Dana White garante: “Ronda Rousey voltará disputando o cinturão do UFC”

304

O prestígio e a moral de Ronda Rousey parecem inalterados junto a Dana White. O presidente do UFC disse, em entrevista ao programa de rádio “Beadle and Shelburne”, que a loura fará sua luta de retorno ao octógono disputando o cinturão que um dia já lhe pertenceu.

– Ronda Rousey definitivamente está na lista de atletas que imaginamos incluir no UFC NY, que acontecerá dia 12 de novembro, no Madison Square Garden. A ideia é que ela volte enfrentando quem quer que detenha o cinturão peso-galo. Miesha Tate lutará no UFC 200, e poderá lutar antes de novembro. Ela quer lutar mais. Vamos ver o que acontece. Ela foi a segunda lutadora mais dura do mundo por anos, e faz sentido que queira se manter ativa.

Para Dana, a categoria ganhou ainda mais relevância por suas representantes estarem constantemente em ação.

– O que é legal no peso-galo feminino é que todas as principais lutadoras estão com lutas marcadas. A única exceção é Holly Holm. Se Miesha conseguir vencer Amanda Nunes de forma rápida – o que é pouco provável, já que Amanda é duríssima – e se mostrar saudável e sem lesões após o UFC 200, é provável que ela lute mais uma vez antes de enfrentar Ronda.

Apesar de tecer críticas ao empresário de Holly Holm, Lenny Fresquez, por ter preferido fazer a luta contra Miesha Tate ao invés de esperar por uma luta mais lucrativa contra Ronda Rousey, Dana White fez questão de elogiar a raça da ex-campeã dos pesos-galos na derrota que lhe custou o cinturão.

– Holly aguentou firme. As pessoas que entendem de jiu-jítsu sabem que ela fez tudo certo na defesa do estrangulamento. O problema foi que Miesha não largou o seu pescoço de jeito nenhum. Holm apagou como uma guerreira.