Surfista de BC busca mais uma medalha no Mundial

Elias “Figue” Diel, surfista de Balneário Camboriú, inicia nessa quarta-feira (12) sua trajetória no Mundial de Surf Adaptado, em San Diego, na Califórnia. Os melhores surfistas deficientes visuais do mundo estão reunidos na competição, que segue até domingo (16). Ele viaja com apoio da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC).

Figue está categoria AS-VI, para atletas com deficiência visual. Em sua bateria também competem Mateo Facchini (Itália) e Ling Pai (Canadá). Ao todo, são quatro baterias.

O surfista disputa o Mundial pela terceira vez e já conquistou duas pratas na sua categoria. Ele também integra a delegação da Seleção Brasileira que foi campeã por equipes em 2016 e 2017 e busca o tricampeonato novamente.

Esta edição teve o recorde de competidores, desde a estreia do Mundial em 2015: 120 atletas, dos quais 37 são mulheres, de 24 nações.

O maior objetivo do Mundial, que está na sua quarta edição, é a inclusão da modalidade em futuras edições das Paraolímpiadas, com foco na edição de 2028, em Los Angeles.

Trajetória no surf

Elias começou a surfar ainda criança. Fazia isso diariamente até sofrer um acidente de carro que lhe tirou a visão, aos 16 anos. Quase 30 anos depois, ele decidiu voltar a participar de campeonatos sobre as ondas.

Já esteve em lugares como Peru, Cabo Verde, Costa Rica, El Salvador, Indonésia e Estados Unidos praticando o surf.

_______________________
Informações Adicionais:

Fundação Municipal de Esportes
(47) 3360-0144