Catarinense Glaico França perde por pontos no UFC 197.

337
Glaico França ufc 197
Glaico França ufc 197

Invicto na carreira, o peso-leve americano James Vick mostrou um jogo em pé mais apurado e melhor forma física para superar o brasileiro Glaico França – vencedor do TUF Brasil 4 –  por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28 e 30-27), aumentando para nove vitórias a sua invencibilidade como profissional de MMA – chegando a cinco vitórias seguidas no UFC. Já França sofreu a quarta derrota em 17 lutas na carreira, e sofreu a primeira derrota no UFC.

A luta começou com Glaico França buscando a iniciativa da luta desde o início, acertando um bom chute baixo em Vick, seguido de um cruzado de direita e uma derrubada, colocando o americano com as costas no chão. Vick levantou-se com a ajuda da grade, mas foi novamente derrubado. Glaico França mantinha a pressão na grade, impedindo que James Vick conseguisse se recuperar na luta. Quando o americano conseguiu erguer-se, França se manteve colado a ele, até que o árbitro Dan Miragliotta os separasse e a luta voltasse a ser disputada no centro do octógono. Vick aproveitou-se da nova chance e acertou bons golpes no brasileiro, que, em mau momento na luta, mais uma vez derrubou o rival, ficando por cima no chão até o intervalo. França reclamou com o árbitro de um dedo no olho acertado pelo americano.

Antes do início do segundo round, o árbitro chamou o médico, que examinou seu olho e o liberou para voltar à luta. No retorno ao combate, Vick buscou a trocação, mantendo Glaico França à distância e conectando golpes duros no rosto do brasileiro. Sem se movimentar muito, o brasileiro virava um alvo fixo para Vick, mas um soco rodado e uma derrubada deixaram França novamente em vantagem na luta. O americano mais uma vez se levantou e voltou a castigar o brasileiro com seu boxe.Com melhor movimentação, o americano tentava evitar a luta agarrada de França, que já mostrava cansaço, apesar de absorver bem os golpes que recebia.

Mais inteiro fisicamente, James Vick começou o terceiro round se movimentando mais e usando o boxe para golpear o brasileiro e sair rapidamente do seu raio de ação. Glaico França tentava socos rodados, mas sem velocidade para surpreender o rival. Os dois trocaram golpes de efeito – uma joelhada voadora e um pisão de Vick e um chute baixo e um cruzado de direita de França – mas a decisão foi para os juízes.

Walt Harris vence estreante Cody East por nocaute técnico

No único duelo de pesos-pesados da noite, o americano Walt Harris venceu o compatriota Cody East por nocaute técnico aos 4m18s do primeiro round. East fez sua estreia após ser selecionado para o UFC por Dana White no reality show “Looking for a fight”, mas acabou não sendo páreo para Harris, que vinha de derrota para Soa Palelei. Esta foi a oitava vitória de Walt Harris em 12 lutas na carreira, e a segunda em cinco lutas no UFC. Já East sofreu apenas a segunda derrota em 14 lutas como profissional.

Walt Harris Cody East UFC 197 (Foto: Getty Images)
Walt Harris castiga Cody East no chão em sua vitória por nocaute técnico no UFC 197 

A luta começou com os dois lutadores mostrando agressividade e variedade de golpes, com socos e chutes desde o início. Aparentando não sentir a estreia no UFC, East ia para cima de Walt Harris, que se defendia e contra-atacava com precisão. Um cruzado de esquerda de Harris derrubou East, que, com as costas no chão, passou a tentar se defender da sequência de socos do adversário. Aparentando já não ter mais condições de luta, East viu o árbitro Mark Smith interromper o combate a pouco menos de um minuto para o intervalo.