Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Vacinação contra a Influenza entra na segunda etapa

Vacinação contra a Influenza entra na segunda etapa

Nesta segunda-feira (22), iniciou a segunda fase da 21ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. A campanha seguirá até o dia 31 de maio e, até semana passada, imunizou 1220 pessoas em Balneário Camboriú. A meta da campanha é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos públicos-alvo da vacina.

“A meta de vacinação em Balneário Camboriú é de cerca de 33 mil pessoas que estão nos grupos de risco. Por essa razão, convidamos todas as pessoas que estão inseridas nesses grupos e ainda não se vacinaram para comparecer na unidade de saúde mais próxima e receberem a sua dose. É importante lembrar que as unidades da Barra, Vila Real, CAS Nações e Ariribá, têm horário estendido, vacinação até as 21h30”, comentou a diretora da Vigilância Epidemiológica de Balneário Camboriú, Adriana Diogo.

A partir de agora, o foco será em todos os grupos considerados prioritários para receber a dose, como profissionais da saúde, professores, povos indígenas, idosos a partir de 60 anos, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, detentos, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Até o dia 19, a preferência era a imunização de crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas; esses grupos ainda podem tomar a vacina gratuitamente.

Sobre a influenza*

A influenza, normalmente conhecida como gripe, é uma doença grave que causa danos à saúde das pessoas há muitos séculos. Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C.

O vírus é transmitido a partir das secreções respiratórias, podendo também sobreviver algumas horas em diversas superfícies tocadas frequentemente, de madeira, aço e tecidos. A partir do contato com um doente ou com uma superfície contaminada, o vírus pode penetrar pelas vias respiratórias, causando lesões pulmonares, que podem ser graves e até fatais, se não tratadas a tempo.

Os vírus influenza circulam durante todo o ano, intensificando-se principalmente no período de inverno, quando as pessoas buscam se abrigar do frio em ambientes fechados, o que favorece a transmissão.

A transmissão ocorre principalmente em ambiente domiciliar, creches, escolas e em ambientes fechados ou semifechados. Estima-se que uma pessoa infectada seja capaz de transmitir o vírus para até dois contatos não imunes.

Os sinais e sintomas, em geral, são:

Febre alta
Calafrios
Tosse, que pode ser seca ou com expectoração
Dor de cabeça
Dor de garganta
Cansaço
Dor muscular
Coriza

*Fonte: DIVE/SC

______________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Saúde
(47) 3261-6200

Related posts

Prefeitura de Barra Velha e Câmara de Vereadores firmam convênio com UNIVALI, bolsas de estudos com até 30% de desconto aos servidores públicos

Ações do PSL no STF questionam leis que fortaleceram Lava-Jato

IFC Campus Blumenau tem 39% do orçamento de custeio bloqueado

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: