Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Esporte BR zEsporte

Superado por ex-top do WCT, Bino Lopes é vice-campeão do QS3000 da Martinica

Faltou pouco para o baiano Bino Lopes conquistar o título do Martinique Surf Pro, etapa do World Qualifying Series, com status 3000, encerrado nesta sexta-feira, em Basse Pointe, na Martinica. Na final do evento, o campeão brasileiro de 2015 acabou superado pelo neozelandês Ricardo Christie, que tenta retornar ao grupo da elite do surfe mundial.

O último dia do Martinique Surf Pro começou com a disputa das semifinais. Bino Lopes venceu Noe Mar Mcgonagle, da Costa Rica, na primeira bateria do dia, enquanto Ricardo Christie fez um duelo equilibrado com o australiano Soli Bailey, mas ficou com a segunda vaga.

Na final do evento, o brasileiro começou melhor, abrindo a bateria com uma nota 8.50. Surfando com muita fluidez, Ricardo Christie conseguiu virar o resultado com duas ondas na sequência – 8.83 e 7.83 – e deixou Bino precisando de uma nota acima de 8 para virar faltando 15 minutos para o término.

Ricardo Christie voltou a vencer um evento do WQS. Foto Poullenot/Aquashot

O baiano bem que tentou algumas vezes, mas as ondas escolhidas não ofereceram potencial para realização de duas manobras fortes, que seria suficientes para arrancar a nota dos juízes. Com a vitória, Ricardo Christie somou 3 mil pontos no World Qualifying Series e deve figurar entre os top 10, saltando 90 posições no ranking, e retirando o brasileiro Alejo Muniz do G-10, o grupo de surfistas classificados para a elite em 2018.

Já o baiano Bino Lopes, que ocupava o 63º lugar antes do início do evento, deve aparecer muito próximo do G-10 com os 2.250 pontos pela segunda colocação no evento. Mais informações acesse www.worldsurfleague.com .

RESULTADOS FINAIS DO MARTINIQUE SURF PRO – QS3000
Final
1º Ricardo Christie NZL (8.83 + 7.83) 16.66 CAMPEÃO 3000 pontos
2º Bino Lopes BRA (8.50 + 7.07) 15.57 VICE-CAMPEÃO 2.250 pontos
Semifinal (2º lugar= 3º lugar)
S1 – Bino Lopes BRA 14.77 a 11.27 Noe Mar McGonagle CRI
S2- Ricardo Christie NZL 17.23 a 16.17 Soli Bailey AUS

Related posts

EWING E CALLAGHAN VENCEM MUNDIAL PRO JUNIOR WSL 2016

diario da cidade

Carnaval terá corrida de rua no litoral do Paraná

REFORÇO DE PESO NO FIJI WOMEN’S PRO

diariodacidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: