Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Rio Branco Alimentos divulga seu primeiro Relatório de Sustentabilidade

A empresa apresenta, amanhã (26/08), documento referente aos exercícios de 2019 e 2020 e reforça seu compromisso com a transparência e a integridade.

No mês em que completa 53 anos, a Rio Branco Alimentos, conhecida como Pif Paf Alimentos, reforça seus pilares de atuação ética, transparente e comprometida com o desenvolvimento sustentável, ao divulgar seu primeiro Relatório de Sustentabilidade. O documento, relativo aos exercícios de 2019 e 2020, detalha o desempenho econômico, social, ambiental, na governança corporativa e na gestão de pessoas, bem como o modelo de negócio, as principais práticas e as perspectivas. Os dados apresentam um momento positivo da companhia, que se mostra capaz de executar seu plano estratégico de crescimento, mesmo em meio a um ambiente de incertezas, como o da pandemia. Entre os destaques, estão expansão de mais de 23% tanto da receita operacional bruta, quanto da receita líquida, em 2020, na comparação com o ano anterior, e recorde histórico em investimento social.

Os números refletem um consistente plano estratégico, uma aquisição bem-sucedida e uma equipe focada na execução com excelência. Nesse contexto, a empresa alcançou avanços significativos tanto nos resultados do mercado interno quanto do externo, em função de medidas que possibilitaram ampliar capacidade produtiva, base de clientes, portfólio de produtos e atendimento nos diferentes canais. “Em contrapartida às adversidades de 2020, trabalhamos fortemente nos vetores para o nosso crescimento: captura de sinergias, integração de processos e sistemas e, não menos importante, na disseminação de nossos norteadores e de nossa visão estratégica, com uma atuação social cada vez mais engajada. Podemos afirmar que estamos ainda mais preparados para enfrentar desafios e aproveitar oportunidades futuras”, avalia o CEO da Pif Paf, Rodrigo Coelho.

Desempenho socioambiental
O Relatório de Sustentabilidade 2019/2020 ainda evidencia a evolução das ações sociais, ambientais e de governança da Pif Paf, com impactos expressivos na geração de valor para a empresa, os colaboradores, as comunidades e demais stakeholders. Além do investimento social recorde, cerca de R$ 14 milhões foram direcionados para iniciativas de combate aos impactos da Covid-19 – sendo mais de R$ 1,5 milhão em doações de respiradores, materiais hospitalares e ao programa Estímulo 2020 Minas, por meio da Fundação Mendes Costa, instituição sem fins lucrativos, que coordena os projetos de responsabilidade social da Rio Branco Alimentos.

A companhia, que possui a sustentabilidade como valor, implementou programas estruturantes, a fim de consolidar e integrar cada vez mais os compromissos da agenda ESG (Ambiental, Social e Governança, na tradução para o português) às estratégias do negócio. Também apresentou, pelo segundo ano consecutivo, o inventário GHG Protocol, que foi qualificado na categoria Selo Ouro, e aderiu à Rede Brasil do Pacto Global das Organizações das Nações Unidas (ONU), maior iniciativa empresarial sobre sustentabilidade do mundo. Internamente, em relação à valorização do capital humano, mais de R$ 12 milhões foram investidos em adequações, melhorias das condições de trabalho, requisitos legais e campanhas de saúde e segurança.

O endereço para acesso ao Relatório de Sustentabilidade 2019/2020 da Pif Paf é: https://www.pifpaf.com.br/sustentabilidade.


Sobre a Rio Branco Alimentos
Com sede corporativa em Belo Horizonte (MG), a Rio Branco Alimentos, maior indústria frigorífica mineira, atua nas cadeias de produção verticalizadas de aves e suínos, sendo uma das maiores empresas nacionais do segmento alimentício. É dona das marcas Pif Paf, Fricasa, Ladelli, Club V, entre outras. Aos 53 anos, a companhia possui 12 unidades industriais, dedicadas à produção, abate e processamento de frangos e suínos, distribuídas entre os estados de Minas Gerais, Goiás e Santa Catarina. Seu mix contempla mais de 900 itens, entre carnes, pescados, embutidos, massas, pratos prontos, pães de queijo, entre outros.

Posts Relacionados

Aumento do desemprego, queda do poder de compra e a recuperação do orçamento familiar preocupam na região Sul

Maior evento de geotecnologia acontece esse mês e mostra quem está na liderança da transformação no país

Vida de 35 milhões de brasileiros está em risco por falta de saneamento básico

Setembro Amarelo: ansiedade e estresse deixam trânsito brasileiro mais violento

Diário da Cidade

‘Golpe da novinha’, a nova modalidade de cibercrime no Brasil

Familiares e infectados pela Covid-19 têm direito a benefícios do INSS

Pela primeira vez, aplicativo de comida brasileiro atenderá uruguaios na fronteira

Mandar prints de conversas do WhatsApp pode gerar indenização

Agosto encerra com a média da gasolina próxima dos R$ 6 na Região Sul, aponta Ticket Log

Venda de passagens rodoviárias dobra no feriado de 7 de setembro

“Passaporte da vacina está em conformidade com a Constituição Federal e não há impedimento à sua aplicação”

Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (FENAERT) repudia o ataque feito à imprensa nesta quarta-feira (08/09)

Mitos e verdades sobre a mamografia

Estes são os top 10 países mais felizes do mundo

Dia mundial de Duchenne: PTC apoia campanha “Esse menino sou eu” para conscientização sobre doença rara

Tecnologia brasileira para transporte público sustentável é destaque em evento internacional

Diário da Cidade

PT perde ação de dano moral contra Luciano Hang

Diário da Cidade

CBF anuncia Kwai como novo patrocinador das seleções femininas e masculinas

PL quer restringir direito de dirigir a agressores de mulheres

Correios, Viracopos e Receita Federal iniciam projeto para embarque de carga internacional