Prefeito de Navegantes (SC)

POR QUE APARECE NA DELAÇÃO

O delator relata o pagamento de vantagens indevidas a pretexto de doação eleitoral não contabilizada durante a campanha à Prefeitura Municipal de Navegantes (SC) no ano de 2012. O objetivo era obter como contrapartida a privatização do serviço de saneamento básico. Ele recebeu R$ 500 mil em caixa 2, de acordo com a delação.

O QUE DISSE

‘Ainda tive acesso ao processo, soube apenas pela imprensa que meu nome foi citado. Recebi essa informação com muita surpesa, porque minhas contas de campanha sempre foram aprovadas, totalmente legalizadas.’

http://especiais.g1.globo.com/politica/2017/lava-jato/delacao-da-odebrecht/#!/roberto-carlos-de-souza