrema importância para os animais, então um recipiente para líquido e uma garrafa d’água para o cão não podem faltar. Já o alimento pode ser apenas petiscos.

Escolha bem o horário

Existem períodos do dia em que o sol está mais forte, o que não só torna o tempo na praia mais desconfortável, mas também nos deixa vulneráveis a ação nociva dos raios ultravioleta. Os cachorros correm os mesmos riscos que os humanos, então é importante escolher bem os horários de ir à praia.

O ideal é sair somente antes das 10h e após as 16h, quando a intensidade do sol já está mais amena. Isso também garante mais conforto para o cachorro na praia, já que a areia não estará tão quente.

Faça um check-up no veterinário

É de responsabilidade do tutor garantir que seu pet esteja em plenas condições de saúde antes de frequentar lugares públicos, pois, caso contrário, não só a segurança dele estará em risco, como também dos outros animais que estiverem no mesmo espaço. É indispensável fazer um check-up completo com um veterinário antes de viajar.

O profissional fará exames básicos no cachorro e, se necessário, dará qualquer vacina que esteja atrasada. Caso seja encontrado qualquer parasita como pulgas ou carrapatos, será preciso fazer o tratamento antes de viajar. Isso pode ser facilmente resolvido com medicamentos adequados, como o Bravecto 20 a 40kg, por exemplo. Por isso, é importante fazer esse check-up com antecedência e não deixar para a última hora.

Créditos: Daniel Lozano Gonzalez/iStock

Posts Relacionados

Expoflora inicia venda de ingressos promocionais em número limitado

Bruno Mello anima happy hour no Mercadão de Coqueiros, em Florianópolis

Sete shows musicais agitam o Jurerê OPEN no final de semana

Dia da Obesidade (4/03): exposição fotográfica reúne 12 histórias de superação em Florianópolis

Reabertura do Main Room do Warung, o famoso ‘pistão’, será em 29 de março com Vintage Culture e Paul Kalkbrenner

Cantora Dani Kramar grava DVD ‘Estrelar’ nesta quarta-feira, na SHED Club, em Balneário Camboriú

4 dicas para montar um bar em casa

Sono é importante para promover saúde física e mental

Orquestra Filarmônica Catarinense divulga 41 músicos pré-selecionados para seu corpo fixo

Tetto BC tem carnaval e jazz no final de semana