Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Transexual de 14 anos é morta por homofobia no Paraná, diz delegado

A transexual Luana Biersack, de 14 anos, foi encontrada morta ao lado de um lago em Novo Itacolomi, no norte do Paraná. Ela desapareceu em 13 de abril e teve o corpo encontrado no último fim de semana, segundo a Polícia Civil.

Quatro adolescentes são suspeitos do crime. Dois deles foram internados, a pedido da Justiça, no Centro de Socioeducação (Cense) de Apucarana, por homicídio e ocultação de cadáver.

Os outros dois foram liberados, com restrições, porque não participaram diretamente da morte e cooperaram com as investigações, diz o delegado José Aparecido Jacovós, responsável pelo caso.

Conforme o delegado, o crime foi cometido por homofobia. “As investigações mostraram que não houve motivo nenhum para matarem a vítima, a não ser por preconceito. Teve agressão e violência antes da morte. A causa principal, pelo que observamos, é mesmo por intolerância”, comenta Jacovós.

Luana, batizada Lucas Mateus, foi agredida com chutes e socos e morta por afogamento, depois de se relacionar sexualmente, com consentimento, com os suspeitos, afirma a polícia. O corpo foi atirado em uma represa, ao lado do lago.

Luana já havia relatado ameaças no Facebook, mas, segundo o delegado, não procurou a polícia por esse motivo. Jacovós diz, no entanto, que a polícia havia sido comunicada de outro crime envolvendo a adolescente: o envolvimento com um conselheiro tutelar do município de Borrazópolis, que teve prisão preventiva decreta, mas encontra-se foragido. Os casos, porém, não têm ligação, apontou a investigação.

Posts Relacionados

Brasil vai na contramão com o contínuo aumento no valor dos combustíveis

Dores de Inverno: Professora de fisioterapia da UniSul explica como tratar os desconfortos musculares típicos da estação

Pesquisa revela que mais de 50% das modelos de OnlyFans trabalham sem a família e amigos saberem

Cardiopatia congênita afeta 30 mil crianças por ano no Brasil

Miami se torna sede da Copa do Mundo de 2026

Barcelona FC e ACNUR iniciam parceria com a nova camisa de futebol em apoio às crianças refugiadas

Presidente do UFC define data de retorno da Charles Do Bronx ao octógono

Maioria da população do Sul sente que inflação subiu muito, afetando principalmente consumo de alimentos, revela RADAR FEBRABAN

Dupla sertaneja Maiara e Maraisa é proibida de usar a marca “As Patroas”

Diário da Cidade

Mulheres caem em golpes financeiros mascarados de romance