Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Balneário Camboriú e Camboriú

Projeto Caravana das Mulheres estará na Barra neste sábado

Em 6 de agosto, mulheres vão se reunir na Praça do Pescador, no Bairro da Barra, para falar de feminismo por meio da arte. O evento faz parte do projeto “Caravana das Mulheres: Rua”, patrocinado pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Balneário Camboriú.

A programação começa às 13h30, com uma vivência em musicalização, ministrada pela musicoterapeuta Lara Pires. Na sequência, vai ocorrer uma oficina de lambe-lambe com a artista Ana Clara Souza. O evento contará com a participação da bicampeã catarinense de boxe, Vanessa Borba, que falará sobre defesa pessoal. No decorrer das atividades, haverá uma roda de conversa com o Coletivo Mariposas e outros coletivos locais. A tarde termina com a oficina “Espaço, corpo e escrita: uma experiência afetiva”, proposta pela atriz Pietra Garcia, e a apresentação do grupo regional de maracatu Baque Mulher. Como é voltado às mulheres, o projeto disponibilizará recreação infantil para facilitar a presença do público-alvo. A programação é toda gratuita.

“Caravana das Mulheres”, edição Rua, visa incentivar reflexões a respeito da mulher na cidade, além de levar o discurso feminista e ações culturais a espaços periféricos, contratando e subsidiando artistas locais. Idealizado pelo Coletivo Mariposas, o projeto propõe que as mulheres, juntas, em travessia, reivindiquem espaços dentro da cidade, fora das fronteiras do lar.

Conforme ressalta a proponente do projeto, Anna Theresa Schipmann Rebelo, uma das definições da palavra caravana é “grupo de pessoas que se juntam, por medida de segurança, para viajar pelo deserto”. “Por isso Caravana das Mulheres: um grupo de mulheres fazendo arte e trocando experiências. Buscamos, além do fomento da arte de mulheres, criar pontes de diálogos sobre as vivências, sobrevivências e obstáculos de ser mulher na nossa sociedade”, diz Anna.

O evento será no fim de semana em que se comemoram os 16 anos da Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006. Essa lei criou mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher.

O projeto está na segunda edição. A primeira foi em 2021, com um intercâmbio de arte entre Navegantes, Itajaí e Camboriú, as três cidades escolhidas por serem consideradas as mais violentas para mulheres na microrregião de Itajaí.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas no perfil do Coletivo Mariposas no Instagram (@coletivomariposas) ou entrando em contato com as organizadoras pelo e-mail coletivomariposas@gmail.com.

Posts Relacionados

21 coisas para fazer em Balneário Camboriú e região neste final de semana

6º BC Foto Festival volta em formato presencial com ampla programação na Univali de Balneário Camboriú

Rodrigo Hilbert estrela campanha de novo empreendimento tecnológico e sustentável em Camboriú

Dupla é presa por furtar portas de alumínio em edifícios no Centro de BC

Grupo Papo de Mãe aborda sobre autismo no encontro da próxima semana

Casa da Família oferta aula de pilates para gestantes em BC

Câmara de BC altera horário do expediente e das sessões até final de setembro

Vereadores mirins reúnem-se com prefeito Fabrício Oliveira

Evento marca entrega do bairro planejado Colinas de Camboriú Village

Campanha da Águas de Camboriú promete diminuir o uso de plásticos na empresa