Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Plenário do CFC prorroga prazos para auxiliar profissionais de contabilidade do RS

Três itens que estavam na pauta e tratavam de ações de auxílio foram aprovados pelo Conselho

A 1.108ª Reunião Plenária Ordinária do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), realizada nesta quinta-feira (16), na sede do órgão, em Brasília (DF), teve como destaque as definições de ações para o auxílio do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRCRS). As decisões visam postergar algumas das obrigações financeiras da entidade para auxiliar o regional no restabelecimento de suas atividades funcionais, interrompidas desde a ocorrência das enchentes que ainda assolam todo o estado.

Entre as decisões tomadas pelo plenário, está a prorrogação, por 60 dias (de 31/7/2024 para 30/9/2024), do prazo para entrega da documentação do Programa de Revisão Externa de Qualidade pelos pares (CRE) de 2024, dos Auditores Pessoa Física e das Firmas com sede no Estado do Rio Grande do Sul.

Os conselheiros também votaram pela suspensão, por 60 dias, dos prazos processuais constantes do Regulamento de Procedimentos Processuais dos Conselhos de Contabilidade (Resolução CFC n.º 1.603/2020) nos processos administrativos de fiscalização instaurados e em curso no CRCRS. Estabeleceram ainda a suspensão da realização de atividade de fiscalização presencial, da fiscalização por agendamento eletrônico que dependa de retorno do fiscalizado, da emissão de notificações e da lavratura de autos de infração.

Outra deliberação foi a prorrogação do prazo de vencimento de parcelas de parcelamentos em andamento de anuidades do exercício de 2024, de exercícios anteriores, das multas de eleição e de infração de profissionais e organizações contábeis com domicílio profissional ou sede no Estado do Rio Grande do Sul.

“Contem conosco, contem com apoio irrestrito do CFC. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para minimizar os impactos desta tragédia”, disse o presidente do CFC, Aécio Dantas, ao presidente do CRCRS, Márcio Schuch, que participou da reunião no formato virtual.

O Rio Grande do Sul vive a maior tragédia climática da história do Brasil. Segundo a Defesa Civil do estado, mais de 2 milhões de pessoas foram atingidas.

Posts Relacionados

Feira da Louça em Campo Largo já tem data marcada

Planejamento de aposentadoria: quais os benefícios e como fazer

Cães braquicefálicos: conheça os cuidados básicos com as raças que possuem focinho achatado

Pizza no food service: 3 curiosidades sobre a refeição mais adorada do mundo

Vai viajar de carro nestas férias de meio de ano? thyssenkrupp destaca a importância da revisão do automóvel

Empresa deve ter atenção ao adotar participação nos lucros e resultados

Cinco orientações essenciais para a limpeza de casas atingidas por enchentes

Lipedema: entenda o que é, quais são os sintomas e como tratar a doença

Rede de produtos de R$20,00 planeja alcançar R$ 300 milhões de faturamento em 2024

30% dos brasileiros pretendem utilizar restituição do Imposto de Renda para quitar dívidas