Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Dia 30 de abril a Secretaria de Saúde de Bombinhas se mobiliza para o Dia D de vacinação contra a gripe influenza

Neste sábado, dia 30 de abril, a Secretaria de Saúde de Bombinhas através do Departamento de Vigilância Epidemiológica, se mobiliza para o Dia D de vacinação contra a gripe influenza. A vacina visa reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus na população alvo.

Devem ser vacinadas pessoas que compõem o grupo prioritário, crianças de seis meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas no período até 45 dias após o parto, trabalhador de saúde, população indígena, indivíduos com 60 anos ou mais e pessoas portadoras de doenças crônicas.

As pessoas devem procurar uma Unidade de Saúde mais próxima de sua casa, das 8h às 17h, munido da carteira de vacinação e documento com foto. Para os portadores de doenças crônicas, que estiverem tomando a vacina pela primeira vez, é necessário laudo médico ou receita médica comprovando a enfermidade. A vacinação continua nos postos até o dia 20 de maio, mas em horário normal de atendimento.

Cuidados

Os sintomas da gripe H1N1 são: febre acima de 38ºC, tosse e dificuldade respiratória, acompanhada ou não de dor de garganta, ou de manifestações gastrointestinais, dor de cabeça, dores musculares, nas articulações e tosse. A pessoa com sintomas de qualquer gripe ou doença infecciosa deve ser encaminhada ao serviço de saúde para avaliação do quadro clínico. É preciso prevenir a transmissão da doença a outras pessoas, evitando-se locais com aglomerações, e protegendo nariz e boca ao tossir ou espirrar.

Um detalhe importante a ser observado é quando a febre passa e depois volta de forma repentina, após alguns dias. Nas crianças, observe se os lábios estão lábios arroxeados e se a musculatura das costas está com movimentos intensos. A gripe H1N1 pode afetar órgãos vitais, como o pulmão, provocando dificuldades respiratórias severas, que, se não tratadas adequadamente, podem ocasionar a morte.

Posts Relacionados

Marca catarinense lança guia de diversidade e inclusão para agências

Propaganda eleitoral na TV em Santa Catarina deve usar subtítulo, Libras e audiodescrição

Grupo Pereira inaugura 97a unidade de negócios, em Blumenau

Faculdade Anhanguera de Joinville oferece bolsas de estudos de 100%

Instituto Guga Kuerten promove mais uma edição do Prêmio IGK que homenageia quem faz a diferença no âmbito social

UniSul realiza vestibular de Medicina em Palhoça e Tubarão

Principais vacinas e reações em bebês

Lide Santa Catarina promove encontro de empresários sobre o tema: “É Hora de Acelerar Palhoça”

Clínica de Naturologia da UniSul oferece atendimento gratuito à comunidade

Santa Catarina criou mais de 9 mil vagas de emprego formal em junho